Sessenta (Volta Redonda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde janeiro de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sessenta
  Bairro do Brasil  
Zona Central
Município Volta Redonda
Bairros limítrofes
Área
- Total 0,51
População (2005)
 - Total 3 393
Fonte: IBGE/8 de março de 2003

O bairro Sessenta faz parte do Município de Volta Redonda, no Estado do Rio de Janeiro, Brasil.

Com cerca de 3393 habitantes (est. 2005) e 0,51 km² dentro da Zona Central da cidade, o bairro é predominantemente residencial com razoável comércio e indústrias de pequeno porte nas ruas 41-C, 60 e 62, as principais desse bairro.

A rua 35, também conhecida como "Vivendas do Rosário", é considerada uma das mais elegantes da cidade; outro ponto charmoso do bairro é a igreja matriz de São Sebastião de arquitetura circular e toda sua estrutura em aço.

Várias praças com bons equipamentos de lazer se fazem presentes em todo o bairro, possuindo privilegiada estrutura para prática esportiva, com quadra de tênis, campo de grama sintética, quadras poliesportivas cobertas, um antigo clube de malha, além de um espaço para prática de tiro desportivo e a Liga de Desportos de Volta Redonda (LDVR).

Entre as unidades educacionais, cabe citar a Escola Técnica Pandiá Calógeras, uma das maiores e mais tradicionais de Volta Redonda, voltada principalmente para o ensino técnico, atualmente mantida pela Fundação Companhia Siderúrgica Nacional, o Colégio Nossa Senhora do Rosário e o Colégio Estadual Rio de Janeiro, também tradicional na cidade.

Encontra-se na Sessenta a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Volta Redonda (AAP-VR), além de um Posto Médico. Tendo uma característica festiva, há destaque para os ensaios do bloco carnavalesco "Os Caretas" e o Bloco das Piranhas, de rua, também carnavalesco.

Um grande bosque de eucalipto propicia um clima agradável ao local; também faz parte da paisagem do bairro o Córrego Brandão cuja despoluição de suas águas e revitalização de suas margens é uma reivindicação antiga dos moradores.

Faz limites com os bairros: Monte Castelo, Jd.Esperança e Vila Santa Cecília.