Signori si nasce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, cine e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde dezembro de 2017.
Signori si nasce
Totò e Delia Scala em uma cena do filme
No Brasil Totó, o Boa-Vida[1]
 Itália
1960 •  pb •  95 min 
Realização Mario Mattoli
Argumento Dino Falconi
Luigi Motta
Elenco Totò
Peppino De Filippo
Género comédia cinematográfica
Idioma língua italiana

Signori si nasce (bra: Totó, o Boa-Vida) é um filme italiano de 1960[2], dirigido por Mario Mattoli.

Estreou em Portugal a 24 de Fevereiro de 1961.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O barão Ottone Spinelli degli Ulivi, mais conhecido por Zazà (Totò), apesar da sua nobre ascendência, anda sempre sem dinheiro, por causa da sua vida dissoluta, passada nos bastidores dos teatros a cortejar as mulheres. Apesar das dificuldades económicas, continua a viver à grande num hotel, servido pelo nunca pago Battista (Carlo Croccolo). Um dia é instado por um credor (Luigi Pavese) a pagar uma dívida cuja garantia falsificara e, para não ser revelada a sua decadência económica e a conselho de Battista, vai pedir um empréstimo ao irmão, Pio degli Ulivi (Peppino De Filippo), dono de um alfaiataria frequentada por padres e freiras. Os dois irmãos não se dão bem e, apesar da ameaça de suicídio de Zazà, Pio não lhe empresta nada. Já em casa, Zazà é visitado por Patrizia (Delia Scala), que quer seduzi-lo para conseguir um papel numa nova revista. A meio da conversa, aparece Pio, muito assustado com as ameaças de suicídio do irmão. Para sacar o dinheiro ao irmão, Zazà faz crer ao irmão que Patrizia é sua filha.


Portal A Wikipédia tem os portais:

Referências

  1. STERNHEIM, Alfredo (ed.) (2002). Guia de vídeo e DVD 2002. São Paulo (Brasil): Nova Cultural. p. 667. ISBN 8513011185 
  2. My Movies
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme do cinema italiano é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.