Skrewdriver

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Emblem-scales.svg
A neutralidade deste(a) artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Março de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Skrewdriver
Informação geral
Origem Poulton-le-Fylde, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Rock Against Communism
Oi!
Punk rock
Período em atividade 1976 - 1993
Integrantes Ian Stuart
Kevin McKay
Ron Hartley
John "Grinny" Grinton
Ex-integrantes Stigger

Skrewdriver foi uma banda formada por Ian Stuart Donaldson em Poulton-le-Fylde, Inglaterra, em 1976. Começando como uma banda apolítica e não racista do gênero Punk Rock, Skrewdriver se tornou uma das bandas mais proeminentes de rock neo-nazi do mundo. A formação original da banda se dividiu em 1976 e então foi reformulada por Donaldson com diferentes músicos em 1982. A nova versão da banda liderou fortemente o movimento Rock Against Communism (RAC).

História[editar | editar código-fonte]

Ian Stuart tinha uma banda que tocava covers do Tumbling Dice, e então a banda cover se tornou o Skrewdriver. Em primeira vista a banda era de Punk Rock e então mais tarde eles mudaram para um visual mais Skinhead. Em 1978, Ian se mudou para Manchester, onde ele recrutou o guitarrista Glenn Jones, o baterista Martin Smith e o baixista Kevin MacKay. Com esta formação a banda fez muitas tours e conquistaram muitos seguidores, mas vários locais estavam relutantes em contratar a banda para shows, pois tinham a fama de banda skinhead violenta. O cantor Suggs da banda Madness foi roadie do grupo durante 1978.

Tocando extensivamente para uma platéia skinhead em sua maioria, as primeiras versões da banda acabaram lançando um álbum e dois singles através da gravadora Chiswick Records. Com o tempo a banda adotou influências rocker/biker e lançaram o EP Built Up Knocked Down em 1979.

Ian Stuart ressucitou o nome Skrewdriver em 1982 com a nova formação. Apesar da banda ter fama de violentos (uma vez o cantor da banda Boomtown Rats, Bob Geldof, relatou que foi agredido por um amigo de Ian, que acreditava que o som do Skrewdriver havia sido sabotado) eles não defendiam abertamente nenhum tipo de ideologia política ou organização. 

Alguns ex-membros da banda foram contra a nova ideologia que Ian Stuart deu para a banda. Roger Armstrong da gravadora Chiswick Records disse uma vez: 

"É uma pena que o nome da banda tenha sido arrastado para a sarjeta desta forma. Os outros três caras da banda também ficaram chateados. Grinny, o baterista veio do norte socialista. Quando eles gravaram para nós, Ian não mostrou nenhum sinal de fascismo. A imagem era de uma banda Skinhead - talvez um pouco mal compreendida - coisa de modismo."[1]

Mais tarde, Grinny disse que não tinha problemas com a nova banda e depois ele veio a virar um membro da organização neo-nazista National Front com Ian Stuart. Grinny morreu de câncer em junho de 2005. Com a nova formação eles começaram a receber suporte de grupos raciais brancos de extrema-direita após um longo período em que a publicidade não quis dar suporte para a banda e então lançaram o single White Power em 1983 e o seu segundo álbum, Hail the New Dawn em 1984. Apesar das bandas Skrewdriver e Sham 69 terem tido fãs skinheads e racistas, a banda Sham 69 denunciou que havia racismo no grupo e começaram a tocar em eventos de rock contra o preconceito racial. Ian Stuart eventualmente se alinhou com a ideologia neo-nazista afirmando em suas palavras:

"Eu me descreveria como um nacional-socialista britânico, não um alemão e por isso não acho que estou em desacordo com os patriotas britânicos."[2]

Mais tarde a banda se associou com a organização neo-nazista National Front e o Partido Nacional Britânico, arrecadando fundos para esses e outros grupos através do selo White Noise. Eles realizaram gravações também através do selo Rock-O-Rama, conhecido por apoiar bandas de extrema-direita.

O Skrewdriver também fez instrumentais para a organização neo-nazista de promoção musical via-internet Blood And Honour. 

Em 24 de Setembro de 1993, Ian Stuart Donaldson morre em decorrência de um acidente de carro aos 36 anos de idade. Com sua morte a banda encerrou as atividades, causando grande comoção e impacto na cena White Power do mundo.

Algumas pessoas próximas de Ian Stuart dizem que sua morte foi uma conspiração e que o serviço de inteligência israelense Mossad está por trás do acidente.

Membros[editar | editar código-fonte]

Formação original[editar | editar código-fonte]

  • Ian Stuart Donaldson - Vocais, guitarra
  • Phil Walmsley - Guitarra
  • Ron Hartley - Guitarra
  • Kev McKay - Baixo
  • John "Grinny" Grinton - Bateria

Outros membros[editar | editar código-fonte]

  • Paul Swain
  • Mark Radcliffe
  • Murray (Ohms) Holmes
  • Adam Douglas

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • All Skrewed Up (1977) (Chiswick)
  • Hail the New Dawn (1984) (Rock-O-Rama)
  • Blood & Honour (1985) (Rock-O-Rama)
  • White Rider (1987) (Rock-O-Rama)
  • After the Fire (1988) (Rock-O-Rama)
  • Warlord (1989) (Rock-O-Rama)
  • The Strong Survive (1990) (Rock-O-Rama)
  • Freedom What Freedom (1992) (Rock-O-Rama)
  • Hail Victory (1994) (Asgard Records - Rock-O-Rama)

EP's[editar | editar código-fonte]

  • Back with a Bang /I Don't Like You (1982) (SKREW1)
  • Boots & Braces (1987) (Rock-O-Rama)
  • Voice of Britain (1987) (Rock-O-Rama)

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "You're So Dumb" / "Better Off Crazy" (1977) (Chiswick)
  • "Antisocial" / "Breakdown" (1977) (Chiswick)
  • "Street Fight" / "Unbeliever" (1977) (Chiswick)
  • "Built Up, Knocked Down" / "Case of Pride" / "Breakout" (1979) (TJM)
  • "White Power" / "Smash the IRA" / "Shove the Dove" (1983) (White Noise)
  • "Voice of Britain" / "Sick Society" (1984) (White Noise)
  • "Invasion" / "On the Streets" (1984) (Rock-O-Rama)
  • "After the Fire" / "Sweet Home Alabama" (1988) (Street Rock'n'Roll)
  • "Land of Ice" / "Retaliate" (1988) (Street Rock'n'Roll)
  • "Their Kingdom Will Fall" / "Simple Man" (1989) (Street Rock'n'Roll)
  • "The Evil Crept In" / "Glory" (1989) (Street Rock'n'Roll)
  • "The Showdown" / "Deep Inside" (1990) (White Pride Records)
  • "You're So Dumb" / "The Only One" (1990) (Street Rock'n'Roll)
  • "Streetfight" / "Where's It Gonna End" (1990) (Street Rock'n'Roll)
  • "Stand Proud" / "Backstabber" (1991) (Street Rock'n'Roll)
  • "Warzone" / "Shining Down" (1991) (Street Rock'n'Roll)

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • Live Marquee (1977)
  • We've Got the Power (1987) (Viking)
  • Live and Kicking (1991) (Rock-O-Rama) (double album)
  • Live at Waterloo (1995) (ISD/White Terror)
  • This One's for the Skinheads
  • The Last Gig in Germany (1996)

Rádio[editar | editar código-fonte]

  • Peel Session (1977) (BBC Radio 1)

Músicas em compilações[editar | editar código-fonte]

  • "Government Action" on Catch a Wave (1978)
  • "You're So Dumb" on Long Shots, Dead Certs and Odds On Favorites (Chiswick Chartbusters Vol.2) (1978)
  • "When the Boat Comes In" on This Is White Noise (1983)
  • "Boots & Braces" and "Antisocial" on United Skins (1982)
  • "Don't Let Them" and "Tearing Down the Wall" on No Surrender (1985)
  • "Land of Ice", "Free Men" and "The New Boss" on Gods Of War 1 (1987)
  • "Rising" and "We Can't Be Beaten" on Gods of War 2 (1989)
  • "Antisocial" on The Ugly Truth About Blackpool (2005)
  • "Night Trains" on Ballads of Blood and Honor (?)

Video games[editar | editar código-fonte]

A banda RaHoWa's fez um cover da música "When The Boat Comes In" do Skrewdriver. A música faz parte do menu do jogo supremacista Ethnic Cleansing.

Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. «Skrewdriver - Roger Armstrong Interview». www.punk77.co.uk. Consultado em 2015-10-09. 
  2. «Diamond in the Dust - The Ian Stuart Biography». www.skrewdriver.org. Consultado em 2015-10-09.