Steve Clark

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Steve Clark
Clark durante o Hysteria World Tour, em 1988
Informação geral
Nome completo Stephen Maynard Clark
Nascimento 23 de abril de 1960
Local de nascimento Sheffield, South Yorkshire, Inglaterra
Reino Unido
Morte 8 de janeiro de 1991 (30 anos)
Local de morte Londres, Inglaterra, Reino Unido
Gênero(s) Hard rock, heavy metal, glam metal
Ocupação(ões) Músico
Instrumento(s) Guitarra, vocais
Instrumento(s) notável(eis) Gibson Les Paul XR-1, Gibson Les Paul,[1] Gibson Firebird,[1]
Gibson EDS-1275[1]
Período em atividade 1977—1991
Outras ocupações Compositor
Gravadora(s) Island, Mercury
Afiliação(ões) Def Leppard

Stephen Maynard Clark (Sheffield, 23 de abril de 1960Londres, 8 de janeiro de 1991) foi um músico britânico. Ele foi guitarrista, principal compositor e um dos fundadores da banda de hard rock britânica Def Leppard. Morreu em 1991 de uma overdose acidental de codeína misturada com Valium, morfina e bebidas alcóolicas.[2] Clark foi classificado em 11º pela Classic Rock Magazine's na lista dos "100 maiores heróis da guitarra".

Infância e adolescência[editar | editar código-fonte]

Steve Clark nasceu e foi criado em Hillsborough, no subúrbio noroeste de Sheffield, Inglaterra. Desde cedo mostrou interesse pela música - até mesmo sua mãe o levou a um concerto do The Shadows quando ele tinha apenas seis anos. Aos onze anos, ele pediu ao seu pai, um motorista de táxi, uma guitarra, e seu pai lhe deu uma, na condição de que Steve aprendesse a tocar.

Clark geralmente usava guitarras Gibson no período em que tocou com o Def Leppard. Ele ocasionalmente usava outras guitarras, como uma guitarra Fender Stratocaster no clipe de "Love Bites", maior sucesso do Leppard.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carreira no Def Leppard[editar | editar código-fonte]

Antes de ingressar nos Def Leppard em 1978, Clark tocou covers com seu pequeno grupo, Electric Chicken, em Sheffield. Nessa época, ele conheceu o fundador da banda, Pete Willis (na época guitarrista do Leppard). Clark pediu uma vaga na banda e se juntou ao Def Leppard em Janeiro de 1978.

Como guitarrista de Def Leppard, ele também contribuiu como compositor da banda. Clark e Pete Willis faziam dupla na guitarra, e Clark foi apelidado como "Riffmaster A", de acordo com Joe Elliott na série Classic Albums do canal VH1, onde se abordava o álbum Hysteria. Quando Willis foi expulso dos Def Leppard, por problemas de alcoolismo, o guitarrista Phil Collen foi recrutado para a banda, passando a se tornar parceiro de Clark.

Seu último álbum com a banda, antes de morrer, foi Adrenalize, onde ajudou em metade das músicas (o álbum foi lançado posteriormente a sua morte, em Março de 92).

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Steve estava noivo com a modelo americana, Lorelei Shellist, até um pouco antes de sua morte, eles estavam juntos desde 1984. Lorelei revelou em sua autobiografia, Runway Runaway, que os vícios de Steve foram o maior motivo para a separação. Depois que Steve e Lorelei terminaram seu relacionamento, Steve começa um novo relacionamento com Janie Dean, que será sua última parceira até sua morte em 1991.

Morte[editar | editar código-fonte]

Na época de sua morte, Clark estava em uma licença de seis meses de ausência do Def Leppard.

Em 7 de janeiro de 1991, Clark foi encontrado morto em sua cama por sua namorada na época Janie Dean. A autópsia revelou que ele tinha morrido de uma overdose de codeína misturada com Valium, morfina e um nível de álcool no sangue de 0,30, três vezes mais que o limite legal de condução britânica. Não havia nenhuma evidência de intenção suicida. Daniel Van Alphen, amigo de Clark, havia bebido com ele na noite anterior, e testemunhou dizendo que os dois foram a uma cervejaria local e depois foram para a casa do guitarrista à meia-noite para assistir a um vídeo.

Foi enterrado no Cemitério de Wisewood, Loxley, Sheffield, perto da casa de sua família. Sua guitarra foi vendida pela sua namorada.

A banda Tesla, que abriu a turnê de Hysteria, em 1988, gravou uma música em homenagem a Clark em seu álbum Psychotic Supper, de 91, intitulada "Song & Emotion" (ao nosso amigo, Steve "Steamin" Clark).

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de Estúdio[editar | editar código-fonte]

Compilações[editar | editar código-fonte]

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

  • Viva! Hysteria Tribute (Introdução de Gods of War foram tiradas do ao vivo: In the Round, in Your Face)

Extended plays (miniálbum)[editar | editar código-fonte]

Videos[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

  1. a b c «Mutt Tracks: What Do AC/DC, Def Leppard, Foreigner, The Cars, Bryan Adams and Nickelback Have in Common?». Gibson.com. Consultado em 15 de julho de 2014. Arquivado do original em 28 de junho de 2011 
  2. The tombstone tourist: musicians - Scott Stanton
Ícone de esboço Este artigo sobre guitarristas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.