Sutopo Purwo Nugroho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sutopo Purwo Nugroho
Nascimento 7 de outubro de 1969
Boyolali
Morte 7 de julho de 2019 (49 anos)
Cantão
Cidadania Indonésia
Alma mater Universidade Gadjah Mada
Ocupação servidor público
Causa da morte câncer de pulmão

Sutopo Purwo Nugroho (7 de outubro de 1969 – 7 de julho de 2019) foi um funcionário público e acadêmico indonésio que trabalhou na Gestão de Desastres do Conselho Nacional como chefe de relações públicas. Ex-aluno da Universidade Gadjah Mada e do Instituto Agrícola de Bogor, ele começou a trabalhar para o governo em 1994, antes de ocupar o cargo nas relações públicas em 2010.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sutopo nasceu em Boyolali, Java Central, em 7 de outubro de 1969, tendo sido o primeiro filho de Suharsono Harsosaputro e Sri Roosmandari.[1] Seu pai era professor. Ele frequentou escolas primárias, médias e secundárias em sua cidade natal. O mesmo se formou em geografia pela Universidade Gadjah Mada em 1993, tendo obtido o melhor desempenho do ano. Mais tarde, recebeu mestrado e doutorado em hidrologia pelo Instituto Agrícola de Bogor, especializando-se no ciclo do carbono e em mudanças climáticas.[2]

Em uma entrevista para sítio Detik, Sutopo afirmou que quase se tornou professor em 2012, porém sua nomeação foi cancelada pelo Instituto de Ciências da Indonésia. Esse revés está diretamente ligado ao fato dele ser contratado pela Agência de Avaliação e Aplicação de Tecnologia (AAAT) como pesquisador da Gestão de Desastres do Conselho Nacional.[3] Sutopo se casou com Retno Utami Yulianingsih e juntos tiveram quatro filhos.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Depois de se formar, trabalhou na AAAT a partir de 1994. Lá, o mesmo trabalhou na semeadura de nuvens.[5] Eventualmente, alcançou o posto de pesquisador sênior principal, uma categoria com o grau de pagamento mais alto no quadro de funcionários públicos indonésios.[6] Sutopo também estava incluso em uma equipe de pesquisa que descobriu problemas com a barragem Situ Gintung no final de 2008, relatando suas descobertas ao Ministério de Obras Públicas, que as considerou irrelevantes. A barragem rompeu no mês de março seguinte, matando mais de cem pessoas.[7]

Mais tarde, ajudou o Conselho Nacional antes de se juntar a ele em agosto de 2010. Inicialmente, foi diretor de mitigação de risco. Durante seus primeiros meses no cargo ocorreram notáveis ​​desastres – incluindo inundações na Papua Ocidental, um terremoto e um tsunami em Mentawai e erupções do Monte Merapi. Ele se tornou chefe de informações e relações públicas em novembro do mesmo ano. Sutopo disse ter recusado a posição três vezes, até que o chefe da agência apontou seu PhD, dizendo que as pessoas acreditariam nele por esta causa.[8] Em entrevista ao The New York Times, observou que não estava ciente de que estava sendo indicado para porta-voz até chegar a cerimônia de juramento.[9]

O The Guardian se referiu a Sutopo como "uma espécie de celebridade da mídia social em todo o país".[10] Devido à sua presença ativa nas redes sociais durante desastres, o The Straits Times o chamou de "o único funcionário indonésio mais citado no noticiário durante qualquer desastre".[11] Por seu trabalho, ele recebeu o Prêmio Campanha Pública em 2014 pela Rmol.[12] Sucessivamente, em 2018, o Straits Times nomeou-o como um dos asiáticos do ano, juntamente com um grupo de outras personalidades ligadas à gestão de desastres, chamados de "Os Primeiros Socorros".[13]

Em 2016, quando o governador de Jacarta, Basuki Tjahaja Purnama, criticou a agência de gerenciamento de desastres da província, Sutopo defendeu-o, dizendo que as críticas deveriam ser tomadas como uma contribuição construtiva.[14] No ano seguinte, depois que Basuki foi preso por blasfêmia religiosa, Sutopo o elogiou via Twitter no seu 51º aniversário, por reduzir as inundações na capital.[15] Após o tsunami do Estreito de Sunda em 2018, o mesmo fez uma observação pública de que o sistema de alertas da Indonésia ainda estava longe de ser satisfatório.[9]

A rede de televisão ABC informou que, em 2017, ele estava definido para ser rotacionado para outra posição na agência, seguindo sua política de rotação de pessoal. O plano teria sido cancelado depois que os jornalistas que desejavam sua permanência "bombardearam [a agência] com textos furiosos".[16] Ele também ensinou no Instituto Agrícola de Bogor, na Universidade da Indonésia e na Universidade de Defesa da Indonésia.[17]

Doença e morte[editar | editar código-fonte]

Em 2018, Sutopo anunciou que ele tinha câncer de pulmão em estágio IV e estava em tratamento.[18] Apesar de precisar se abster de atividades fisicamente intensivas,[19] continuou a trabalhar e manteve sua presença na mídia social, fornecendo informações sobre eventos, incluindo o naufrágio do Sinar Bangun[20] e o terremoto em Lombok.[21] Em junho de 2019, ele foi a Cantão para tratamento.[22] O mesmo morreu na manhã de 7 de julho.[23] Seu corpo foi levado de volta e enterrado em sua cidade natal no dia seguinte.[24]

Referências

  1. «Sutopo Purwo Nugroho, Redam Info Hoax Soal Bencana dengan Teknologi». Detik (em indonésio). 17 de abril de 2012. Consultado em 6 de agosto de 2018 
  2. «Sutopo Purwo Nugroho, Kepala Pusat Data, Informasi, dan Humas BNPB: Kesiapsiagaan Masyarakat terhadap Bencana Masih Rendah». Republika (em indonésio). 3 de fevereiro de 2015. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  3. Adithia, Fitang Budhi (22 de fevereiro de 2018). «Mengenal Sutopo Purwo Nugroho si Pejuang Bencana dan Kanker Paru-paru». IDN Times (em indonésio). Consultado em 6 de agosto de 2018 
  4. Manurung, M Yusuf (13 de fevereiro de 2018). «Juru Bicara BNPB Sutopo Purwo Mengidap Kanker Paru Stadium 4». Tempo (em indonésio). Consultado em 6 de agosto de 2018 
  5. «Mengenal Lebih Dekat Sutopo, si Pembawa Kabar Bencana». Kumparan (em indonésio). 1 de dezembro de 2017. Consultado em 6 de agosto de 2018. ...menggeluti bidang hujan buatan di Badan Pengkajian dan Penerapan Teknologi... 
  6. Sarwono, Edi. «PANGKAT PUNCAK PEGAWAI NEGERI SIPIL» (em indonésio). BPBD Kabupaten Cilacap. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  7. Firdausi, Fadrik Aziz (27 de março de 2018). «Kelalaian yang Membuat Situ Gintung Jebol». tirto.id (em indonésio). Consultado em 17 de junho de 2019 
  8. Topsfield, Jewel (6 de dezembro de 2017). «The crisis manager handling Bali's Mt Agung eruption one tweet at a time» [O gerente de crise lidando com a erupção do Monte Agung em Bali, um tweet de cada vez]. The Sydney Morning Herald (em inglês). Consultado em 7 de agosto de 2018 
  9. a b Paddock, Richard C. (28 de dezembro de 2018). «He Helped Indonesia Through a 'Year of Disasters,' While Facing His Own» [Ele ajudou a Indonésia através de um 'Ano de Desastres', enquanto enfrentava os seus próprios]. The New York Times. Consultado em 29 de dezembro de 2018 
  10. Lamb, Kate (17 de novembro de 2018). «Indonesia's love affair with its dying natural disaster spokesman». The Guardian (em inglês). Consultado em 17 de novembro de 2018 
  11. «Popular Indonesian disaster information chief Sutopo battling lung cancer». The Straits Times (em inglês). 13 de fevereiro de 2018. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  12. «Gubernur Jabar Raih Penghargaan Demokrasi». ANTARA News Jawa Barat (em indonésio). 23 de março de 2014. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  13. «'The First Responders' are The Straits Times' Asians of the Year 2018» ['O socorristas' são asiáticos do The Straits Times do ano de 2018]. The Straits Times (em inglês). 28 de novembro de 2018. Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  14. «BPBD DKI Dihujat Ahok, Begini Tanggapan Sutopo». Republika (em indonésio). 23 de abril de 2016. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  15. Sari, Nursita (29 de junho de 2017). «Ultah ke-51, Ahok Dipuji soal Penanggulangan Banjir dari BNPB». KOMPAS (em indonésio). Consultado em 7 de agosto de 2018 
  16. Barker, Anne (19 de janeiro de 2019). «He's spent his working life helping save people from natural disasters – now he's dying» [Ele passou sua vida trabalhando ajudando a salvar pessoas de desastres naturais - agora ele está morrendo]. ABC News (em inglês). Consultado em 17 de junho de 2019 
  17. Batubara, Herianto (5 de março de 2018). «Cerita Pahit Sutopo BNPB soal Gelar Profesor Risetnya yang Kandas». Detik (em indonésio). Consultado em 7 de agosto de 2018 
  18. Agence France-Presse (4 de outubro de 2018). «Indonesia earthquake: Cancer-stricken disaster spokesperson battles on». Rappler. Consultado em 8 de julho de 2019 
  19. Kusumaningtyas, Shela (16 de fevereiro de 2018). «Sutopo BNPB, Cerita tentang Kanker Paru dan Semangatnya yang Tak Padam». KOMPAS (em indonésio). Consultado em 6 de agosto de 2018 
  20. «Basarnas Segera Evakuasi Korban KM Lestari Maju». Bisnis Indonesia (em indonésio). 3 julho 2018. Consultado em 6 de agosto de 2018 
  21. «The Latest: Lombok quake death toll rises to 98». The Washington Post (em inglês). 6 de agosto de 2018. Consultado em 6 de agosto de 2018 
  22. «Kanker Menyebar ke Tulang, Sutopo Berobat ke Guangzhou China». liputan6.com (em indonésio). 15 de junho de 2019. Consultado em 1 de junho de 2019 
  23. «Kepala Pusdatinmas BNBP Sutopo Purwo Nugroho Meninggal Dunia di China». KOMPAS.com (em indonésio). 6 de julho de 2019. Consultado em 6 de julho de 2019 
  24. Adi, Ganug Nugroho (8 de julho de 2019). «Mourners grieve loss of 'exceptional' BNPB spokesman during Boyolali hometown funeral». The Jakarta Post (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2019 

Notas