Suzana Amaral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Suzana Amaral
Nascimento 28 de março de 1932 (85 anos)
São Paulo
Nacionalidade Brasil Brasileira
Ocupação Cineasta e roteirista
Outros prêmios
Prêmio ABL de Cinema (2011)
IMDb: (inglês)

Suzana Amaral (São Paulo, 28 de março de 1932[1]) é cineasta e roteirista brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Suzana Amaral começou a carreira no final da década de sessenta quando, já mãe de nove filhos e quase avó, prestou vestibular para o curso de Cinema na Escola de Comunicação e Arte da USP. Concluída a graduação, cursou pós-graduação na NYU em direção em Nova Iorque.

Já filmou mais de cinquenta documentários de curta-metragens para o extinto programa Câmera Aberta da TV Cultura. Em 1979 foi premiada no Festival de Brasília com o curta Minha Vida, Nossa Luta (melhor filme), obra que serviu de pano de fundo e inspiração para a luta pelas creches da periferia de São Paulo. Em 1986, a atriz Marcélia Cartaxo, protagonista de seu filme A hora da estrela, baseado na obra de Clarice Lispector, ganhou o prêmio de melhor atriz no Festival de Berlim.

Filmou o longa-metragem Uma vida em segredo, em 2001. Atualmente, terminou o filme Hotel Atlântico (2009), adaptação do romance homônimo, de João Gilberto Noll e dá aulas na FAAP e consultoria de roteiros.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Ela é uma adoradora dos filmes de Bollywood e disse que gostaria que mais dessas produções viessem para o Brasil. Suzana também tem 9 filhos e é seguidora do Budismo.[2]

Referências

  1. «Suzana Amaral». Mulheres do Cinema Brasileiro. Consultado em 14 de abril de 2012. Suzana Amaral nasceu em São Paulo em 1932. 
  2. «Bollywood should come to Brazil: Suzana Amaral» (em inglês). Syfy. 23 de setembro de 2009. Consultado em 10 de abril de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cineasta é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.