Saltar para o conteúdo

TUE Série 9500 (CPTM)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
TUE Série 9500 (CPTM)

Trem Unidade Elétrico Hyundai Rotem Serie 9500
----

Visão interna. Passagem livre entre carros.
----
Fabricante Hyundai Rotem
Fábrica Brasil Araraquara, São Paulo, Brasil
Período de construção 2017 - 2019
Entrada em serviço 2017
Total construídos 30
Total em serviço 30[1]
Formação 8 carros (operando com GANGWAY acoplados cada)
Capacidade 2.600 passageiros por TUE
Operador CPTM
Depósitos
  • Pátio Jundiaí
  • Estacionamento Francisco Morato
  • Pátio Lapa
Linhas Rubi
Turquesa

Anteriores:
Jade

Especificações
Comprimento Total 170 m[2]
Altura 4,545 m[2]
Altura do Piso 1,335 m[2]
Portas 8 por carro (4 de cada lado)
Velocidade máxima 90 km/h[2]
Aceleração 0,90 m/s2[2]
Desaceleração Serviço: 1,10 m/s2
Emergência: 1,20 m/s2[2]
Tipo de tração elétrica (corrente alternada)
Hyundai Rotem IGBT - VVVF
RVS10001DQ0[2]
Motor motores assíncronos AC
Hyundai Rotem HRTM-IFS-270A[2]
Potência 4.320 kW[2]
Tipo de transmissão elétrica
Tipo de climatização ar condicionado
Alimentação 3000 Vcc[2]
Captação de energia Catenária[2]
Classificação UIC Bo′Bo′+2′2′+2′2′+Bo′Bo′+Bo′Bo′+2′2′+2′2′+Bo′Bo′
Bitola 1.600 mm

O TUE Série 9500 (CPTM) é um trem unidade elétrico pertencente à frota do Trem Metropolitano de São Paulo, fabricado pela Hyundai Rotem entre os anos de 2017-2019.[3]

Em julho de 2013, o consórcio formado pela empresa brasileira IESA e a sul-coreana Hyundai Rotem venceu a concorrência para fornecer 30 trens, com oito vagões cada (totalizando 240 carros), à CPTM. O valor do projeto era de 789 milhões de reais e a fabricação deveria ser executada em até 36 meses:[4][5]


Fabricante/série Quantidade (TUE) Valor do contrato Prazo original (última unidade) Atraso (em relação ao prazo original)
CAF/Série 8500 35 R$ 1 bilhão junho de 2016 (35 meses) novembro de 2019 (

(39 meses)

Hyundai Rotem-IESA/Série 9500 30 R$ 788 milhões julho de 2016 (35 meses) maio de 2019 (34 meses)

Com data limite para a entrega em julho de 2016, o primeiro trem chegou ao país somente em janeiro do mesmo ano, após um longo atraso em que a Hyundai Rotem precisou mudar seus planos, quando a sua parceira nacional IESA, teve que sair do negócio por conta de falência. A IESA é quem faria a montagem dos trens no Brasil para a empresa sul-coreana. Logo a encomenda dos 22 trens da Série 9500 ficou atrasada[6].

Com a saída da IESA, a Hyundai Rotem decidiu construir uma fábrica própria em Araraquara (SP) para produzir as composições da encomenda. Em março de 2016, a empresa investiu R$ 100 milhões na inauguração de sua primeira fábrica na América Latina, que hoje já é a segunda maior unidade da companhia no mundo[7][8]. Os primeiros trens tiveram de ser montados na Ásia e finalizados em regime CKD na nova fábrica da empresa no interior paulista.[9] Naquele momento, o representante da Rotem no Brasil afirmou para a imprensa que "não sabe quantos trens foram fabricados até o momento, mas tem ciência de que pelo menos um foi entregue e que está em fase de testes na CPTM".[10]

Após longos testes para homologação e certificação do modelo, enfim em junho de 2017, a empresa pôde colocar em operação o primeiro trem da Série 9500[11]. A partir de então, a empresa negociou um novo prazo e passou a entregar regularmente as composições.[12] O último trem foi entregue pela Rotem em 25 de fevereiro de 2019, com a fábrica entrando em recesso por falta de novas encomendas.[13]

O atraso de trinta e quatro meses na entrega da frota fez a CPTM multar a Hyundai Rotem em R$ 4,27 milhões.[14] Para diminuir o atraso nas entregas, a Rotem também desrespeitou a legislação trabalhista e, após ação do Ministério Público do Trabalho (MPT), foi condenada pela Justiça do Trabalho a uma multa de 1 milhão de reais.[15][16] Após um acordo de conciliação entre o MPT e a Rotem, a multa foi reduzida para 400 mil reais.[17]

Posteriormente a Rotem perdeu uma concorrência para o fornecimento de sessenta e dois carros de passageiros para a Vale S.A.. A Vale escolheu a empresa chinesa CRRC Qingdao Sifang, gerando protesto do presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer) e especulações na imprensa sobre o quanto as falhas e atrasos na entrega dos trens Série 9500 pesaram na escolha da Vale.[18]

Ano Quantidade
2017 9
2018 15
2019 6
Total 30

Três composições já circularam pela Linha 13–Jade, mas atualmente todas elas operam somente nas linhas 7–Rubi e 10–Turquesa.[19][20][21] Abaixo consta a tabela com a relação dos trens entregues, contendo a numeração, data inicial de operação, linha na qual opera e notas.

Numeração Linha de Operação Data de Operação
9505-9508 Rubi
Turquesa
13/06/2017[22]
9509-9512 04/08/2017[22]
9513-9516 14/07/2017[22]
9517-9520 17/10/2017[22]
9521-9524 26/09/2017[22]
9525-9528 06/11/2017[22]
9529-9532 06/12/2017[22]
9533-9536 29/12/2017[22]
9537-9540 24/01/2018[22]
9541-9544 15/03/2018[23]
9545-9548 06/04/2018[24]
9549-9552 25/05/2018[25]
9553-9556 10/05/2018[26]
9557-9560 15/06/2018[27]
9561-9564 19/07/2018[19]
9565-9568 23/08/2018[22]
9569-9572 03/10/2018[22]
9573-9576 31/08/2018[22]
9577-9580 25/10/2018[28]
9581-9584 10/12/2018[29]
9585-9588 08/11/2018[30]
9593-9596 28/12/2018[31]
9597-9600 21/03/2019[32]
9601-9604 21/03/2019[32]
9605-9608 09/04/2019[33]
9609-9612 28/05/2019[34]
9613-9616 27/06/2019[35]
9617-9620 28/05/2019[34]
9501-9504 06/12/2017
9589-9592 26/11/2018[36]

Acidentes e incidentes

[editar | editar código-fonte]
  • 17 de dezembro de 2018 - Descarrilamento durante manobra no Pátio Lapa. Sem vítimas[37]

Referências

  1. Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (2019). «Frota Operacional». Relatório Integrado da Administração, páginas 20 e 21. Consultado em 7 de abril de 2020 [ligação inativa] 
  2. a b c d e f g h i j k Audiência Pública (PDF) (Relatório). CPTM 
  3. Ricardo Meier (26 de fevereiro de 2019). «Último trem da série 9500 da CPTM é finalizado pela Hyundai Rotem». Metrô-CPTM. Consultado em 24 de julho de 2019 
  4. Roberta Vilas Boas (18 de julho de 2013). «Consórcio com Inepar vence licitação para fornecer trens à CPTM». G1. Consultado em 23 de julho de 2018 
  5. Márcio Pinho (15 de julho de 2013). «SP compra 65 trens por R$ 1,8 bilhão em licitação internacional». G1. Consultado em 23 de julho de 2019 
  6. Fernanda Manécolo; Tom Oliveira (4 de setembro de 2016). «Iesa passa por crise, beira falência e deve demitir mais até o final do ano». araraquara.com. A Cidade On. Consultado em 23 de julho de 2018 
  7. «Hyundai Rotem entrega mais um trem à CPTM». Porto Gente. 18 de julho de 2017. Consultado em 23 de julho de 2018 
  8. Valor Econômico (9 de março de 2016). «Hyundai Rotem conclui fábrica de trens em SP». InvestSP - Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade. Consultado em 29 de julho de 2023 
  9. Ricardo Méier (26 de janeiro de 2016). «Chega ao Brasil o primeiro trem da Série 9500 da CPTM». Metrô CPTM. Consultado em 29 de julho de 2023 
  10. Wallace Lara (4 de outubro de 2016). «Promotoria quer multar empresas por atraso na entrega de trens à CPTM». g1. Consultado em 29 de julho de 2023 
  11. Ricardo Méier (13 de junho de 2017). «Série 9500 entra em operação na Linha 7-Rubi». Metrô CPTM. Consultado em 23 de julho de 2018 
  12. Valor Econômico (27 de julho de 2017). «Hyundai negocia novo prazo para atender CPTM». ANPTrilhos. Consultado em 29 de julho de 2023 
  13. «Na entrega de trem da CPTM, presidente da Câmara lamenta não haver novas encomendas». Câmara Municipal de Araraquara. 25 de fevereiro de 2019. Consultado em 29 de julho de 2023 
  14. Estadão (15 de agosto de 2016). «Governo impõe multa de R$ 12 milhões por atraso na entrega de trens da CPTM». Época Negócios. Consultado em 24 de julho de 2019 
  15. «Justiça condena Hyundai-Rotem em R$ 1 milhão por excesso de horas extras e falta de descanso». G1 São Carlos e Araraquara. 13 de fevereiro de 2019. Consultado em 29 de julho de 2023 
  16. «Hyundai-Rotem é condenada em R$ 1 milhão por excesso de horas extras e supressão de descanso semanal». Ministério Público do Trabalho em Campinas - PRT 15ª Região. Consultado em 29 de julho de 2023 
  17. «MPT e Hyundai-Rotem se conciliam em processo sobre jornada excessiva». Ministério Público do Trabalho em Campinas - PRT 15ª Região. Consultado em 29 de julho de 2023 
  18. Ricardo Méier (9 de junho de 2022). «Trens chineses podem ser duros concorrentes na encomenda de 44 unidades do Metrô de São Paulo». 29 de julho de 2023 
  19. a b Renato Lobo (18 de julho de 2018). «CPTM recebe novos trens e companhia realoca unidades entre linhas». Via Trólebus 
  20. Ricardo Meier (26 de agosto de 2018). «A "dança" dos trens da Linha 13-Jade». Metrô CPTM. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  21. «Frota de Trens». Companhia Paulista de Trens Metropolitanos. Consultado em 4 de agosto de 2019 
  22. a b c d e f g h i j k l «Entrega e Operação dos Trens» (PDF). CPTM. Cópia arquivada (PDF) em 2 de julho de 2018 
  23. «CPTM recebe 35º novo trem». CPTM. 15 de março de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018. Cópia arquivada em 17 de junho de 2018 
  24. «CPTM recebe 37º novo trem». CPTM. 6 de abril de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018. Cópia arquivada em 16 de junho de 2018 
  25. «40º novo trem entra em operação na CPTM». CPTM. 25 de maio de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018. Cópia arquivada em 17 de junho de 2018 
  26. «CPTM recebe 39º novo trem». CPTM. 10 de maio de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018. Cópia arquivada em 17 de junho de 2018 
  27. «CPTM recebe 42º novo trem». CPTM. 15 de junho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018. Cópia arquivada em 17 de junho de 2018 
  28. «Linha 7-Rubi recebe mais um trem novo». CPTM. 27 de outubro de 2018. Consultado em 26 de janeiro de 2019 
  29. «CPTM entrega mais um trem novo para Linha 7-Rubi». CPTM. 10 de dezembro de 2018. Consultado em 26 de janeiro de 2019 
  30. «CPTM entrega mais um trem novo para Linha 7-Rubi». CPTM. 8 de novembro de 2018. Consultado em 26 de janeiro de 2019 
  31. «CPTM entrega mais um trem novo para a Linha 7-Rubi». CPTM. 28 de dezembro de 2018. Consultado em 26 de janeiro de 2019 
  32. a b «CPTM entrega mais dois novos trens à Linha 7-Rubi». CPTM. 21 de março de 2019. Consultado em 22 de março de 2019 
  33. «Governo de SP amplia Expresso Leste-Mogi, que passa a operar em horário integral». Companhia Paulista de Trens Metropolitanos. 10 de abril de 2019. Consultado em 10 de abril de 2019 
  34. a b «CPTM completa 27 anos e entrega dois novos trens à população». Companhia Paulista de Trens Metropolitanos. 28 de maio de 2019. Consultado em 29 de maio de 2019 
  35. «CPTM conclui entrega dos novos trens para a Linha 7-Rubi». CPTM. 27 de junho de 2019. Consultado em 28 de junho de 2019 
  36. «CPTM entrega mais 2 trens novos». CPTM. 26 de novembro de 2018. Consultado em 26 de janeiro de 2019 
  37. Renato Lobo (17 de dezembro de 2018). «Trem da série 9500 descarrila em pátio da CPTM». São Paulo: Via Trolebus. Consultado em 18 de dezembro de 2018 

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre TUE Série 9500 (CPTM)