Tárique

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Tariq)
Ir para: navegação, pesquisa
Tárique ibne Ziade
Tárique segundo Theodor Hosemann (1807–1875)
Nascimento c. 670
Morte 720 (50 anos)
Damasco, na Síria
Ocupação líder militar
Al-Andalus em 910

Tárique ibne Ziade (em árabe: طارق بن زياد; transl.: Tārik ibn Ziyād; ca. 670720) foi um estratega e general do exército omíada. Provavelmente de origem berbere, comandou, em 711, a conquista da Península Ibérica, ocupada até então pelos visigodos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É possível que Tárique tenha sido um escravo liberto de Muça ibne Noçáir, governador do Norte de África (Magrebe). Muça incumbiu-o de defender a posição de um grupo de herdeiros do rei Vitiza, uma facção inimiga do Reino Visigótico, com altas posições na hierarquia visigótica.[1] A 30 de abril de 711, o exército de Tárique desembarcou no rochedo a que, posteriormente, se chamou Jabal Tárique ("monte de Tárique"), que hoje é conhecido como Gibraltar. Depois de ter todo o exército em terra, conta-se que mandou queimar os navios e teria dito aos seus soldados:

As tropas mouras, quase unicamente constituídas por berberes, invadiram o reino visigótico e obtiveram uma vitória decisiva a 19 de julho de 711, na Batalha de Guadalete (em Jerez de la Frontera), onde foi morto o rei Rodrigo. Seguiram-se as tomadas de Córdoba e de Toledo, em outubro do mesmo ano. Pouco depois receberia reforços de Muça ibne Noçáir. Com este, apoderou-se de quase toda a península. A tomada de Saragoça é o marco do final desta conquista. Tárique teria sido governador das terras conquistadas, mas por pouco tempo. Muça teve contratempos políticos e Tárique o acompanhou de volta a Damasco, onde Tárique morreu em 720.

Referências

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Tárique

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História da Península Ibérica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.