The Naked Jungle

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Naked Jungle
Marabunta (PT)
A selva nua (BR)
 Estados Unidos
1954 •  cor •  95 min 
Direção Byron Haskin
Roteiro Ranald MacDougall
Ben Maddow
Philip Yordan
Carl Stephenson (história)
Elenco Eleanor Parker
Charlton Heston
Abraham Sofaer
William Conrad
Gênero Aventura
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Naked Jungle (Marabunta (título em Portugal) ou A Selva Nua (título no Brasil))[1] [2] é um filme norte-americano de 1954 dirigido por Byron Haskin e produzido por George Pal. O roteiro é baseado no conto ""Leiningen Versus the Ants" de Carl Stephenson [3] que conta uma história de um ataque de formigas legionárias a uma plantação de cacau na Amazônia.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Eleanor Parker...Joanna Leiningen
  • Charlton Heston...Christophe Leiningen
  • Abraham Sofaer...Incacha
  • William Conrad...Oficial Clayton
  • Romo Vincent...Capitão do navio
  • Douglas Fowley...doutor
  • John Dierkes...Gruber
  • Leonard Strong...Kutina
  • Norma Calderón...Zala

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1901, a jovem viúva Joanna viaja de Nova Orleans até a Amazônia para conhecer o homem com quem casara por correspondência, o dono de plantação Christopher Leiningen. Apesar de ambos se sentirem atraídos, o homem se decepciona ao saber que ela já fora casada e pede que volte para os Estados Unidos. Até que o oficial Clayton chega e avisa que a selva está ameaçada pela misteriosa Marabunta, que depois se revela ser um ataque de um exército de formigas legionárias. Esses vorazes insetos seguem na direção da plantação de Christopher, que tenta de todas as maneiras salvá-la, ajudado por Joanna e seus empregados nativos.

Notas[editar | editar código-fonte]

A verdadeira "Marabunta" não ocorre exatamente como mostrado no filme. Essas formigas não hibernam por 27 anos e não comem grandes vertebrados. São acompanhadas por aves Thamnophilidae e vários outros pássaros que se alimentam dos restos deixados para trás.

William Conrad, que interpretou Leiningen numa adaptação para o rádio de 1948, no programa Escape, aparece no filme como um policial [4] .

O "som" das formigas devorando tudo em seu caminho foi criado por uma roda de palha num copo de água com gelo picado, que depois foi amplificado.

As cenas da maior parte da fuga pelo Rio Negro bem como a explosão da ponte com dinamite e comportas, são de uma segunda unidade que operou em Florahome (Flórida), de acordo com IMDb.

Referências

  1. Cinema Sapo, sítio português
  2. Interfilmes, site brasileiro
  3. resenha de Bosley Crowther nytimes.com. Recuperado em 8 de agosto de 2013
  4. Radio drama escape-suspense.com. Recuperado em 8 de agosto de 2013

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Programa de rádio

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.