The Woman in Red

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Woman in Red
A Mulher de Vermelho[1] (PRT)
A Dama de Vermelho[2] (BRA)
 Estados Unidos
1984 •  cor •  86 min 
Direção Gene Wilder
Produção Victor Drai
Roteiro Gene Wilder
Yves Robert
Jean-Loup Dabadie
Baseado em Pardon Mon Affaire ou Un éléphant ça trompe énormément de Yves Robert
Elenco Gene Wilder
Charles Grodin
Joseph Bologna
Judith Ivey
Michael Huddleston
Kelly LeBrock
Gilda Radner
Gênero comédia romântica
Música John Morris
Stevie Wonder
Cinematografia Fred Schuler
Edição Christopher Greenbury
Companhia(s) produtora(s) Woman in Red Productions[3]
Distribuição Orion Pictures
Lançamento Estados Unidos 15 de agosto de 1984
Idioma inglês
Receita US$ $25.3 milhões[4]
Página no IMDb (em inglês)

The Woman in Red (A Mulher de Vermelho (título em Portugal) ou A Dama de Vermelho (título no Brasil)) é um filme americano de 1984, do gênero comédia romântica, escrito e dirigido por Gene Wilder. Wilder também escreveu o roteiro, adaptando-o do filme de Yves Robert, Pardon Mon Affaire (Un éléphant ça trompe énormément). É co-estrelado por Charles Grodin, Gilda Radner, Joseph Bologna, Judith Ivey e Kelly LeBrock. O filme ganhou publicidade para Kelly LeBrock, uma modelo da vida real fazendo sua estreia na tela, particularmente para a cena do vestido voando com o vento, uma variação da pose icônica de Marilyn Monroe em The Seven Year Itch.

O prédio onde Charlotte vive é o na vida real Brocklebank Apartments na 1000 Mason Street em São Francisco, Califórnia, é o mesmo usado como residência de Kim Novak no filme Vertigo.[5] Melanie Griffith desistiu do papel de Charlotte para viver Holly no filme Body Double.[5] O homem que posa de piloto na foto como marido de Charlotte é o roteirista Jean-Loup Dabadie, que escreveu o filme francês original que inspirou este remake.[5]

A música do filme é de John Morris e as canções de Stevie Wonder, cantadas por Stevie Wonder e Dionne Warwick. O filme ganhou um Oscar de Melhor Canção Original por "I Just Called to Say I Love You", interpretado por Stevie Wonder. A canção recebeu uma indicação para a lista das melhores canções de filmes estadunidenses segundo o American Film Institute.[6]

The Woman in Red foi lançado pela Orion Pictures nos Estados Unidos em 15 de agosto de 1984.[7] O filme foi originalmente lançado em VHS, LaserDisc e depois em DVD.[8][9] Nos EUA e no Canadá, Kino Lorber lançou em Blu-ray em 2017 com um trailer e uma faixa de comentários em áudio do crítico e cineasta Jim Hemphill.[10] Em janeiro de 2019, um Blu-ray alemão foi lançado.[11]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O executivo Teddy Pierce sempre andou na linha... até conhecer a dama de vermelho. Com pernas maravilhosas e um estilo de arrasar, a sexy Charlotte é tudo aquilo que a fantasia ousa imaginar. Teddy está fadado a se encrencar, após ter decidido ceder, só esta única vez, à tentação, e ele está ansioso pelo momento mais romântico de sua vida. Mas o que Teddy não pode antever são as hilárias complicações que ocorrem quando seus amigos, sua secretária e o marido de Charlotte se envolvem na história.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1985 (EUA)

  • Ganhou o Oscar de melhor canção original ("I Just Called to Say I Love You").

Globo de Ouro 1985 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor canção original ("I Just Called to Say I Love You").

BAFTA 1985 (Reino Unido)

  • Recebeu uma indicação na categoria de melhor canção original ("I Just Called to Say I Love You").

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Foi um dos primeiros filmes lançados a receber a classificação de censura PG-13, que havia sido recentemente criada.[5]
  • Refilmagem de O Doce Perfume do Adultério, de 1976.[5]

Dublagem no Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, o filme foi dublado na época do seu lançamento pelo estúdio Herbert Richers e traz as vozes de Mário Monjardim (Gene Wilder), Mário Jorge (Charles Grodin), Sumara Louise (Kelly LeBrock), Júlio César (Joseph Bologna), Carmen Sheila (Judith Ivey), Hélio Ribeiro (Michael Huddleston) e Maria Helena Pader (Gilda Radner). A dublagem inclui ainda as vozes de Paulo Flores, Teresa Cristina, Francisco José, Ilka Pinheiro, Jomery Pozolli, Newton Apollo e Orlando Prado.

Referências

  1. As mulheres de vermelho são mais atraentes? Sim. E não. Público
  2. A Dama de Vermelho Telecine Play
  3. The Woman in Red - AFI | Catalog
  4. The Woman in Red (em inglês) no Box Office Mojo
  5. a b c d e A Dama de Vermelho AdoroCinema
  6. «AFI's 100 Years...100 Songs Nominees» (PDF). Consultado em 5 de agosto de 2016 
  7. SCREEN: WOMAN IN RED | 15 Aug 1984 | By JANET MASLIN
  8. LaserDisc Database - Woman in Red
  9. The Woman in Red | DVD | United States | Metro-Goldwyn-Mayer | 1984 | 87 min | Rated PG-13 | Jan 07, 2003
  10. The Woman in Red | Blu-ray | United States | Kino Lorber | 1984 | 87 min | Rated PG-13 | Nov 28, 2017
  11. The Woman in Red | Blu-ray | Germany | Die Frau in Rot | Studio Hamburg Enterprises | 1984 | 87 min | Rated FSK-12 | Jan 25, 2019

Ligações externas[editar | editar código-fonte]