Theodoro De Bona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Theodoro de Bona (Morretes, 11 de junho de 1904 - Curitiba, 20 de setembro de 1990) foi pintor, escritor e professor brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou seus estudos de desenho no Colégio Bom Jesus de Curitiba em 1912. No período de 1922 a 1927, teve aulas de pintura com Alfredo Andersen, época em que conviveu com Estanislau Traple e Waldemar Curt Freyesleben. Em 1927, ganhou a bolsa de estudos do Estado do Paraná e foi para a Itália estudar na Real Academia de Belas Artes de Veneza. Retornou a Curitiba em 1936. Entre 1960 e 1970, deu aulas de desenho e pintura na Escola de Música e Belas Artes do Paraná, onde também foi diretor. Recebeu o título de Cidadão Honorário de Curitiba, em 1981, e a Comenda Honorífica da Ordem do Mérito da República Italiana, em 1983. Faleceu em Curitiba em 1990[2][3][4][5].

Documentários sobre Theodoro de Bona[editar | editar código-fonte]

  • Werner Schumann. De Bona - Caro Nome - Theodoro de Bona (1990) - Documentário dirigido por Werner & Willy Schumann com narração de José Wilker e edição de Eduardo Pioli Alberti. (filme vencedor do Premio Fiat 1991). O documentário está disponivel na íntegra no YouTube (30 minutos).[6]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Filme: «De Bona - Caro Nome». Consultado em 17 de abril de 2012 
  2. De Bona, Theodoro (1904 - 1990) Enciclopédia Itaú Cultural
  3. Theodoro De Bona (1904-1990) MUVI - Museu Virtual
  4. Teodoro De Bona (1904-1990) Site Pitoresco
  5. MAC Faz Homenagem ao Centenário do Pintor Portal Paraná-Online
  6. Filme: «De Bona - Caro Nome». Consultado em 17 de abril de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.