Tomás Seymour, 1.º Barão Seymour de Sudeley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Tomás Seymour, 1.º Barão Seymour de Sudeley
Nascimento 1508
Morte 20 de março de 1549 (41 anos)
Residência Winchcombe
Cidadania Reino da Inglaterra
Progenitores Pai:João Seymour
Cônjuge Catarina Parr
Filho(s) Maria Seymour
Ocupação diplomata
Causa da morte decapitação

Tomás Seymour, 1.º Barão Seymour de Sudeley (nascido Thomas Seymour; Wulfhall, c. 1508 – Tower Hill, 20 de março de 1549) foi um político inglês, filho de Sir John Seymour e Margery Wentworth. Ele era irmão de Jane Seymour, a terceira esposa de Henrique VIII de Inglaterra. Foi criado barão pelo rei, devido ao estatuto da sua família, e foi marido de Catarina Parr, última esposa do rei. Caiu em desgraça, sendo executado por traição, e decapitado na Torre de Londres.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.