Triângulo equilátero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Triângulo Equilátero
Regular polygon 3 annotated.svg
Triângulo Equilátero
Tipo Polígono regular
Arestas e Vértices 3
Símbolo de Schläfli {3}
Diagrama de Coxeter-Dynkin CDel node 1.pngCDel 3.pngCDel node.png
Grupo de simetria Diedral (D3)
Área
Ângulo interno (graus) 60°

Em geometria, um triângulo equilátero é todo triângulo em que os três lados são iguais [Geometria euclidiana|, triângulos equiláteros também são equiangulares, isto é, todos os três ângulos internos são congruentes um com o outro e medem . Eles são polígonos regulares, e, portanto, podem também serem referidos como triângulos regulares.

Principais evoluções[editar | editar código-fonte]

Triângulo equilátero

Assumindo que os comprimentos dos lados do triângulo são , podemos determinar através do Teorema de Pitágoras que:

  • A área é
  • O perímetro
  • O raio do círculo circunscrito é
  • O raio do círculo inscrito é
  • O centro geométrico do triângulo está no centro dos círculos circunscritos e inscritos
  • A altura a partir de qualquer lado é .

Muitas dessas relações podem ser escritas em função da altura (), que será comum aos três lados:

  • A área é
  • O raio do círculo circunscrito é
  • O Apótema do círculo que circunscreve o triângulo é

Em um triângulo equilátero, as alturas, as bissetrizes, as mediatrizes e as medianas de cada lado, afinal das contas essas partes são as principais!