Troféu HQ Mix - Pesquisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Troféu HQ Mix - Pesquisa
Local São Paulo
País  Brasil
Primeira cerimónia 1989
Detentor ACB e IMAG
Sítio oficial

Pesquisa é uma das premiações do Troféu HQ Mix, prêmio brasileiro dedicado aos quadrinhos que é realizado desde 1989. São três as categorias relacionadas: "Trabalho de conclusão de curso", "Dissertação de Mestrado" e "Tese de Doutorado".

História[editar | editar código-fonte]

Em 1989, na primeira edição do Troféu HQ Mix, houve uma premiação na categoria "Pesquisa" para a tese de doutorado "O poder de difusão das histórias em quadrinhos japonesas como reflexo da sociedade nipônica", de Sonia Luyten. Depois disso, apenas em 1997 a categoria foi novamente premiada, dessa vez para a pesquisa independente (sem vinculação acadêmica) "A incrível guerra dos gibis", de Gonçalo Junior, que quase dez anos depois deu origem ao livro "A Guerra dos Gibis - a formação do mercado editorial brasileiro e a censura aos quadrinhos, 1933-1964" (premiado como melhor livro teórico no Troféu HQ Mix de 2005).[1][2][3]

Os prêmios ligados às pesquisas são definidos por uma comissão julgadora em conjunto com um júri especial. A premiação se tornou regular (e exclusivamente acadêmica) a partir de 2004, sendo que, em 2007, foi subdividida nas categorias "Trabalho de conclusão de curso" (para pesquisas feitas por graduandos de quaisquer cursos), "Dissertação de Mestrado" e "Tese de Doutorado". Apenas em 2010 e 2012 não houve premiação para a categoria "Tese de Doutorado" pelo fato de só ter havido um único inscrito, que não obteve a pontuação mínima exigida pela comissão julgadora.[4][5][6]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Pesquisa[editar | editar código-fonte]

Ano Pesquisa Autor(a) Instituição Nota
1989 O poder de difusão das histórias em quadrinhos japonesas como reflexo da sociedade nipônica Sonia Luyten USP [1]
1997 A incrível guerra dos gibis Gonçalo Junior [1]
1998 Phenix Wagner Augusto [1]
2002 Uma história do Brasil através da caricatura: 1840-2001 Renato Lemos, organizador editoras Bom Texto e Letras & Expressões [7]
2004 O Tico-Tico: um marco nas histórias em quadrinhos no Brasil (1905-1962) Maria Cristina Merlo USP [4]
2005 A escrita plástica, desenho, pensamento e conhecimento Luiz Gê [3]
2006 Humor e populismo: o desafio diário nas charges de Nelo Lorenzon (1948-1960) Andréa Araújo Nogueira [8]

Trabalho de Conclusão de Curso[editar | editar código-fonte]

Ano Pesquisa Autor(es) Instituição Nota
2007 HQ: a nona arte Daniela de Andrade Santana, Janaina Guimarães Monteiro, Priscila Sodré Portilho da Silva e Vivian Lima Conesa Anhembi [5]
2008 Na Bodega, Colóquio Ilustrado Gil Tókio USP [9]
2009 A quarta dimensão do trabalho de Breccia Pedro Franz Broering UFSC [10]
2010 As Histórias em quadrinhos e o cinema: as artes irmãs Adriano Di Benedetto USP [11]
2011 Letras, por Quixote de Cerveisner - estudo comparativo entre o capítulo VIII do Quixote de Cervantes e sua adaptação para os quadrinhos por Will Eisner Leonardo Poglia Vidal Unisinos [12]
2012 Traços e rabiscos nos anos 80 - o trabalho de Henfil na década da transição Fernanda de Alcântara Pestana e Luciana Fernandes dos Reis Cásper Líbero [13]
2013 Jean Monteiro [14]
2014 A trajetória de Kamui Shirou: a representação da sociedade japonesa refletida nos mangás Luiz Henrique Bezerra PUC-PR [15]
2015 Histórias em quadrinhos online: a prototipagem da webcomic "Frankestino" Maria Fernanda Milão Fuscaldo PUC-RS [16]
2016 'A representação da Segunda Guerra Mundial em Alguns Quadrinhos Japoneses Renan Suchmacher UFRJ [17]
2017 Web Série Vozes e Traços O Novo Cenário Brasileiro de HQs Bruna Penilhas, Daniel Generalli, Juliana Frezarin e Lucas Alencar Umesp [18]

Dissertação de Mestrado[editar | editar código-fonte]

Ano Pesquisa Autor(a) Instituição Nota
2007 O ensino da arte e produção de histórias em quadrinhos no ensino fundamental João Marcos Parreira Mendonça UFMG [5]
2008 O desenho moderno de Saul Steinberg: obra e contexto Daniel Bueno USP [9]
2009 Considerações sobre sociedade e tecnologia a partir da poética e linguagem dos quadrinhos de Lourenço Mutarelli no período de 1988 a 2006 Líber Eugenio Paz UTFPR [10]
2010 Histórias em quadrinhos e o ensino de ciências nas séries iniciais: estabelecendo relações para o ensino de conteúdos curriculares procedimentais Mariana Vaitiekunas Pizarro Unesp [11]
2011 Suehiro Maruo: o sublime e o abjeto como estética da existência Marcia Casturino EBA-UFRJ [12]
2012 Entre a épica e a paródia: a (des)mistificação do gaucho nos quadrinhos de Inodoro Pereyra, el renegáu Priscila Pereira Unicamp [13]
2013 Educação para Abolição: charges e histórias em quadrinhos no Segundo Reinado Thiago Vasconcellos Modenesi UFPE [14]
2014 Entre álbum e leitor: traços da vida comum e do homem ordinário no movimento da nouvelle mangá Tiago Canário UFBA [15]
2015 Sindicalismo, Piratas e Cabelo Chanel: leituras e reciclagem cultural em obras Cláudio José Meneses de Oliveira [16]
2016 Falando de Quadrinhos: A Influência do Letreiramento nas Histórias em Quadrinhos Marjorie Yamada UnB [17]
2017 Tudo o que o cidadão deve saber: As Cartilhas e o Processo Civilizador Miguel Geraldo Mendes Reis PUC-Rio [18]

Tese de Doutorado[editar | editar código-fonte]

Ano Pesquisa Autor(a) Instituição Nota
2007 As histórias em quadrinhos como informação imagética integrada ao ensino universitário Gazy Andraus USP [5]
2008 O fato gráfico: o humor gráfico como gênero jornalístico Jorge Arbach [9]
2009 O potencial das histórias em quadrinhos na formação de leitores: busca de um contraponto entre os panoramas culturais brasileiro e europeu Valéria Aparecida Bari [10]
2011 Arquitetura e urbanismo, por Quem não chora não mama! - panorama do design gráfico brasileiro através do humor 1837-1931 José Mendes André [12]
2013 Comunicando a cidade em quadrinhos: do narrar ao fabular nos romances gráficos de Will Eisner Marília Santana Borges PUC-SP [14]
2014 O reencantamento do mundo em quadrinhos: Uma análise de Promethea, de Alan Moore e J. H. Wiliams III Carlos Manoel de Hollanda Cavalcanti UFRJ [15]
2015 Sindicalismo, Piratas e Cabelo Chanel: leituras e reciclagem cultural em obras Cláudio José Meneses de Oliveira UFBA [16]
2016 Os Sentidos dos Quadrinhos em Contexto Nacional-Popular (Brasil e Chile, Anos 1960 e 1970) Ivan Gomes UFF [17]
2017 Caricatas: Arte-Rostohumor-Experiência Camilo Riani Unesp [18]

Referências

  1. a b c d «Portal oficial do Trofeu HQ Mix» 
  2. «Review: A Guerra dos Gibis». Universo HQ 
  3. a b «Universo HQ Pentacampeão: confira os resultados do 17° HQ Mix». Universo HQ. 18 de julho de 2005 
  4. a b «Universo HQ é tetracampeão do HQ Mix em duas categorias». Universo HQ. 23 de junho de 2004 
  5. a b c d «Pela sétima vez consecutiva, Universo HQ e Sidney Gusman ganham o HQ Mix». Universo HQ. 2 de julho de 2007 
  6. [trofeu-hqmix.blogspot.com.br/2012/06/teses-os-vencedores.html «Teses, os vencedores»] Verifique valor |url= (ajuda). Blog OFICIAL do Troféu HQ Mix. 3 de julho de 2012 
  7. «Equipe do Universo HQ é biampeã do HQ Mix em duas categorias». Universo HQ. 11 de setembro de 2002 
  8. «Universo HQ e Sidney Gusman são hexacampeões do HQ Mix». Universo HQ. 5 de junho de 2006 
  9. a b c «Universo HQ é octacampeão do HQ Mix; confira todos os premiados». Universo HQ. 17 de julho de 2008 
  10. a b c «Confira os ganhadores do 21º HQ Mix». Universo HQ. 17 de agosto de 2009 
  11. a b «Conheça os vencedores do 22º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 29 de setembro de 2010 
  12. a b c «Divulgados os vencedores do 23º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 9 de setembro de 2011 
  13. a b «Divulgados os vencedores do prêmio HQ Mix 2012». Universo HQ. 19 de junho de 2012 
  14. a b c «Os vencedores do 25º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 19 de julho de 2013 
  15. a b c «A lista dos vencedores do 26° Troféu HQ Mix». Universo HQ. 8 de setembro de 2014 
  16. a b c «Os vencedores do 27º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 6 de agosto de 2015 
  17. a b c «Os vencedores do 28º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 15 de agosto de 2016 
  18. a b c «Divulgados os vencedores do 29° Troféu HQ Mix». Universo HQ. 1 de setembro de 2017