Troféu HQ Mix - Pesquisa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Troféu HQ Mix - Pesquisa
Local São Paulo
País  Brasil
Primeira cerimónia 1989
Detentor ACB e IMAG
Sítio oficial

Pesquisa é uma das premiações do Troféu HQ Mix, prêmio brasileiro dedicado aos quadrinhos que é realizado desde 1989. São três as categorias relacionadas: "Trabalho de conclusão de curso", "Dissertação de Mestrado" e "Tese de Doutorado".

História[editar | editar código-fonte]

Em 1989, na primeira edição do Troféu HQ Mix, houve uma premiação na categoria "Pesquisa" para a tese de doutorado "O poder de difusão das histórias em quadrinhos japonesas como reflexo da sociedade nipônica", de Sonia Luyten. Depois disso, apenas em 1997 a categoria foi novamente premiada, dessa vez para a pesquisa independente (sem vinculação acadêmica) "A incrível guerra dos gibis", de Gonçalo Junior, que quase dez anos depois deu origem ao livro "A Guerra dos Gibis - a formação do mercado editorial brasileiro e a censura aos quadrinhos, 1933-1964" (premiado como melhor livro teórico no Troféu HQ Mix de 2005).[1][2][3]

Os prêmios ligados às pesquisas são definidos por uma comissão julgadora em conjunto com um júri especial. A premiação se tornou regular (e exclusivamente acadêmica) a partir de 2004, sendo que, em 2007, foi subdividida nas categorias "Trabalho de conclusão de curso" (para pesquisas feitas por graduandos de quaisquer cursos), "Dissertação de Mestrado" e "Tese de Doutorado". Apenas em 2010 e 2012 não houve premiação para a categoria "Tese de Doutorado" pelo fato de só ter havido um único inscrito, que não obteve a pontuação mínima exigida pela comissão julgadora.[4][5][6]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Pesquisa[editar | editar código-fonte]

Ano Pesquisa Autor(a) Instituição Nota
1989 O poder de difusão das histórias em quadrinhos japonesas como reflexo da sociedade nipônica Sonia Luyten USP [1]
1997 A incrível guerra dos gibis Gonçalo Junior [1]
1998 Phenix Wagner Augusto [1]
2002 Uma história do Brasil através da caricatura: 1840-2001 Renato Lemos, organizador editoras Bom Texto e Letras & Expressões [7]
2004 O Tico-Tico: um marco nas histórias em quadrinhos no Brasil (1905-1962) Maria Cristina Merlo USP [4]
2005 A escrita plástica, desenho, pensamento e conhecimento Luiz Gê [3]
2006 Humor e populismo: o desafio diário nas charges de Nelo Lorenzon (1948-1960) Andréa Araújo Nogueira [8]

Trabalho de Conclusão de Curso[editar | editar código-fonte]

Ano Pesquisa Autor(es) Instituição Nota
2007 HQ: a nona arte Daniela de Andrade Santana, Janaina Guimarães Monteiro, Priscila Sodré Portilho da Silva e Vivian Lima Conesa Anhembi [5]
2008 Na Bodega, Colóquio Ilustrado Gil Tókio USP [9]
2009 A quarta dimensão do trabalho de Breccia Pedro Franz Broering UFSC [10]
2010 As Histórias em quadrinhos e o cinema: as artes irmãs Adriano Di Benedetto USP [11]
2011 Letras, por Quixote de Cerveisner - estudo comparativo entre o capítulo VIII do Quixote de Cervantes e sua adaptação para os quadrinhos por Will Eisner Leonardo Poglia Vidal Unisinos [12]
2012 Traços e rabiscos nos anos 80 - o trabalho de Henfil na década da transição Fernanda de Alcântara Pestana e Luciana Fernandes dos Reis Cásper Líbero [13]
2013 Jean Monteiro [14]
2014 A trajetória de Kamui Shirou: a representação da sociedade japonesa refletida nos mangás Luiz Henrique Bezerra PUC-PR [15]
2015 Histórias em quadrinhos online: a prototipagem da webcomic "Frankestino" Maria Fernanda Milão Fuscaldo PUC-RS [16]
2016 'A representação da Segunda Guerra Mundial em Alguns Quadrinhos Japoneses Renan Suchmacher UFRJ [17]
2017 Web Série Vozes e Traços O Novo Cenário Brasileiro de HQs Bruna Penilhas, Daniel Generalli, Juliana Frezarin e Lucas Alencar Umesp [18]
2018 Naruna - Uma história sobre esculpir travessias Mayara Lista Alcantara UFRJ [19]

Dissertação de Mestrado[editar | editar código-fonte]

Ano Pesquisa Autor(a) Instituição Nota
2007 O ensino da arte e produção de histórias em quadrinhos no ensino fundamental João Marcos Parreira Mendonça UFMG [5]
2008 O desenho moderno de Saul Steinberg: obra e contexto Daniel Bueno USP [9]
2009 Considerações sobre sociedade e tecnologia a partir da poética e linguagem dos quadrinhos de Lourenço Mutarelli no período de 1988 a 2006 Líber Eugenio Paz UTFPR [10]
2010 Histórias em quadrinhos e o ensino de ciências nas séries iniciais: estabelecendo relações para o ensino de conteúdos curriculares procedimentais Mariana Vaitiekunas Pizarro Unesp [11]
2011 Suehiro Maruo: o sublime e o abjeto como estética da existência Marcia Casturino EBA-UFRJ [12]
2012 Entre a épica e a paródia: a (des)mistificação do gaucho nos quadrinhos de Inodoro Pereyra, el renegáu Priscila Pereira Unicamp [13]
2013 Educação para Abolição: charges e histórias em quadrinhos no Segundo Reinado Thiago Vasconcellos Modenesi UFPE [14]
2014 Entre álbum e leitor: traços da vida comum e do homem ordinário no movimento da nouvelle mangá Tiago Canário UFBA [15]
2015 Ela não pode ser assim tão fofa! Apropriação e circulação de mangás Lolicon Natália Marques Cavalcante de Oliveira UFSC [16]
2016 Falando de Quadrinhos: A Influência do Letreiramento nas Histórias em Quadrinhos Marjorie Yamada UnB [17]
2017 Tudo o que o cidadão deve saber: As Cartilhas e o Processo Civilizador Miguel Geraldo Mendes Reis PUC-Rio [18]
2018 O Processo de legitimação cultural das histórias em quadrinhos Beatriz Sequeira de Carvalho USP [19]

Tese de Doutorado[editar | editar código-fonte]

Ano Pesquisa Autor(a) Instituição Nota
2007 As histórias em quadrinhos como informação imagética integrada ao ensino universitário Gazy Andraus USP [5]
2008 O fato gráfico: o humor gráfico como gênero jornalístico Jorge Arbach [9]
2009 O potencial das histórias em quadrinhos na formação de leitores: busca de um contraponto entre os panoramas culturais brasileiro e europeu Valéria Aparecida Bari [10]
2011 Arquitetura e urbanismo, por Quem não chora não mama! - panorama do design gráfico brasileiro através do humor 1837-1931 José Mendes André [12]
2013 Comunicando a cidade em quadrinhos: do narrar ao fabular nos romances gráficos de Will Eisner Marília Santana Borges PUC-SP [14]
2014 O reencantamento do mundo em quadrinhos: Uma análise de Promethea, de Alan Moore e J. H. Wiliams III Carlos Manoel de Hollanda Cavalcanti UFRJ [15]
2015 Sindicalismo, Piratas e Cabelo Chanel: leituras e reciclagem cultural em obras Cláudio José Meneses de Oliveira UFBA [16]
2016 Os Sentidos dos Quadrinhos em Contexto Nacional-Popular (Brasil e Chile, Anos 1960 e 1970) Ivan Gomes UFF [17]
2017 Caricatas: Arte-Rostohumor-Experiência Camilo Riani Unesp [18]
2018 Tecnologia e cultura nos quadrinhos independentes brasileiros Líber Eugenio Paz UTFPR [19]

Referências

  1. a b c d «Portal oficial do Trofeu HQ Mix». Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 20 de janeiro de 2012 
  2. «Review: A Guerra dos Gibis». Universo HQ 
  3. a b «Universo HQ Pentacampeão: confira os resultados do 17° HQ Mix». Universo HQ. 18 de julho de 2005. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2010 
  4. a b «Universo HQ é tetracampeão do HQ Mix em duas categorias». Universo HQ. 23 de junho de 2004. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2010 
  5. a b c d «Pela sétima vez consecutiva, Universo HQ e Sidney Gusman ganham o HQ Mix». Universo HQ. 2 de julho de 2007. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2010 
  6. [trofeu-hqmix.blogspot.com.br/2012/06/teses-os-vencedores.html «Teses, os vencedores»] Verifique valor |url= (ajuda). Blog OFICIAL do Troféu HQ Mix. 3 de julho de 2012 
  7. «Equipe do Universo HQ é biampeã do HQ Mix em duas categorias». Universo HQ. 11 de setembro de 2002. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 27 de março de 2013 
  8. «Universo HQ e Sidney Gusman são hexacampeões do HQ Mix». Universo HQ. 5 de junho de 2006. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 7 de janeiro de 2011 
  9. a b c «Universo HQ é octacampeão do HQ Mix; confira todos os premiados». Universo HQ. 17 de julho de 2008. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 7 de setembro de 2011 
  10. a b c «Confira os ganhadores do 21º HQ Mix». Universo HQ. 17 de agosto de 2009. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 31 de outubro de 2012 
  11. a b «Conheça os vencedores do 22º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 29 de setembro de 2010. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 27 de outubro de 2011 
  12. a b c «Divulgados os vencedores do 23º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 9 de setembro de 2011. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 25 de janeiro de 2012 
  13. a b «Divulgados os vencedores do prêmio HQ Mix 2012». Universo HQ. 19 de junho de 2012. Consultado em 19 de março de 2013. Arquivado do original em 4 de agosto de 2012 
  14. a b c «Os vencedores do 25º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 19 de julho de 2013 
  15. a b c «A lista dos vencedores do 26° Troféu HQ Mix». Universo HQ. 8 de setembro de 2014 
  16. a b c «Os vencedores do 27º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 6 de agosto de 2015 
  17. a b c «Os vencedores do 28º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 15 de agosto de 2016 
  18. a b c «Divulgados os vencedores do 29° Troféu HQ Mix». Universo HQ. 1 de setembro de 2017 
  19. a b c «Troféu HQMIX - CCXP vence como Evento do Ano; confira os ganhadores». Omelete. 29 de agosto de 2018