Troféu HQ Mix

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Troféu HQ Mix
Apresentação Serginho Groisman
Local São Paulo
País  Brasil
Primeira cerimónia 1989
Detentor ACB e IMAG
Sítio oficial

O Troféu HQ Mix é uma das mais tradicionais premiações dos quadrinhos brasileiros, criado em 1989 por João Gualberto Costa, o Gual, e José Alberto Lovetro, o Jal[1]. O nome faz referência à seção sobre quadrinhos que os dois possuíam no programa TV Mix 4, da Gazeta. Serginho Groisman, apresentador do TV Mix 4, é o "padrinho" e apresentador do Troféu HQ Mix desde sua primeira edição.[2][3]

Segundo os objetivos traçados em seu regulamento, o Troféu HQ Mix tem a intenção de “divulgar, valorizar e premiar a produção de quadrinhos, humor gráfico, animação e assemelhados”. O design do troféu muda a cada ano, sempre homenageando algum personagem dos quadrinhos brasileiros.

As votações são feitas por artistas e profissionais da área, editores, pesquisadores e jornalistas brasileiros.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Em 2007 os irmãos Gabriel Bá e Fábio Moon receberam quatro premiações nas categorias 'Desenhista Nacional', 'Edição Especial Nacional', 'Publicação Independente' e 'Blog/flog'. Entre as editoras o destaque ficou com a Conrad, que venceu na categorias 'Editora do Ano' e 'Projeto Gráfico', além de ter duas publicações premiadas.[3]

Em 2008 o quadrinista Laerte foi o grande vencedor, com quatro estatuetas. Uma delas por "Piratas do Tietê - a saga completa", na categoria 'publicação de humor' e as outras três pela obra "Laertevisão", nas categorias 'edição especial nacional', 'projeto editorial' e 'projeto gráfico'.[5] Ambas foram publicadas em 2007.

A edição de 2009 ficou marcada pela grande participação de obras relacionadas ao mangá.[6]

Em 2011 o principal vencedor foi Danilo Beyruth, que ganhou três prêmios nas categorias 'Roteirista', 'Desenhista' e' Edição especial nacional', pela obra "Bando de dois".[7]

Curiosidade: Gualberto Costa, o Gual, chegou a possuir a loja de quadrinhos "HQ Mix" na Praça Roosevelt, loja que virou referência para os quadrinistas e ponto de encontro dos artistas, onde vários álbuns importantes foram lançados e a loja chegou a fazer parte do circuito da Virada Cultural Paulista. A loja chegou a mudar de endereço por um breve período, mas encerrou a suas atividades em 2013.

Troféu[editar | editar código-fonte]

A cada ano, um quadrinista diferente é homenageado através da estatueta entregue aos vencedores. É escolhido um personagem do autor em questão, que é esculpido em forma de troféu. Abaixo, estão relacionados os personasgens, seus autores e o artista plástico responsável pela confecção do troféu.

Ano Personagem Autor homenageado Artista plástico
1989 ? ? ?
1990 ? ? ?
1991 ? ? ?
1992[8] ? ? Carlos Maluck
1993[9] O Amigo da Onça Péricles ?
1994[10] Lamparina J. Carlos Zarvos
1995 ? ? ?
1996 ? ? ?
1997[11] Pererê Ziraldo Wilson Iguti
1998 ? ? ?
1999[12] Sig Jaguar ?
2000[13] Horácio Mauricio de Sousa Wilson Iguti
2001[14] Rê Bordosa Angeli Olintho Tahara e Anália Tahara
2002[15] Capitão Laerte Olintho Tahara e Anália Tahara
2003[16] Zeferino, Bode Orelana e Graúna Henfil Olintho Tahara e Anália Tahara
2004[17] Garra Cinzenta Renato Silva e Francisco Armond Olintho Tahara
2005[18] Rango Edgar Vasques ?
2006[19] Madame e seu bicho muito louco Fortuna Olintho Tahara
2007[20] Kactus Kid Renato Canini ?
2008[21] O Samurai Cláudio Seto Olintho Tahara
2009[22] Mirza, a mulher vampiro Eugênio Colonnese Olintho Tahara
2010[23] Astronauta Mauricio de Sousa ?
2011[24] Geraldão Glauco Olintho Tahara
2012[25] Sacarrolha Primaggio Mantovi Olintho Tahara
2013[26] Los Três Amigos Angeli, Glauco e Laerte Olintho Tahara
2014[27] Níquel Náusea e Flit Fernando Gonsales Olintho Tahara
2015[28] Diomedes Lourenço Mutarelli Olintho Tahara

Categorias premiadas[editar | editar código-fonte]

Desde 1989, diversas categorias foram criadas, eliminadas, aglutinadas ou alteradas. Entre parênteses, estão indicados os anos de criação e, se for o caso, extinção de cada categoria (algumas categorias podem não ter vencedores em determinadas edições dentro de seu período de existência).

Para 2016, ao invés de uma lista pré-definida de indicados, os organizadores compilaram uma lista de todos os trabalhos e artistas que poderiam ser votados nas 30 categorias abertas à votação do público.[29]. Além dessas, foram abertas inscrições para as categorias Web Quadrinhos e Web Tiras[30] e os prêmios acadêmicos TCC, Dissertação de Mestrado e Tese de Doutorado.[31]

Categorias atuais (edição de 2016)[editar | editar código-fonte]

Categoria Ano inicial Notas
Adaptação para os quadrinhos 2009
Adaptação para outra Linguagem 2016 anteriormente Adaptação para outro veículo (1989-2010) e Produção em outras linguagens (2011-2015)
Colorista/Arte-Finalista 2016 anteriormente Colorista (1999-2003)
Desenhista nacional 1989
Destaque internacional 2010
Dissertação de Mestrado 2007 dividida a partir de Pesquisa (1989-2006)
Edição especial estrangeira 2004 dividida a partir de Edição especial (1989-2003)
Edição especial nacional 2004 dividida a partir de Edição especial (1989-2003)
Editora do ano 1989
Evento 2004
Exposição 1989
Especial Mangá 2016
Grande contribuição 1989
Grande mestre 1990
Homenagem especial 1992
Livro teórico 1989
Minissérie 2016 anteriormente Minissérie estrangeira (1989-2003), Minissérie nacional (1999-2002) e Minissérie (2004-2008)
Novo talento desenhista 2011 anteriormente Desenhista revelação (1990-2010)
Novo talento (roteirista) 2011 anteriormente Roteirista revelação (2007-2010)
Projeto editorial 1997
Publicação de aventura / terror / ficção 2009 anteriormente Álbum de ficção (1989-1990; 1995; 1999-2003), Álbum de terror (1989-1990; 2001-2003), Revista de aventura e ficção (1989-1990; 1994; 1996; 1999-2003), Revista de terror (1990-1996; 1998-2000; 2003), Álbum de ficção, aventura e terror (1991-1992; 1994; 1996-1998), Álbum de aventura (1995; 1999-2008), Revista de aventura (1998; 2004-2008) e Publicação de terror (2004-2008)
Publicação de clássico 2004 anteriormente Álbum de clássico (1989-2003) e Revista de clássico (1989-2003)
Publicação de humor 2016 anteriormente Álbum de humor (1989-2003), Revista de humor (1989-2003) e Publicação de humor (2004-2010)
Publicação de humor gráfico 2012 anteriormente Livro de charges (1993-2003), Livro de cartuns (1994-2003), Livro de caricaturas (1998-2003), Publicação de charges (2004-2011), Publicação de cartuns (2004-2011), Publicação de caricaturas (2008-2011)
Publicação de tiras 2004
Publicação erótica 2016 anteriormente Álbum erótico (1989-2001) e Publicação erótica (2007-2012)
Publicação independente de autor 2008 dividida a partir de Revista independente (1989-2003) e Publicação independente (2004-2007)
Publicação independente de grupo 2008 dividida a partir de Revista independente (1989-2003) e Publicação independente (2004-2007)
Publicação independente edição única 2011 anteriormente Publicação independente especial (2008-2010), que havia sido dividida a partir de Revista independente (1989-2003) e Publicação independente (2004-2007)
Publicação infantil 2016 dividida de Publicação infantojuvenil (2009-2015), que era anteriormente Álbum infantil (1989-2007), Revista infantil (1989-2007) e Publicação infantil (2008)
Publicação juvenil 2016 dividida de Publicação infantojuvenil (2009-2015), que era anteriormente Álbum infantil (1989-2007), Revista infantil (1989-2007) e Publicação infantil (2008)
Publicação mix 2004 anteriormente Revista mix (1989-2003)
Roteirista nacional 1989
Tese de Doutorado 2007 dividida a partir de Pesquisa (1989-2006)
Trabalho de Conclusão de Curso 2007 dividida a partir de Pesquisa (1989-2006)
Web quadrinhos 2008 anteriormente Site de quadrinhos (1998-2007)
Web tira 2012

Categorias extintas[editar | editar código-fonte]

Categoria Ano inicial Última edição Notas
Acabamento gráfico 1989 1990
Adaptação da TV para HQ 1989 1990
Álbum de figurinhas 1996 2003
Animação 2005 2008 anteriormente Desenho animado (1995-1999) , Desenho animado (curta) (2000-2002),
Desenho animado (longa) (2000-2003) e Desenho animado para TV (2000-2003)
Articulista de quadrinhos 2008 2010 anteriormente Jornalista especializado (1989-2007)
Blog / Flog de artista gráfico 2004 2008
Desenhista de humor gráfico 2013 2015 anteriormente Caricaturista (1997-2012), Cartunista (1997-2012) e Chargista (1997-2012)
Desenhista estrangeiro 1989 2015
Destaque latino-americano 2011 2014
Destaque língua portuguesa 2013 2014
Editor 1989 1990
Empresa de licenciamento 1998 2001
Fã de quadrinhos - personalidade 2013 2013
Fanzine 1990 2007
Graphic novel estrangeira 1989 2003
Graphic novel nacional 1992 2003
Ilustrador 1997 2010
Ilustrador de livro infantil 2004 2008
Letrista 1999 1999
Livro de ilustração 2000 2001
Livro infantil 1997 2002
Maior tiragem 1989 1990
Mídia sobre quadrinhos 2009 2012 anteriormente Revista sobre quadrinhos (1997-2003), Publicação sobre quadrinhos (2004-2008),Site sobre quadrinhos (1999-2008) e Blog sobre quadrinhos (2008)
Novo projeto 1998 1998
Personagem de licenciamento 1998 2000
Personagem destaque 1989 2003
Ponto de vendas 1989 2000
Produto de licenciamento 1998 2001
Projeto gráfico 1989 2008
Prozine 2005 2007
Publicação independente de bolso 2008 2008 dividida a partir de Revista independente (1989-2003) e Publicação independente (2004-2007)
Revista de faroeste 1989 1989
Revista seriada 1992 2003
Roteirista estrangeiro 1989 2015
Salão e festival 2000 2014
Site de autor 2004 2008
Suplemento infantil 1989 1990
Tira nacional 1989 2015
Tira estrangeira 1989 2003
Toy 1998 2001
Valorização da HQ 1989 2006
Videogame 1999 1999

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Folha de S.Paulo. (18 de abril de 1989). "O cínico Amigo da Onça ressuscita em "Semanário"". Folha de S.Paulo: 3 (Ilustrada).
  2. Folha de S.Paulo. (2 de abril de 1990). "Prêmio HQ Mix será entregue na quarta-feira". Folha de S.Paulo: 10 (Ilustrada).
  3. a b PEREIRA, Andréa (3 de julho de 2007). «Confira os vencedores do 19º Troféu HQMIX». HQM. 
  4. TAVARES, Luis Filipe (9 de setembro de 2011). «23º Troféu HQMIX». Trip. 
  5. «Laerte é o grande vencedor do 20º Troféu HQ Mix». G1. 17 de julho de 2008. 
  6. TAIRA, Camila (8 de maio de 2009). «Troféu HQMIX divulga indicados de 2009». Made in Japan. 
  7. NARANJO, Marcelo (9 de setembro de 2011). «Divulgados os vencedores do 23º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 
  8. Rogério de Campos. (26 de junho de 1992). "Globo ganha em 6 categorias do troféu HQ Mix". Folha de S.Paulo: 7 (Ilustrada).
  9. «Entrega do 12 HQ Mix». Omelete. 22 de setembro de 2000. 
  10. Gabriel Bastos Junior. (11 de junho de 1994). "Prêmio HQ Mix chega à sua 6ª edição". Folha de S.Paulo: 4 (Ilustrada).
  11. Pedro Cirne de Albuquerque. (23 de maio de 1997). "9º Troféu HQ Mix premia os melhores artistas de 1996". Folha de S.Paulo: 16 (Ilustrada).
  12. «Entrega do 12 HQ Mix». Omelete. 22 de setembro de 2000. 
  13. «12º Troféu HQ Mix e os melhores de 99». Omelete. 21 de julho de 2000. 
  14. «Equipe do Universo HQ ganha dois troféus HQ Mix». Universo HQ. 13 de setembro de 2001. 
  15. «Equipe do Universo HQ é biampeã do HQ Mix em duas categorias». Universo HQ. 11 de setembro de 2002. 
  16. «Melhores do mercado de quadrinhos em 2002 se reúnem na entrega do 15º HQ Mix». Universo HQ. 24 de junho de 2003. 
  17. «Entrega do 16º Troféu HQ Mix acontece hoje no Sesc Pompéia». Folha de S. Paulo. 6 de julho de 2004. 
  18. «Universo HQ Pentacampeão: confira os resultados do 17° HQ Mix». Universo HQ. 18 de julho de 2005. 
  19. «Troféu HQ Mix vai premiar quadrinhos no Sesc Pompéia». O Estado de S.Paulo. 6 de julho de 2006. 
  20. «Pela sétima vez consecutiva, Universo HQ e Sidney Gusman ganham o HQ Mix». Universo HQ. 2 de julho de 2007. 
  21. «Laerte é o grande vencedor do 20º Troféu HQ Mix». G1. 17 de julho de 2008. 
  22. «Confira os ganhadores do 21º HQ Mix». Universo HQ. 17 de agosto de 2009. 
  23. «Conheça os vencedores do 22º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 29 de setembro de 2010. 
  24. «HQ Mix realiza campanha para recadastrar votantes do troféu». Universo HQ. 19 de abril de 2011. 
  25. «Personagem Sacarrolha será homenageado no 24º Troféu HQMix». Folha de S. Paulo. 26 de abril de 2012. 
  26. «Os vencedores do 25º Troféu HQ Mix». Universo HQ. 19 de julho de 2013. 
  27. Naliato, Samir (8 de Setembro de 2014). «A lista dos vencedores do 26° Troféu HQ Mix». Universo HQ. Consultado em 9 de Setembro de 2014. 
  28. Naliato, Samir (6 de agosto de 2015). «Os vencedores do 27º Troféu HQ Mix». Universo HQ. Consultado em 8 de agosto de 2015. 
  29. Leandro Damasceno (2 de junho de 2016). «HQMix lista lançamentos de 2015». Terra Zero. Consultado em 20 de julho de 2016. 
  30. José Alberto Lovetro (8 de junho de 2016). «Inscrições abertas para Web Quadrinhos e Web Tiras». Blog HQMix. Consultado em 20 de julho de 2016. 
  31. José Alberto Lovetro (8 de junho de 2016). «Inscrições de trabalhos acadêmicos para o Troféu HQMIX». Blog HQMix. Consultado em 20 de julho de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]