Peanuts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Peanuts
Snoopy's World at New Town Plaza in Hong Kong.JPG
Editor United Feature Syndicate, St. John Publications, Dell Comics, Gold Key Comics (Western Publishing), Boom! Studios, Fantagraphics Books
Lançada em 2 de outubro de 1950 (tiras diárias), 06 de janeiro de 1952 (pranchas dominicais)
Terminou em 3 de janeiro de 2000 (tiras diárias), 13 de fevereiro de 2000 (pranchas dominicais)
Género(s) humor,
Autor Charles M. Schulz
Personagens principais Charlie Brown, Snoopy
Representante nacional O Cruzeiro, Editora Record, Artenova, Cedibra, Conrad Editora, L&PM, Editora Nemo
Syndicate (s) United Feature Syndicate (02 de outubro de 1950 - 26 de fevereiro de 2011)
Universal Uclick (27 de Fevereiro de 2011 - atualmente)
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Peanuts (no Brasil também conhecido como Minduim) é uma tira de jornal escrita e desenhada pelo cartunista norte-americano Charles Schulz que foi publicada de 2 de outubro de 1950 a 12 de fevereiro de 2000. A turma desenhada foi uma das mais populares e influentes da história da mídia. No seu ápice, Peanuts aparecia em mais de 2600 jornais, com um número de leitores estimado em 355 milhões em 75 países, e foi traduzido para 40 línguas. Peanuts ajudou a tornar as tiras a quatro quadrinhos um padrão nos Estados Unidos. Reproduções das tiras ainda são publicadas em diversos jornais do mundo.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1947, Charles Schulz vendeu uma tira chamada Lil' Folks para um jornal de sua cidade natal, o St. Paul Pioneer Press. Lil' Folks foi publicado semanalmente por dois anos. Porém, quando Schulz pediu para que a tira fosse diária, acabou sendo despedido.

Em 1948, Schulz vendeu um painel de tira cômica para o Saturday Evening Post e continuou a vendê-los entre 1948 e 1950.

Em 1950, Schulz foi para Nova Iorque com muitos projetos de desenhos para uma reunião que foi muito importante em sua carreira. Ele foi a uma reunião da United Feature Syndicate. E então, no dia 2 de outubro de 1950, Peanuts, nome de que no começo Schulz não gostou, fez sua estréia em sete jornais dos Estados Unidos e logo transformou-se em um grande sucesso.

O sucesso das tiras nos jornais foi tão grande que em 1965 transformaram-se em desenho animado, com o especial de TV A Charlie Brown Christmas (O Natal de Charlie Brown), produzidos por Lee Mendelson e dirigidos por Bill Meléndez. A popularidade tornou-se maior ainda, levando à criação de vários produtos com o tema Peanuts, desde cadernos e camisetas a pastas de dente. Peanuts teve também quatro longas-metragens e diversos outros especiais e séries animadas na televisão.

Em seus últimos anos, Schulz sofreu de Mal de Parkinson. Como resultado, é possível observar no traço de suas últimas tiras o tremor de sua mão. Ele admitiu que algumas vezes os tremores eram tão desagradáveis que, enquanto trabalhava, precisava segurar com uma mão no canto de sua mesa para que tivesse firmeza. Devido aos problemas de saúde, Schulz anunciou, em dezembro de 1999, sua despedida dos jornais. Um mês após a publicação de sua última tira, em 3 de janeiro de 2000, Charles Monroe Schulz faleceu em Santa Rosa, EUA, no dia 12 de fevereiro de 2000, aos 77 anos de idade.

No final de sua vida, consciente de que seus personagens sobreviveriam ao autor, Schulz pediu para que sua obra permanecesse o mais autêntica possível e que suas tiras não fossem, como de costume, continuadas por outro desenhista, pedido que foi respeitado por sua família. As tiras publicadas pelo United Feature Syndicate após a sua morte são, na verdade, tiras originais já anteriormente publicadas, apenas com a data alterada e, mais recentemente, coloridas.

Em 2006 foi produzido um último longa-metragem com a Turma do Charlie Brown. Chama-se He's a Bully, Charlie Brown e foi originalmente idealizado por Charles Schulz e contava, entre os dubladores, com o ator Taylor Lautner, então criança. Foi o último filme que a equipe de Bill Melendez realizou com os personagens, sendo Melendez responsável pelas vozes de Snoopy e Woodstock. Bill faleceu em 2008.

Em 2011, foi lançado o especial para a televisão Happiness Is a Warm Blanket, Charlie Brown, roteirizado por Stephan Pastis (autor da tira Pearls Before Swine) e Craig Schulz (filho de Charles).[1] Em 2014, é lançada uma série curtas produzida pela pelo estúdio Normaal Animation e a France Televisions Distribution.[2] Em novembro de 2015, foi lançado o longa-metragem 3D The Peanuts Movie, produzido pela Blue Sky Studios.[3]

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

  • Charlie Brown: Um garoto azarado e melancólico. No Brasil, tem o apelido de "Minduim".
  • Snoopy: O beagle de estimação de Charlie Brown. Apesar de ser um cachorro, datilografa histórias, e até joga no time de beisebol. Entre as identidades que assume em suas obras estão Joe Cool e um aviador combatendo o Barão Vermelho.
  • Linus van Pelt: O melhor amigo de Charlie Brown, vive andando com um "cobertor de segurança".
  • Lucy: A mal-humorada irmã mais velha de Linus. Gosta de maltratar Charlie Brown, em especial ao jogar futebol americano.
  • Schroeder: Um garoto pianista fã de música clássica, objeto de afeição de Lucy.
  • Patty Pimentinha: Uma garota esportista e ingênua.
  • Marcie: A amiga estudiosa de Patty, a quem chama de "Senhor" ou "Meu".
  • Chiqueirinho: Um garoto sempre sujo.
  • Sally Brown: A irmã mais nova de Charlie Brown, que tem uma queda por Linus e uma propensão a dizer frases estúpidas.
  • Franklin Armstrong: Um garoto que gosta de esportes (única criança negra entre os personagens).
  • Woodstock: Um pássaro que é o melhor amigo de Snoopy.

Personagens secundários[editar | editar código-fonte]

  • Shermy: Protagonista da primeira tirinha, eventualmente perdeu proeminência.
  • Frieda: Uma garota vaidosa de cabelo cacheado.
  • Violet Gray e Patty Kieffer: Duas garotas esnobes e populares. Patty também aparece na primeira tirinha.
  • Rerun: O irmão mais novo de Lucy e Linus.
  • Peggy Jean: A namorada de Charlie Brown na década de 1990.
  • Eudora: Uma amiga de Sally que veste uma boina.
  • Ruivinha: A garota por quem Charlie Brown tem uma paixão não correspondida. Nunca exibida na tirinha, aparece fisicamente nas animações.
  • Irmãos de Snoopy: Snoopy tem sete irmãos, que se espalharam pelo mundo. Na tirinha apareceram Spike (um bigodudo que vive no deserto da Califórnia), Andy (de pelo bagunçado, vive em uma fazenda), Olaf (um gordinho que vive com Andy na fazenda), Marbles (um corredor malhado), e a irmã Belle (que vive em Kansas City, Missouri com um filho). Um especial de TV revela os dois remanescentes, Molly e Rover.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.