Western Publishing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Western Publishing, também conhecida como "Western Printing and Lithographing Co.", foi uma editora estadunidense cuja sede era em Racine, Wisconsin.

História[editar | editar código-fonte]

A companhia foi fundada pelos irmãos Edward Henry e Albert H. Wadewitz. Eles adquiriram a "West Side Printing Company" de um gráfico em setembro de 1907 pela quantia de $2.504 e mudaram o nome em 1910. Sediada em Racine, Wisconsin, com escritórios em Nova Iorque e Los Angeles, e outras instalações gráficas em Poughkeepsie, Nova Iorque. Em 1915, a companhia comprou a editora de Chicago Hammerung-Whitman Publishing Co, que se tornaria a subsidiária Whitman Publishing Company. Outra afiliada foi a K.K. Publications, que ganhou esse nome depois da entrada de Kay Kamen, diretor de publicidade da Walt Disney durante o período de 1933-1949. K.K. Publications terminou as operações nos anos de 1960.

Western Publishing produziu os livros infantis e para a família com produtos de entretenimento chamado Golden Books Family Entertainment.[1]

  • Revistas em quadrinhos: A Western licenciou os personagens de Walt Disney, Warner Brothers, Metro Goldwyn Mayer, Edgar Rice Burroughs e Walter Lantz Studio e lançou vários quadrinhos baseados nesses personagens, além de revistas com personagens próprios. A equipe de editores do escritório da Costa Oeste incluia Eleanor Packer, Alice Cobb, Chase Craig, Zetta Devoe e Del Connell; Bernie Zuber foi um artista de produção de 1950 a 1978.[2] Oskar LeBeck, Matt Murphy e Wally Green trabalharam na Costa Leste. De 1938 a 1962, os quadrinhos da Western ficaram sob o controle da Dell Comics, que também cuidava da distribuição e do financiamento da linha de revistas. Em 1962 a Western decidiu terminar a parceria com a Dell e iniciou a Gold Key Comics. O novo selo continuou até os anos finais dos anos de 1970, quando a distribuição em bancas foi descontinuida em favor de lojas de brinquedos, etc, adotando o selo da "Whitman Comics". As publicações foram interrompidas em 1984 e todas as licenças passaram para outras editoras. Alguns quadrinhos foram publicados sob o nome antigo, especialmente March of Comics. A Dark Horse Comics republicou quadrinhos que eram da Random House.
  • Livros Infantis. A Western publicou livros acompanhado de brinquedos e brindes tais como quebra-cabeças, livros para colorir, Big Little Books etc, a maior parte com o selo da linha Golden Books e Whitman Publishing nos anos de 1920/30. Os Little Golden Books foram muito populares. Lucille Ogle ajudou a desenvolver o formato de livros a preços populares, com histórias simples e que traziam ilustrações para colorir. As primeiras publicações foram em 1942.[3] Iniciado como "Whitman Famous Classics," e mais tarde renomeado para publicações "Golden Press", a Western publicou uma série de clássicos sob o domínio público, tais como Little Women, Little Men, Black Beauty, e Heidi dentre muitas outras.
  • Literatura Jovem: Iniciada com a linha Whitman, a Western nos anos de 1940 até 1980 publicou uma série de livros juvenis. Séries com mistérios e garotas tais como Trixie Belden, Ginny Gordon, Donna Parker e Trudy Phillips. A série dos meninos incluiam os Walton Boys, Power Boys, e os mistérios de Troy Nesbit. A linha dos anos de 1950 até os 1970 também incluiram títulos sob licença de filmes populares e programas de televisão: Lassie (série de TV de 1954),Rin Tin Tin e vários faroestes da televisão e programas da Walt Disney Spin e Marty e Annette, (de uma série estrelada por Annette Funicello que aparecia no The Mickey Mouse Club) dentre muitos outros títulos. Foi a editora americana pioneira dos quadrinhos de Tintin, incluindo seis títulos traduzidos para o inglês durante os anos de 1959-1960 antes de haver a interrupção diante das vendas abaixo do esperado.[4]
  • Revistas: Em 1937 a Western lançou uma nova versão da Revista do Mickey Mouse,[5] que em 1940 foi substituída pela revista em quadrinhos Walt Disney's Comics and Stories. No final de 1955 a Western lançou Walt Disney's Mickey Mouse Club Magazine com conteúdo produzido por equipe dos Estúdios Disney. A intenção era promover a série de televisão The Mickey Mouse Club. O nome acabou mudado para Walt Disney's Magazine e alterou os temas para filmes Disney e programas de televisão. Na década de 1960 a Western publicou The Golden Magazine for Boys and Girls com o papagaio Cracky como o mascote.
  • Livros de culinária: A Golden Press publicou durante muitos anos vários livros de culinária dos Biscoitos Betty, com grandes vendas. As revistas eram em espiral e facilitavam a remoção das mesmas para serem facilmente consultadas enquanto se cozinhavam os pratos relacionados.
  • Relatórios empresariais anuais: Uma divisão muito lucrativa que contava com técnicos e especialistas para a publicação desse tipo de material.
  • Manuais de Mecânica e Auto Serviço: Foram publicados pela Western os manuais da Volvo até 1989.
  • Livros científicos para crianças: com o selo The Golden Book of Chemistry Experiments ou Livro de Ouro das Experiências Químicas.
  • Outros: Linha de guias populares, sob o selo Golden Guide, foram publicados sob o nome da Golden Press. Essa linha foi relançada pela St. Martin's Press. Foi publicado guias para colecionadores de moeda (sob o selo da Whitman) que passou para a H.E. Harris.

A Western (em parceria com a Dell e a Simon & Schuster) patrocinou a livraria Story Book Shop em Main Street, U.S.A. na Disneylândia que abriu em 17 de julho de 1955 e fechou em abril de 1995.[6]

Nos anos de 1990, três lojas da Golden Books Showcase Store foram abertas,com produtos exclusivos da Western Publishing. A primeira foi aberta no shoping center de Woodfield em Schaumburg, Illinois em novembro de 1992; a segunda foi no CityWalk Center na Universal Studios Hollywood em junho de 1993; e a terceira foi aberta no Rockefeller Center em Nova iorque, em abril de 1994. As três já tiveram os negócios encerrados.

A Mattel comprou a Western em 1982 e a vendeu em 1984. Pela Mattel os produtos foram renomeados para "Golden Books Family Entertainment" (Livros de Ouro das Diversões em família") e tentou especializar-se na linha de livros infantis. A linha de livros adultos do Golden Guide foi para a St. Martin's Press em 1999, e mais tarde a H.E. Harris comprou a Whitman Coin Products da St. Martin’s Press em 2003 e a renomeou para Whitman Publishing. Em 1997, a Western Publishing foi absorvida e se transformou na Golden Books Publishing Company.

Golden Books Family Entertainment foi adquirida pela Classic Media Inc. e pela Random House num leilão judicial pela quantia de $84.4 milhões em 16 de agosto de 2001.[7]

Slogans e chamadas publicitárias[editar | editar código-fonte]

  • Eu cresci com os livros da Golden! (1980s)
  • O silêncio não é de ouro (golden). Leia para os seus filhos. (1997)

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]