Ivan Reis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ivan Reis
Ivan Reis na New York Comic Convention em 2008
Nome completo Rodrigo Ivan dos Reis
Nascimento 6 de novembro de 1976 (40 anos)
São Bernardo do Campo,  São Paulo, Brasil
Nacionalidade Brasil brasileiro
Principais trabalhos A Noite Mais Densa
Aquaman
Lanterna Verde
Liga da Justiça
O Dia Mais Claro
Área desenhista

Ivan Reis, nascido Rodrigo Ivan dos Reis (São Bernardo do Campo, 6 de novembro de 1976), é um desenhista brasileiro de histórias em quadrinhos. Ganhou destaque na DC Comics, onde, ao lado de Geoff Johns, revitalizou personagens como Lanterna Verde e Aquaman.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Durante três anos trabalhou para os estúdios Mauricio de Sousa, em 1998 desenhou Oscarzinho (personagem inspirado no então jogador de basquete Oscar Schmidt)[2] para a Mythos Editora. Iniciou a sua carreira nos Estados Unidos na editora Dark Horse Comics, desenhando "Ghost", "O Máscara", "Time Cop" e "Xena". Posteriormente, trabalhou na extinta Lightning Comics.[3]

Na Vertigo, ilustrou uma edição de Os Invisíveis, de Grant Morrison e na Chaos! Comics desenhou a "Lady Death", tendo assumido também o relançamento do título pela CrossGen.

Na Marvel Comics, participou em alguns projetos, como Homem de Ferro, Defensores, Vingadores, Mulher-Hulk, Visão e Capitão Marvel.[4]

Em 2004, assinou um contrato de exclusividade com a DC Comics, onde desenha o Super-Homem para a revista "Action Comics", com argumento de Chuck Austen e arte-final de Marcelo Campos[3] (Diretor do escola de desenho Quanta Academia, onde Ivan também ministrou aulas).[5]

Em 2006 assumiu o título Lanterna Verde, contribuindo para a retomada da popularidade do personagem. Seu excelente trabalho gráfico lhe garantiu o prêmio de melhor desenhista de quadrinhos de 2007, conferido pela prestigiada revista norte-americana Wizard, e uma homenagem feita pelo "Fantástico", um dos principais Jornais televisivos da tv brasileira, entre outras homenagens como a do "Troféu HQ Mix" ( premiação brasileira de artes gráficas).

A participação de Reis no especial Contagem Regressiva para Crise Infinita rendeu a Reis outro prêmio da Wizard, o Wizard´s Fan Award, que tem votação feita por leitores. A obra foi escolhida na categoria "favorite one-shot", nome dado pela indústria norte-americana a edições especiais lançadas em um volume.

Em 2009, Reis foi indicado pra concorrer pelo Scream Awards, e pelo Wizard's Fan Awards na categoria de melhor desenhista por seu trabalho em "Blackest Night" , principal mega-saga da editora DC Comics deste ano, e que foi best-seller numero 1 da lista de mais vendidos do NY Times no ano seguinte com a coletânea da série.

No ano de 2010, Reis trabalhou em outro sucesso de vendas na série Brightest Day, uma continuação direta de Blackest Night, e que figurou durante o ano de sua publicação no top 10 de revistas mais vendidas.

Seguindo com a iniciativa da editora DC Comics de relançar seus personagens para uma nova geração, e simplificar a cronologia de seus heróis com o evento conhecido como Os Novos 52, Reis assumiu a revista do personagem Aquaman, personagem que sempre foi motivo de piadas, e que, junto com o escritor Geoff Johns, o transformaram num fenômeno de vendas e crítica, o elevando para um status poucas vezes visto entre os principais personagens da editora.[6] A primeira coletânea da revista do Aquaman, "The Trench vol. 1", foi best-seller número 1 da lista do NY Times no mês de seu lançamento em 2012.[7] Em 2014, Ivan desenhou a primeira edição da minissérie Multiversity de Grant Morrison.[8]

Referências

  1. Antunes, Pedro (1 de agosto de 2015). «Artista Ivan Reis, que inaugura o projeto no teatro, assume a ousada HQ do Ciborgue». Estadão. Consultado em 27 de outubro de 2016 
  2. Dani Blaschkauer (22 de janeiro de 1998). «Oscar lança gibi e vira astro de cinema». Folha de S.Paulo 
  3. a b (2008) "Entrevista do mês - Ivan Reis". Clube dos Heróis #5. Minuano
  4. «Ivan Reis - 'Rodrigo Ivan dos Reis'». Comic Book Database. Consultado em 27 de outubro de 2016 
  5. Marcelo Naranjo (13 de junho de 2008). «Quanta Academia oferece oficina com Ivan Reis». Universo HQ 
  6. Maluf, Verônica (1 de dezembro de 2016). «Trio brasileiro que revolucionou Aquaman na HQ avisa: "O filme vai surpreender"». Gente Cultura. Portal IG. Consultado em 8 de março de 2017 
  7. Salvatore, Társis (9 de setembro de 2013). «Crítica: Aquaman - Volume 1: The Trench». Revista O Grito. Consultado em 27 de outubro de 2016 
  8. Naliato, Samir (4 de agosto de 2014). «Grant Morrison revela detalhes de Multiversity». Universo HQ. Consultado em 27 de outubro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre autor ou ilustrador de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.