Luiz Saidenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Luiz Simões Saidenberg (Piracicaba, 24 de fevereiro de 1940) é um publicitário,[1] desenhista e roteirista de histórias em quadrinhos brasileiro. É irmão do roteirista Ivan Saidenberg.[2]

Iniciou-se nos quadrinhos em 1959 na Editora Outubro, onde produziu histórias de terror, em 1961 foi um dos responsáveis pelo movimento de reserva de mercado, ao lado de Mauricio de Sousa, Ely Barbosa, Gedeone Malagola, Lyrio Aragão, Júlio Shimamoto, entre outros. Integrou a Associação de Desenhistas de São Paulo (ADESP), logo depois, fez parte da CETPA (Cooperativa e Editora de Trabalho de Porto Alegre-RS), onde ilustrou a História do Corporativismo, após o cancelamento da mesma, passou a trabalhar na agência de publicidade McCann Erickson, onde produzia storyboards. Em 1979, convidado por Shimamoto, volta a trabalhar com histórias em quadrinhos e colabora por um ano na editora Grafipar de Curitiba. Em 2002, foi premiado na categoria Mestre do Quadrinho Nacional do Prêmio Angelo Agostini, no ano seguinte, novamente por incentivo de Shimamoto, publica pela Opera Graphica, a graphic novel Na Trilha de Masamune.[3] Em 2005, começou a colaborar com crônicas para o site São Paulo Minha Cidade, em 2007, ilustrou os livros dois livros da coleção Clássicos da Literatura Juvenil da Editora Minuano:"Robin Hood - O Justiceiro da Floresta" e "Ben-Hur" - O Guerreiro Libertador", ambos com capas de Gilvan Lira e textos de Gian Danton.[4] Em 2009, publica uma segunda graphic novel No Rastro de Masamune pela Marca de Fantasia.[5]

Referências

  1. Terceiro número da revista MeMo traz a obra de Luiz Saidenberg
  2. Entrevista: Ivan Saidenberg
  3. Gonçalo Júnior (2003). «A pena afinada de Saidenberg». Na Trilha de Masamune. Col: Coleção Opera Brasil. 14. [S.l.]: Opera Graphica 
  4. Eloyr Pacheco (25 de maio de 2007). «Clássicos da Literatura Juvenil: Robin Hood e Ben-Hur, de Gian Danton». Bigorna.net 
  5. Fim da saga de Masamune pela Marca de Fantasia

Ligações externas[editar | editar código-fonte]