Luiz Antônio Sampaio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Luiz Antônio Sampaio é um fanzineiro e crítico de histórias em quadrinhos brasileiro.

Em 1978, lançou seu fanzine "Opar Boletim",[1] em 1982,[2] passou a colaborar com colunas nas revista Calafrio e Mestres do Terror da editora D-Arte,[3] além de produzir o fanzine Gazeta dos Quadrinhos.[4] Em 1992, Sampaio havia entrevistado o quadrinista Flavio Colin para pulicar na revista Mestres do Terro, contudo, a mesma foi cancelada e a entrevista permaneceu inédita até 2003, quando foi incluída no álbum "Mapinguari e Outras Histórias", publicado pela editora Opera Graphica.[5] Em janeiro de 1999, Sampaio foi premiado na categoria Mestre do Quadrinho Nacional do 15º Prêmio Angelo Agostini.[3] Em 2011, voltou a colaborar com a revista Calafrio, publicada pela CLUQ.[6] Atualmente, colabora com o fanzine QI de Edgard Guimarães.[7]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fantasma: A Biografia Oficial do Primeiro Herói Fantasiado dos Quadrinhos, organizado por Marco Aurélio Lucchetti (Opera Graphica, 2009)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Prêmio Angelo Agostini - Mestre do quadrinho nacional (1999)

Referências