Gustavo Machado (desenhista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gustavo Machado (desenhista)
Comic image missing-pt.png

Nascimento 25 de Dezembro de 1958
Nacionalidade Flag of Brazil.svg brasileiro
Área(s) de atuação ilustrador
Trabalhos de destaque Grafic Trapa Didi Volta Para o Futuro (Os Trapalhões em Quadrinhos), Zé Carioca e As Aventuras de Zózimo Barbosa.
Prêmios Dois prêmios Abril de Jornalismo, dois prêmios Angelo Agostini e dois troféus Dona Beja de Quadrinhos.

Gustavo Machado é um desenhista de quadrinhos brasileiro. Começou como desenhista profissional em 1977, aos 18 anos, como integrante da equipe da revista em quadrinhos do "Sítio do Pica-Pau Amarelo", produzida pela Rio Gráfica e Editora (RGE), atualmente Editora Globo. De 1979 a 1982, desenhou histórias em quadrinhos de terror para a Editora Vecchi, no Rio de Janeiro, e quadrinhos adultos para a Grafipar, em Curitiba, PR, onde residiu por três anos. Ainda em 82, trabalhou como ilustrador e layoutman para as agências de publicidade Exclam e MPM, em Curitiba.

Mudou-se para São Paulo e, de 1983 a 1988, trabalhou com desenhos animados em vários estúdios da capital paulista, como Daniel Messias Cinema de Animação, Briquet Filmes, Sketch Filmes e outros. Neste período, em 1987, criou o planejamento e animação para o curta metragem "O Quarto Rei Mago" (The Story of the Other Wise Man) para a Start Filmes. Em 1988, criou os character designs inspirados apresentadores de TV: Xuxa e Gugu Liberato para uso em histórias em quadrinhos, respectivamente, para as editoras Globo e Abril.

De 1988 a 1997, como desenhista contratado da Editora Abril, desenhou quadrinhos de vários personagens dos quadrinhos Disney e de outras franquias como: Zé Carioca, Os Trapalhões, Sergio Mallandro, Gugu, O Corcunda de Notre Dame, Hércules, Mulan e Tarzan, destacando-se a graphic novel "Didi Volta Para O Futuro". Em parceria com Wander Antunes, desenhou as HQs "Dora" e "As Aventuras de Zózimo Barbosa", este último lançado em 2007 no álbum "O Corno Que Sabia Demais", pela Pixel Media, um selo da Ediouro Publicações[1]. Em 2013, ao lado de José Wilson Magalhães e Osnei Rocha, ilustra o livro Cabeça Oca em Goiânia: O Tesouro Escondido de Christie Queiroz[2].

Em 2014, Gustavo Machado voltou a ilustrar o Zé Carioca, na edição de março do papagaio[3].


Como desenhista, recebeu dois prêmios Abril de Jornalismo, três prêmios Angelo Agostini[4][5], dois troféus Dona Beja de Quadrinhos e o Prêmio Angelo Agostini como Mestre do Quadrinho Nacional, em 2015.

Atualmente trabalha com ilustrações de livros para várias editoras, além de criar trabalhos para publicidade e HQs institucionais. Com o estúdio Cartoon Pro, participou da produção de desenhos animados em 3D para editora Luz e Vida, de Curitiba.

Vive em Londrina-PR, desde 1993. É casado com Cleusa e tem duas filhas, Paula e Natália.



Co-autores[editar | editar código-fonte]

Entre vários co-autores, destaca-se a colaboração com:

Referências

  1. Marko Ajdarić (4 de agosto de 2006). «Zózimo: aí vem O Corno que Sabia Demais». HQManiacs 
  2. Thiago Colás (18 de novembro de 2013). «Lançamento de Cabeça Oca em Goiânia». HQManiacs 
  3. Thiago Colás (22 de janeiro de 2014). «HQs sobre futebol na revista do Zé Carioca». HQManiacs 
  4. Worney Almeida de Souza (16 de dezembro de 2005). «Tudo sobre o Dia do Quadrinho Nacional e o Troféu Angelo Agostini». Bigorna.net 
  5. Samir Naliato (19 de janeiro de 2015). «Os premiados do 31º Troféu Angelo Agostini». Universo HQ