Mulan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Mulan (desambiguação).
Mulan
Mulan (PRT/BRA)
Pôster de divulgação do longa.
 Estados Unidos
1998 •  cor •  95 min 
Direção Tony Bancroft
Barry Cook
Produção Pam Coats
Roteiro Rita Hsiao
Chris Sanders
Philip LaZebnik
Raymond Singer
Eugenia Bostwick-Singer
História Robert D. San Souci
Elenco Ming-Na
Eddie Murphy
B.D. Wong
Miguel Ferrer
Harvey Fierstein
George Takei
Pat Morita
David Ogden Stiers
Género ação/aventura, comédia dramática
Música Trilha Sonora:
Jerry Goldsmith
Canções:
Matthew Wilder
David Zippel
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Feature Animation
Walt Disney Pictures
Distribuição Buena Vista Pictures
Lançamento Estados Unidos 19 de Junho de 1998
Brasil 1 de Julho de 1998
Portugal 27 de Novembro de 1998
Idioma inglês
Cronologia
Mulan 2
(2004)

Mulan é um filme norte-americano de animação de 1998 da Walt Disney Feature Animation, baseado na lenda chinesa de Hua Mulan.[1] Mulan é o trigésimo-sexto filme de animação dos estúdios Disney, foi dirigido por Tony Bancroft e Barry Cook, com história de Robert D. San Souci e roteiro de Rita Hsiao, Philip LaZebnik, Chris Sanders, Eugenia Bostwick-Singer e Raymond Singer. Foi estrelado por Ming-Na, Eddie Murphy, Miguel Ferrer e B.D. Wong na versão em inglês, enquanto Jackie Chan forneceu sua voz para os dublês chineses do filme. O enredo de Mulan ocorre durante a dinastia Han, onde Fa Mulan, filha do guerreiro Fa Zhou, finge ser um homem para ocupar o lugar de seu pai durante um recrutamento geral para combater uma invasão huno.

Lançado durante o Renascimento da Disney, Mulan foi o primeiro de três animações da Disney produzidos na Disney-MGM Studios, em Orlando, Flórida. O desenvolvimento do filme começou em 1994, quando vários supervisores artísticos foram enviados à China para receber inspiração artística e cultural. Mulan foi bem recebido pelos críticos e pelo público, arrecadando US $ 304 milhões,[2] obtendo indicações ao Globo de Ouro e ao Prêmio da Academia, e ganhando vários prêmios Annie, incluindo de Melhor Animação. Foi seguido por uma sequela diretamente em vídeo em 2004, Mulan II.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Os Hunos, que são liderados pelo implacável Shan Yu, invadem a China na época da Dinastia Han, passando a Grande Muralha. O imperador chinês ordena uma mobilização geral, com notificações de recrutamento exigindo que um homem de cada família se junte ao exército chinês. Quando Fa Mulan ouve que seu pai idoso Fa Zhou, o único homem de sua família e um veterano do exército, está mais uma vez a ir à guerra, ela fica ansiosa e apreensiva devido à sua saúde enfraquecida. Tomando a antiga armadura de seu pai, ela se disfarça de homem para poder se alistar em vez de ser mãe. A família rapidamente descobre sua partida, e a avó de Mulan reza para os antepassados ​​da família pela sua segurança. Os ancestrais ordenam seu "grande dragão de pedra" para proteger Mulan. Um pequeno dragão chamado Mushu, um ex-guardião desonrado, é enviado para despertar o dragão de pedra, mas acidentalmente o destrói durante o processo, que depois esconde dos seus ancestrais e resolve proteger a própria Mulan.

Recrutando-se ao campo de treinamento, Mulan é capaz de passar como homem, embora suas habilidades militares estejam inicialmente ausentes. Mushu fornece orientação desajeitada para Mulan sobre como se comportar como um homem. Sob o comando do Capitão Li Shang, ela e seus colegas recrutas Yao, Ling e Chien-Po gradualmente se tornam guerreiros treinados. Desejando ver Mulan ter sucesso, Mushu cria uma silhueta do pai de Shang (fingindo-se ser ele), o general Li, ordenando que Shang siga o principal exército imperial para as montanhas. Os reforços partem, mas chegam a um acampamento incendiado e descobrem que o general Li e suas tropas foram massacrados pelos hunos.

Quando os reforços deixam as montanhas solenemente, eles são emboscados pelos hunos, mas Mulan habilmente usa um canhão para causar uma avalanche, que enterra a maioria dos invasores. O enfurecido Shan Yu a corta no peito, e sua decepção é revelada quando a ferida é enfaixada. Em vez de executar Mulan como a lei exige, Shang poupa sua vida, mas mesmo assim a expulsa do exército. Mulan é deixada para seguir sozinha enquanto os recrutas partem para a cidade imperial para relatar as notícias da destruição dos hunos. No entanto, descobriu-se que vários guerreiros hunos, incluindo Shan Yu, sobreviveram à avalanche, e Mulan os avista quando eles se dirigem para a cidade, com a intenção de capturar o imperador.

Na cidade imperial, Mulan é incapaz de convencer Shang sobre a sobrevivência de Shan Yu. Os hunos capturam o imperador e tomam o palácio. Com a ajuda de Mulan, Yao, Ling e Chien-Po vestem-se como mulheres e entram no palácio. Com a ajuda de Shang, eles derrotam os homens de Shan Yu. Como Shang impede Shan Yu de assassinar o Imperador, Mulan atrai o líder Huno para o telhado, onde ela o enfrenta em um único combate. Enquanto isso, agindo de acordo com as instruções e sinais de Mulan, Mushu dispara um grande foguete em Shan Yu. O foguete ataca e o lança em uma torre de lançamento de fogos de artifício, onde ele morre na explosão resultante.

Mulan é elogiada pelo Imperador e pelos habitantes reunidos na cidade, que se curvam perante ela em sua honra. Enquanto ela aceita a timbre do Imperador e a espada de Shan Yu como presentes, ela recusou educadamente a oferta de ser seu conselheiro, e pede para retornar à sua família. Mulan volta para casa e apresenta esses presentes para seu pai, que está muito feliz em ter Mulan de volta em segurança. Tendo se apaixonado por Mulan, Shang logo chega sob o pretexto de devolver o capacete, mas aceita o convite da família para jantar. Mushu é reintegrado como um guardião da família Fa pelos antepassados ​​a meio de uma celebração de retorno.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

O longa foi o primeiro de três filmes primeiramente produzidos nos estúdios de animação da Disney no Disney-MGM Studios em Orlando, Florida. O desenvolvimento do filme começou em 1994, quando alguns supervisores artísticos foram enviados a China para receber inspiração cultural e artística.

A Disney tomou algumas liberdades para contar sua versão da história de Mulan, e mesmo cuidando para não ofender a cultura do país, chegou a causar um certo descontentamento entre o público chinês. Jackie Chan emprestou a sua voz para o personagem Shang na versão dublada em chinês (mandarim e cantonês). Mulan é uma Princesa Disney, mesmo não sendo filha de rei ou rainha e não sendo casada com um príncipe, ela segue a terceira regra da Disney, ser princesa por um ato heroico.

Música[editar | editar código-fonte]

Mulan (trilha sonora)
Trilha sonora
Lançamento 1998
Gravação 1998
Gênero(s) Pop
Idioma(s) inglês
Formato(s) CD, Digital Download
Gravadora(s) Walt Disney
Produção Jerry Goldsmith, Matthew Wilder
Ver artigo principal: Mulan (trilha sonora)

Mulan apresenta trilha sonora de Jerry Goldsmith e cinco canções de Mathew Wilder e David Zippel, com uma sexta originalmente planejada para Mushu, mas foi deixada de lado por causa do envolvimento de Eddie Murphy com o longa.[3] A trilha sonora do filme é creditada por iniciar a carreira da cantora pop Christina Aguilera, cuja primeira canção a ser lançada nos Estados Unidos foi sua rendição de "Reflection". O sucesso desta lhe rendeu um contrato com a RCA Records, e mais tarde incluída no álbum de estreia da cantora.[4] Outras participações incluem Lea Salonga, que antes fizera a voz de canto da Princesa Jasmine em Aladdin, como Mulan (Salonga era originalmente a dubladora da personagem também, mas os diretores não se convenceram com sua voz para Ping e a substituiram por Ming-Na),[5] Stevie Wonder e a boy band 98 Degrees em "True to Your Heart",[6] e Donny Osmond em "I'll Make a Man Out of You", que comentou que seus filhos decidiram que ele finalmente "fizera sucesso" no show business ao participar de um filme da Disney.[7]

"Reflection" tem também três versões em espanhol, uma interpretada por Aguilera e inclusa na trilha sonora americana, outra na dublagem da Espanha cantada por Malú, e uma terceira da América Latina cantada por Lucero. No Brasil, Sandy & Júnior participam tanto da versão de "Reflection" ("Imagem"), como da de "True To Your Heart" ("Seu Coração"). Jackie Chan, dublador de Shang nas versões chinesas (Mandarim e Cantonês), também canta a versão local de "I'll Make a Man Out of You".[8][9] A música apresentada na cena do corte de cabelo, frequentemente chamada de Mulan Decision, é diferente na trilha sonora do álbum. A trilha sonora do álbum usa um orquestra enquanto a filme usa sintetizador. A versão do sintetizador está disponível na edição limitada do CD[10]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Mulan teve seu lançamento nos Estados Unidos em 19 de Junho de 1998; no Brasil foi lançado em 1 de Julho de 1998 e em Portugal dia 27 de Novembro de 1998.

Em VHS o filme foi lançado em Junho de 1999 pela Abril Vídeo na coleção Buena Vista Home Entertainment sendo um dos últimos lançamentos em VHS (os outros lançamentos foram apenas em DVD).

Em abril de 2013 foi lançado pela primeira vez em Disney Blu-ray junto com sua sequência Mulan II: A Lenda Continua em uma ''Coleção com 2 filmes'', sendo os 2 filmes em 1 disco.

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Mulan foi um grande sucesso de bilheteria e arrecadou $120,620,254 nos Estados Unidos e $183,700,000 nos outros mercados para um total mundial de $304,320,254,[2] se tornando o sétimo filme mais visto no mundo em 1998.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Data da cerimônia Categoria Receptor(es) e Indicado(s) Resultado Ref.
Oscar 23 de março de 1998 Melhor Trilha Sonora Jerry Goldsmith, Matthew Wilder e David Zippel Indicado
Globo de Ouro 18 de janeiro de 1998 Melhor Trilha Sonora Mulan Indicado
Melhor Canção Original Reflection Indicado
Grammy Awards 24 de fevereiro de 1999 Melhor Canção Composta Para um Filme ou Série de Televisão True to Your Heart Indicado
Annie Award 13 de novembro de 1998 Melhor Filme de Animação Mulan Venceu

Franquia[editar | editar código-fonte]

Sequência[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Mulan II

Em 2004, a Walt Disney Pictures lançou diretamente em vídeo, através da sua divisão de distribuição de home video, a Walt Disney Studios Home Entertainment, a sequência de Mulan, Mulan 2: A Lenda continua.[11] Foi dirigido por Darrell Rooney e Lynne Southerland e apresenta Mulan e seu novo noivo, o General Lee Shang, em uma missão especial: escoltar as três filhas do Imperador por todo o país para atender a seus futuros noivos. O filme lida com casamentos arranjados, lealdade, relacionamentos, fazer escolhas, confiança e encontrar o verdadeiro amor.

Live-action[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Mulan (2020)

A Walt Disney Pictures manifestou interesse em uma adaptação ao vivo de Mulan nos anos 2000. Zhang Ziyi foi escolhido para produtor e Chuck Russel foi escolhido como diretor. O filme foi originalmente planejado para começar a ser filmado em outubro de 2010, mas acabou sendo cancelado.[12] Em 2015, a Disney começou novamente a desenvolver um remake live-action [13]. O tratamento do roteiro de Elizabeth Martin e Lauren Hynek contou com um comerciante branco que se apaixona por Mulan e é atraído para um papel central no conflito do país com os hunos. De acordo com uma fonte da Vanity Fair, o roteiro de especulação era apenas um "ponto de partida" e todos os personagens principais seriam de fato chineses.[14] Os roteiristas de Dawn of the Planet of the Apes e Jurassic World, Rick Jaffa e Amanda Silver, vão reescrever o roteiro de Hynek e Martin com Chris Bender, J. C. Spink e Jason Reed. Em fevereiro de 2017, foi anunciado que Niki Caro iria dirigir a adaptação live-action do filme de animação de 1998. O processo de seleção de uma atriz chinesa para retratar a heroína começou em outubro de 2016. O filme foi originalmente programado para ser lançado em 2 de novembro de 2018, mas mais tarde foi retirado do cronograma de lançamento com o O Quebra-Nozes e os Quatro Reinos. Em 29 de novembro de 2017, Liu Yifei foi escalada como personagem titular. Em março de 2018, a Disney agendou o filme para ser lançado em 27 de março de 2020. Donnie Yen foi escalado como Comandante Tung, um mentor e professor para Mulan. Seguindo-o, Jet Li se juntou ao filme como o imperador da China, Gong Li foi escalada como a vilã, uma bruxa, e Xana Tang foi anunciada para interpretar a irmã de Mulan. No mês seguinte, Utkarsh Ambudkar foi escalado como Skatch, um trapaceiro, e Ron Yuan foi escalado como Sargento Qiang, o segundo no comando do Regimento Imperial. Em junho, Yoson An foi escalado como Chen Honghui, "um recruta confiante e ambicioso" que se torna o interesse amoroso de Mulan. Em julho, Jason Scott Lee se juntou ao elenco como Bori Khan, um vilão e guerreiro secundário em busca de vingança. Em agosto de 2018, Tzi Ma, Rosalind Chao, Cheng Pei-Pei, Nelson Lee, Jimmy Wong e Doua Moua foram adicionados ao elenco.[15][16]

Referências

  1. «Ode to Mulan». Consultado em 11 de agosto de 2007 
  2. a b «Bilheteria do filme» 
  3. Dan Goldwasser (20 de setembro de 2008). «Música» (em inglês). SoundtrackNet. Consultado em 10 de maio de 2010 
  4. Andy Smith. «One talented teen». Providence Journal 
  5. Hischak, Thomas S. (2011). Disney Voice Actors: A Biographical Dictionary. [S.l.]: McFarland. p. 186. ISBN 978-0-7864-6271-1 
  6. http://www.mtv.com/news/articles/1432694/98-degrees-stevie-wonder-stay-true-disney.jhtml
  7. Mark Scheerer (8 de julho de 1998). «Donny Osmond rolls with the punches for 'Mulan' success» (em inglês). CNN. Consultado em 10 de maio de 2010 
  8. Mulan makes Chinese Debut
  9. Mulan SE in October
  10. Christian Clemmensen (2 de junho de 1998). «Filmtracks: Mulan (Jerry Goldsmith)» (em inglês). Filmtracks. Consultado em 10 de maio de 2010 
  11. «Informações do filme no AdoroCinema». Consultado em 20 de março de 2019 
  12. Zhang Ziyi para produção de filme em Mulan 3D. Channel News Asia. 27 de julho de 2010
  13. «Disney está desenvolvendo live action de Mulan» (em inglês) 
  14. «Homem branco lida filme da Mulan» (em inglês) 
  15. «Disney Mulan» (em inglês) 
  16. «Novo elenco no live action de Mulan da Disney» (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Hércules
Lista de filmes da Disney
1998
Sucedido por
Tarzan