Moana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Moana
Vaiana (PT)
Moana: Um Mar de Aventuras (BR)
Poster oficial
 Estados Unidos
2016 •  cor •  107 min 
Direção Ron Clements
John Musker
Produção Osnat Shurer
Produção executiva John Lasseter
Roteiro Jared Bush
História Ron Clements
John Musker
Pamela Ribon
Chris Williams
Don Hall
Aaron Kandell
Jordan Kandell
Elenco Auli'i Cravalho
Dwayne Johnson
Gênero Musical, fantasia, aventura
Música Mark Mancina
Opetaia Foa'i
Lin-Manuel Miranda
Edição Jeff Draheim
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Animation Studios
Distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures
Lançamento Estados Unidos 23 de Novembro de 2016
Portugal 24 de Novembro de 2016
Brasil 5 de Janeiro de 2017
Idioma Inglês
Orçamento US$ 150 milhões
Receita US$ 642.969.577
Cronologia
Frozen
Frozen Fever
Frozen 2
Página no IMDb (em inglês)

Moana (Vaiana em Portugal, Moana: Um Mar de Aventuras, no Brasil)[1][2] é um filme de animação musical estadunidense, produzido pela Walt Disney Animation Studios, sendo o 56º filme do estúdio e também o 3º filme animado musical em CGI da Disney, e distribuído pela Walt Disney Pictures.[3] O filme é estrelado pela novata Auli'i Cravalho como Moana e Dwayne Johnson como Maui.[4][5] Dirigido por John Musker e Ron Clements, com trilha sonora instrumental de Mark Mancina e canções do compositor da Broadway, Lin-Manuel Miranda, Mancina e do músico Opetaia Foa'i.

O filme conta a história de Moana, a filha querida do chefe de uma tribo motunui, escolhida pelo próprio oceano para reunir uma relíquia mística a uma deusa. Ela zarpa em busca de Maui, um semideus lendário e espera salvar seu povo.

Moana estreou 23 de novembro de 2016 nos Estados Unidos e 24 de novembro de 2016 em Portugal, nos formatos Disney Digital 3-D, RealD 3D, D-Box, e grandes formatos premium. O filme, juntamente com Zootopia, marca a primeira vez desde 2002 que a Walt Disney Animation Studios lançou dois filmes no mesmo ano. Após o lançamento, o filme recebeu a aclamação da crítica com elogios direcionados à sua animação, música e dublagem. Até o momento, Moana arrecadou $642 milhões de dólares em todo o mundo.[6] Estreou em 5 de janeiro de 2017 no Brasil.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Te Fiti, uma deusa da ilha, criou toda a vida e se tornou uma ilha. O coração de TeFiti, uma pequena pedra pounamu, foi roubado pelo semideus Maui para presentear os humanos com ela, no intuíto de ser amado. Após roubar o coração de Tefiti, ele encontra o monstro de lava Te Ka, que fez com que seu anzol e o coração desaparecessem no oceano. Por causa do coração sendo roubado, as ilhas que TeFiti criou foram amaldiçoadas.

Um milênio mais tarde, Moana Waialiki quando criança descobre o coração enquanto ela está coletando conchas perto do oceano. Depois que seu pai o chefe Tui ordena que ela volte para a aldeia, ela nunca mais vê o coração até que ela cresça. Moana, agora uma adolescente, tem a responsabilidade de se tornar a próxima chefe da ilha, por insistência do seu pai, mas devido à estreita amizade com sua avó Tala, mantém seu sonho de deixar a ilha viva. Ela logo descobre que todos os peixes desapareceram das praias da vila, e os cocos estão estragados. Moana insiste em ir além do recife para pegar mais peixes, mas seu pai desanima seu pedido, irritado por seus desejos. Sua mãe, Sina Waialiki, confessa que seu pai age assim por causa da perda de seu amigo mais íntimo, quando eles viajaram pelas águas implacáveis uma noite em sua juventude.

Tala encontra Moana na praia depois que ela tenta navegar além do recife apenas para naufragar de volta para casa, e mostra à Moana uma caverna secreta escondida atrás de uma cachoeira. Dentro estão os barcos à vela que seus antepassados criaram. Ao bater no tambor, ela descobre que eles eram viajantes. Então, Tala dá a Moana o coração de Te Fiti, depois de mostrar-lhe a maldição que drena a vida das árvores e da própria ilha, dizendo que é a única maneira de salvar seu povo. Ela vai até seu pai e fala o que Tala lhe disse, mas ele não acredita e vê isso como uma outra desculpa para ela sair da ilha.

Mais tarde, Tala está doente e é encontrada morrendo em seu leito. Nos seus últimos fôlegos, ela diz a Moana para ir salvar seu povo e lhe dá o colar usado para carregar o coração. Moana parte com um dos veleiros encontrados na caverna e com Heihei, um galo mudo que estava acidentalmente guardado no veleiro. Ela quer encontrar Maui seguindo uma constelação que parece seu anzol, mas uma onda vira seu veleiro e a bate inconsciente. Ela acorda na manhã seguinte em uma pequena ilha habitada por Maui, que aprisiona Moana em uma caverna depois de distraí-la. Ele rouba seu veleiro enquanto ameaça comer Heihei. Depois de escapar da caverna, o oceano envia Moana de volta ao veleiro para convencer Maui. Ela mostra-lhe o coração e pede-lhe para ajudá-la a devolvê-lo, mas Maui se afasta temendo que o coração seja uma armadilha para a pessoa que o carrega e que outras criaturas matariam para roubá-la pra si.

Imediatamente depois que Heihei come o coração durante um encontro com pequenos piratas pigmeus conhecidos como Kakamora, os Kakamora roubam Heihei forçando Moana a recuperá-lo, depois que Maui descobre sua incapacidade de navegar quando eles tentam escapar. Depois que Moana recupera Heihei dos Kakamora, Maui é capaz de impedir seus barcos à vela de colidirem uns nos outros e os três ficam ilesos. Maui concorda em ajudar a trazer o coração de volta para Te Fiti. Mas para fazer isso, ele precisa de seu anzol, que está escondido no Reino dos Monstros, com um caranguejo gigantesco chamado Tamatoa. Em seu covil, Maui mal recupera o anzol enquanto Moana distrai Tamatoa fazendo com que ele cante sobre si mesmo. Mais tarde, Maui e Moana escapam de sua toca e Tamatoa é deixado encalhado em suas costas em um último esforço para agarrar os dois. De volta ao veleiro, Maui fica deprimido por ser incapaz de mudar de forma com o anzol, mas decide finalmente ensinar a Moana a navegar em vez disso, depois que o oceano entorpece seu traseiro com um dardo de sopro.

Moana descobre que Maui roubou o coração para uma aldeia que ele cuidou, uma vez que lhe foi dado seus poderes pelos deuses. Através de algum incentivo de Moana, Maui tem a força para mudar de forma com facilidade, conseguindo se transformar em um falcão. Os dois se tornam amigos enquanto ela aprende mais sobre como ser um escolhido pelo oceano. Eles chegam a Te Fiti onde Te Ka aparece e tenta destruí-los. Maui tenta lutar e diz para Moana ficar para trás. Ela ignora seu aviso, o que leva Te Ka a destruir parcialmente o anzol de Maui, danificando-o severamente e enviando-os para longe através do oceano. Com raiva, Maui deixa Moana encalhada, temendo que lutar com Te Ka destruirá permanentemente seu anzol. Ele voa para longe depois de dizer a ela que o oceano escolheu a pessoa errada para salvar o seu povo, que é algo que ela tem tentado descobrir o porquê.

Depois de tristemente dizer ao oceano para levar o coração para outra pessoa, Tala aparece em forma espiritual e a incentiva a descobrir quem ela é baseado no que ela aprendeu, o que ela viveu, quem ela conheceu e de onde ela vêem. Moana orgulhosamente percebe quem ela pretende ser dentro de si mesma e o que a define, e nada para recuperar o coração. Usando suas habilidades de escolhida pelo oceano, ela retorna a Te Fiti e consegue passar por Te Ka para levar o coração. Maui retorna também mudando o coração para distrair Te Ka. Moana, ao atingir o topo da montanha, percebe que a ilha se foi e que Te Ka é realmente Te Fiti sem seu coração. Ela pede ao oceano para limpar um caminho para que ela possa ter Te Fiti perto. Ela se conecta com Te Fiti e abre os olhos para mostrar o que ela se tornou. Te Fiti se acalma e deixa Moana restaurar seu coração que traz tudo, incluindo sua volta ao normal.

Te Fiti, agora totalmente restaurada e a maldição destruída, acredita que Maui deve ser deixado para pedir desculpas por suas ações, o que ele faz. Maui, em troca, é concedido um novo anzol e voa para se encontrar com seus aldeões. Antes de sair, Maui despede-se a Moana com um abraço, agradecendo a ela por tudo o que fez.

Moana retorna então a sua ilha, onde tudo volta ao normal e os aldeões retornam ao oceano, liberando os barcos da caverna escondida. Como a nova chefe, Moana coloca a pedra (uma concha que ela recolheu quando ela era pequena) na montanha mais alta, onde muitos chefes colocaram pedras para reivindicar sua liderança e parte com o resto dos moradores em busca de novas ilhas com Maui em sua forma de falcão.

Em uma cena de pós-créditos, Tamatoa ainda está deitado de costas e pergunta se as pessoas se importariam mais se seu nome fosse Sebastião e tivesse um sotaque jamaicano (referência A Pequena Sereia).

Elenco[editar | editar código-fonte]

Auli'i Cravalho na estreia do filme em Samoa, 15 de dezembro de 2016.
  • Auli'i Cravalho como Moana Waialiki, uma adolescente aventureira de 16 anos de idade que é a filha única do Chefe Tui. Desde pequena, avó Tala lhe conta as histórias e feitos dos povos da Polinésia, como eles navegaram por milhares de anos pelo oceano Pacífico povoando as ilhas que encontraram. Inspirada por essas histórias, Moana decide seguir os passos de seus ancestrais e navegar pelo oceano também.
  • Dwayne Johnson como Maui, um semideus cujo grandes feitos passados renderam a ele fama e prestígio no folclore dos povos polinésios, mas cujo auto reclusão de centenas de anos é interrompida com a chegada acidental de Moana a sua ilha. Ele possuí um anzol mágico.
  • Temuera Morrison como Chefe Tui, o pai super protetor de Moana e chefe da ilha Motuni.[7] Christopher Jackson foi a voz nas músicas de Tui.[8]
  • Nicole Scherzinger como Sina, mãe de Moana.[7]
  • Rachel House como avó Tala, uma velha que tem uma relação estreita com Moana e compartilha da sua paixão pelo oceano.[7]
  • Alan Tudyk[9] como Hei Hei, o galo de estimação de Moana e Maui, descrito como "o personagem mais idiota na história da Disney" por Ron Clements.[10] Tudyk também será a voz de outros dois personagens com um membro da vila de Moana.[11]
  • Phillipa Soo como uma habitante da ilha de Motunui.[12]
  • Oscar Kightley como Pescador
  • Jemaine Clement como Tamatoa, o carangueijo gigante e dono do Reino dos Monstros.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Personagem (PT/BR) Estados Unidos Voz Original Brasil Dubladores Portugal Dobradores
Moana Auli'i Cravalho (adolescente)
Louise Bush (criança)
Any Gabrielly (adolescente)
Clara Ferreira (criança)
Luz Fonseca (diálogos)
Sara Madeira (canções)
Maui Dwayne Johnson Saulo Vasconcelos Pedro Bargado
Hei Hei (Galo) Alan Tudyk
Avó Tala Rachel House Rejani Humphreys Custódia Gallego (diálogos)

Helena Montez (canções)

Chefe Tui Temuera Morrison (diálogos)
Christopher Jackson (canções)
Saulo Javan Ricardo Monteiro
Sina Nicole Scherzinger Mariana Elisabetsky Raquel Ferreira
Tamatoa Jemaine Clement Roberto Garcia Vítor Norte
Aldeão 1 Troy Polamalu Raul Ferreira Neto
Aldeão 2 Alan Tudyk Carlos Silveira
Aldeã Carmen Cozzi
Pescador Oscar Kightley Gabriel Noya
Ficha técnica  Brasil Brasil Rio de Janeiro
Vozes adicionais Adriano Sidney/ Daiane Lopes / Fred Silveira
Gael Elisabetsky / Hermes Baroli / Karen Ramalho
Márcia Fernandes / Ricardo Fábio/ Suzete Piloto
Théo Salomão / César Marchetti / Filipe Lopes
Gabriella Nogueira/ Anna Giulla Chantre / Julio Cesar (Dui)
Rafael Cunha / Rose Lopes / Carlos Silveira
Tânia Viana / Toninho Neto / Victor Honorio
Raul Ferreira Neto / Carmen Cozzi / Gabriel Noya
Robson Kumode
Direção Rodrigo Andreatto
Tradução André Bighinzoli
Direção Musical Nandu Valverde
Adaptação musical Mariana Elisabetsky
Gravação das canções Universal Music
Cantores Any Gabrielly / Saulo Vasconcelos / Saulo Javan
Mariana Elisabetsky / Rejani Humphreys / Roberto Garcia
Fernando Mendonça / Daiane Lopes / Filipe Lopes / Fred Silveira

Gabriela Nogueira / Gael Elisabetsky / Júlio César (Dui) / Márcia Fernandes
Rafael Saraiva / Rose Lopes / Tânia Viana / Toninho Neto

Dublado nos Estúdios TV Group Digital Brasil

Produção[editar | editar código-fonte]

Arte conceitual mostrando Maui (esquerda) e Moana (direita) usando um veleiro típico dos povos polinésios para navegar até uma ilha.

Depois de dirigir A Princesa e o Sapo, Musker e Clements começaram a trabalhar em uma adaptação de Mort de Terry Pratchett,[13] mas problemas de direitos autorais os impediu de continuar com esse projeto. Para evitar problemas semelhantes, eles apresentaram três novas ideias originais à Disney, e em 2011 começaram a desenvolver Moana.[13] Este será o primeiro filme de Musker e Clement animado totalmente por computador,[14] e Moana Waialiki será a primeira princesa polinésia da Disney.[15] Embora inicialmente houve rumores do filme ser feito na técnica que mistura animação à mão e por computador vista no curta Paperman, Musker disse que é "muito cedo para aplicar a técnica híbrida de Paperman em um filme. A interface digital ainda tem uma série de problemas de produção (incluindo a cor) que precisam ser aperfeiçoados".[14] Uma das razões para a utilização de animação por computador era que o ambiente, incluindo o oceano, é muito mais beneficiado do uso de CGI em oposição a uma animação tradicional.[16] Os cineastas também sugeriram que a animação tridimensional por computador é bem adequada à "bela escultura" dos rostos das pessoas do Pacífico Sul.[17] As tatuagens de Maui são desenhadas à mão.[18]

Taika Waititi escreveu o roteiro inicial para o filme.[19] Versões subsequentes foram escritas por Pamela Ribon,[20] Aaron Kandell e Jordan Kandell, e Jared Bush.[21] Eric Goldberg trabalhou na animação.[22]

Em 20 de outubro de 2014, a Disney anunciou que a data de lançamento de Moana será em 2016.[23] Dubladores confirmados incluem Dwayne Johnson, anunciado em 04 de dezembro de 2014, como a voz de Maui.[5] A cantora Dinah Jane Hansen do girl group Fifth Harmony fez testes para o papel de Moana,[24] mas após inúmeras audições pelo Pacífico,[25] a nativa do Havaí, Auli'i Cravalho, foi a escolha final para o papel da protagonista.[26]

O personagem de Johnson é baseado em Māui, um dos mais importantes personagens da mitologia dos povos da Polinésia. Histórias sobre suas viagens são contadas por praticamente todos os povos polinésios em todas as ilhas e regiões que habitam. Māui, na maioria dos casos, é caracterizado como um semideus, e algumas vezes como completamente divino. Nas histórias, ele possui um arpão mágico que ele usou para "pescar" as ilhas da Polinésia e deixá-las próximas umas das outras; em outras, ele usou o arpão para "pescar" o Sol e desacelerar o seu percurso, assim criando o período de 24 horas. Dwayne Johnson, o dublador do personagem, possui ancestralidade samoana. Sobre o filme, ele disse: "É a minha herança. Eu sou, com muito orgulho, metade-samoano e metade-negro".[27]

O cineasta neozelandês de origem Maori, Taika Waititi, escreveu rascunhos iniciais do roteiro. As canções do filme foram escritas por Opetaia Foa'i, Mark Mancina, e Lin-Manuel Miranda. A banda de Foa'i, Te Vaka, de música tradicional da Polinésia irá tocar no filme. Dave Metzger vai conduzir e organizar a orquestra da trilha sonora do filme.[28]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Mais informações: Moana (trilha sonora)

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Moana foi revelado no calendário da Disney em março de 2014 como um filme sem título. Em 20 de outubro de 2014, a Disney anunciou oficialmente o filme e confirmou o lançamento para final de 2016. Em 10 de novembro, a Disney confirmou a data de lançamento para 23 de novembro de 2016 nos Estados Unidos.[29]

Moana será intitulado Vaiana em Portugal, na Bélgica, Croácia, França, Alemanha, Hungria, Espanha, Suécia e na Holanda devido a um conflito de marcas.[30] Em Itália será intitulado Oceania, enquanto o nome da protagonista será Vaiana ao invés de Moana.[31]

O primeiro poster foi divulgado no dia 08 de junho de 2016 por Dwayne Johnson no Twitter, e o primeiro teaser trailer foi lançado no dia 12.[32]

Em 25 de outubro de 2016, em uma conferência de imprensa em Papeete, foi anunciado que Moana será o primeiro filme a ser totalmente dublado em língua taitiana.[33] Esta é a terceira vez que a Disney lançou uma dublagem especial dedicada à cultura que inspirou o filme: o primeiro caso foi O Rei Leão, para o qual os diretores viajaram para a África do Sul para lançar os dubladores para a versão Zulu; E o segundo caso foi Mulan, que foi o primeiro filme da Disney a ter uma dublagem chinesa mandarim feita na China, separada e independente da versão lançada em Taiwan.[34]

A Disney Índia escolheu o popular compositor de música indiana Bappi Lahiri para fazer o  personagem de Tamatoa na versão do filme para lançamento na Índia.[35] Na Rússia, Tamatoa foi interpretado por um cantor popular, Ilya Lagutenko, que executou a canção com suas entonações "meowing" distintivas.[36]

Lançamento por país[editar | editar código-fonte]

País Data de Lançamento Título
 Estados Unidos 14/11/2016 (AFI Fest) Moana
 França (Paris) 16/11/2016 Vaiana, la légende du bout du monde
 Ucrânia 22/11/2016 Ваяна
 Estados Unidos 23/11/2016 Moana
 Canadá
 Albânia 24/11/2016 Vaiana: Në kërkim të ishullit mitik
 Azerbaijão Moana
 Bielorrússia Моана
 República Checa Odvážná Vaiana: Legenda o konci světa
 Croácia Vaiana: Potraga za mitskim otokom
Camboja Moana
Cazaquistão Моана
 Macedônia
 Portugal Vaiana
 Sérvia Vajana
 Singapura Moana
 Eslovênia Vaiana: iskanje bajeslovnega otoka
Kosovo Vaiana: Në kërkim të ishullit mitik
 Bulgária 25/11/2016 Моана
 China 莫阿纳
 Estónia Vaiana
Indonésia Moana
 Lituânia Vajana
Paquistão Moana کی
 Polónia Vaiana: Skarb oceanu
 Vietnã Hành Trình Cua Moana
 Argentina 27/11/2016 (Río del Plata Film Festival) Moana: Un mar de aventuras
 Bélgica 30/11/2016 Vaiana
 França Vaiana, la légende du bout du monde
 Países Baixos Vaiana
Filipinas Moana
 Geórgia 01/12/2016 Vaiana
 Hungria
 Islândia
 Malásia Moana
 Rússia Моана
 Eslováquia Vaiana: Legenda o oceáne
 Tailândia Moana
Flag of Spain.svg Espanha 02/12/2016 Vaiana
 Reino Unido Moana
 Irlanda
 Índia मोआना
 México Moana: Un mar de aventuras
 Brasil 03/12/2016 (Comic Con Experience) Moana: Um Mar de Aventuras
 Malta 07/12/2016 Moana
 Israel 08/12/2016 מואנה
Kuwait موانا
Líbano
 Áustria 18/12/2016 Vaiana - Das Paradies hat einen Haken
 Alemanha 22/12/2016
 Grécia Βαϊάνα
 Itália Oceania
 Austrália 26/12/2016 Moana
 Brasil 05/01/2017 Moana: Um Mar de Aventuras
 Chile Moana
Nicarágua Moana
 Coreia do Sul 12/01/2017 모아 나
 Argentina 19/01/2017 Moana: Un mar de aventuras
Uruguai
 Peru 20/01/2017 Moana
 Hong Kong 26/01/2017 莫阿纳
Taiwan
 Dinamarca 02/02/2017 Vaiana
 Noruega 03/02/2017
 Suécia
 Finlândia 17/02/2017
 Estados Unidos 07/03/2017 (Lançamento em DVD) Moana
 Japão 10/03/2017 もあな と でんせつ の うみ
 Peru 21/04/2017 (Relançamento) Moana

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bilheterias[editar | editar código-fonte]

Em 8 de janeiro de 2017, Moana tinha arrecadado US $ 225,394,182 nos EUA e no Canadá e US $ 224,700,000 em outros países, totalizando US $ 450,094,182 milhões.[6] Até o momento, a Disney se recusou a divulgar o orçamento de produção do filme, embora a maioria de seus filmes de animação custam em torno de US $ 150 milhões.[37][38]

América do Norte[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos e no Canadá, Moana foi lançado durante o lucrativo fim de semana de Ação de Graças. O filme abriu em 3.875 teatros, dos quais a maioria deles - 80% - foi exibido em 3D. Ele também foi exibido em 50 telas premium de grande formato e mais de 400 telas D-Box. Prevê-se que ele leve em torno de US $ 50 milhões em três dias, com US $ 75-85 milhões em cinco dias (algumas estimativas chegam a mais de US $ 90 milhões).[39][40][41] Deadline.com disse que os números eram bons para um filme original da Disney e marca um grande rebote para a empresa na esteira de The Good Dinosaur da Pixar no ano anterior, que fez US $ 55 milhões em cinco dias (e totalizou US $ 123 milhões) de um orçamento de produção De US $ 175-200 milhões. A maior ameaça que desafiou a abertura de Moana é Fantastic Beasts and Where to Find Them da Warner Bros., que também é esperado para fazer em torno da mesma quantidade em seu segundo fim de semana.[42] As respostas esmagadoras a Fantastic Beasts e a aclamação geral da crítica se manifesta em seu desempenho de bilheteria, mas dada a sua classificação PG-13, atrairá uma multidão ligeiramente mais velha.[43]

Ele fez 2,6 milhões de dólares desde as prévias a partir da terça-feira, que começou às 7 da noite, o mais alto para um filme da Walt Disney Animation Studios.[44][45] Em seu dia da abertura, fez $ 15.7 milhão, um recorde novo para uma abertura de um filme da Walt Disney Animation na quarta-feira (quebrando o recorde de Frozen) e a maior abertura de sempre para um filme lançado pré-Ação de Graças.[46][47] Em Dia de Ação de Graças, ele ganhou $ 9.905, uma diminuição de 36% de seu dia anterior.[48] Na Black Friday, fez 22,5 milhões de dólares, um aumento de 127% em relação ao dia anterior.[49]Até domingo, o fim de semana de abertura do filme foi de US $ 55,5 milhões em sua estréia de sexta-feira a domingo; e US $ 81,1 milhões de quarta-feira a domingo, a segunda maior abertura de cinco dias no Ação de Graças (atrás de Frozen) e a terceira maior abertura de Ação de Graças (atrás de Frozen e Toy Story 2), destronando Fantastic Beasts do primeiro lugar. Entre todos os filmes que não necessariamente abriram neste fim de semana, mas podem estar em cartaz, Moana está em sexto ambos os termos de abertura de três dias e cinco dias.[50]

A abertura do filme foi considerada um sucesso e outra vitória para a empresa depois de Zootopia e Finding Dory da Pixar terem enormes aberturas, respectivamente, no mesmo ano em março e junho.[51] O "A" do filme no CinemaScore do público, o envolvimento de Dwayne Johnson e seu poder de estrela (que tem cerca de 140 milhões de seguidores/fãs em grandes plataformas de mídia social como Facebook, Instagram e Twitter), a trilha sonora do premiado Lin-Manuel Miranda bem recebida, bem como sua presença, data de lançamento, sucesso do marketing global e apelo multi-geracional do filme foram alguns dos fatores que determinaram a abertura robusta.[52][51] 74% do público eram famílias, enquanto 36% assistiram em 3D.[53]

Em seu segundo fim de semana, o filme caiu cerca de 50% num total de US $28,3 milhões, uma queda menor do que Toy Story 2, Frozen, Tangled e The Good Dinosaur.[54][55] O filme conseguiu permanecer no topo das bilheterias em seu terceiro fim de semana, apesar da concorrência com novos filmes, ganhando US $ 18,5 milhões e caiu 34%. Moana tornou-se o sexto filme de 2016 a ficar no topo da bilheteria três vezes, depois de Deadpool, Zootopia, The Jungle Book, Finding Dory e Esquadrão Suicida.[56] O filme foi ultrapassado por outra produção da Disney, Rogue One em seu quarto fim de semana, apesar de apenas um declínio marginal.[57]

Moana caiu para o número seis em seu quinto fim de semana, devido à concorrência com novos lançamentos - Sing, Passengers, Why Him? e Assassin's Creed - apesar de uma pequena queda novamente. Ele arrecadou US $ 2,9 milhões no dia de Natal. Na semana do feriado de 23 a 29 de dezembro, o filme terminou em quarto lugar com um total bruto de US $ 26 milhões, que foi 14% acima da semana anterior, apesar de ter saído de 300 cinemas.

Mundial[editar | editar código-fonte]

No inicio de dezembro, Moana ficou em terceiro no mercado internacional, atrás de Fantastic Beasts and Where to Find Them e Kimi no Na wa.[58] Internacionalmente, o filme ganhou US $ 16,3 milhões em seu primeiro fim de semana em 12 mercados, a maior parte dos quais veio da China.[50] Em seu segundo fim de semana, o filme expandiu um total de 30 mercados, somando $ 33.7 milhões adicionais.[58]

Na China, o filme teve um dia de abertura medíocre com apenas US $ 1,9 milhão de 38.000 exibições. No entanto, ele desfrutou de um grande fim de semana no sábado - mesmo que suas telas tenham caído - e no domingo.[59] No total, ele marcou um fim de semana de abertura de US $ 12,3 milhões, o segundo maior para um título de animação da Disney, atrás apenas de Zootopia. Era o número 2 atrás de Fantastic Beasts and Where to Find Them. A Disney acredita que o filme tem um longo caminho a percorrer na China, embora o mercado esteja repleto de novos filmes lançados a cada final de semana (incluindo 6 títulos na próxima semana). No entanto, fortes números da mídia social mostrou entre os mais altos que o estúdio tem visto lá. Semelhante a Zootopia, começou lento e mais tarde se tornou um fenômeno blockbuster, a empresa está esperando o mesmo para Moana. Deadline.com apontou que o filme precisará do marketing local e parcerias para que continue a encontrar audiências e ter impulso.[60] Ele teve uma bem sucedida estréia na França com US $ 5,2 milhões (US $ 6,4 milhões incluindo as prévias), igual a Frozen; Rússia com US $ 5,1 milhões (a quarto melhor abertura de uma animação da Disney ou da Pixar); México com US $ 2,7 milhões e a Espanha com US $ 2 milhões. O filme também teve sucesso na Bélgica, nos Países Baixos e na Suíça francófona.[61] No Reino Unido e na Irlanda, o filme enfrentou a concorrência de Fantastic Beasts - que estava em seu terceiro fim de semana - e, como resultado, registrou uma baixa abertura de apenas £ 2,2 milhões (US $ 2,78 milhões).[62]

O lançamento prosseguirá, na Alemanha, Itália e Austrália em 22 dezembro; Brasil e Coréia do Sul em janeiro; E então Japão em 10 de março, como todos os padrões anteriores de lançamento da Disney.[60]

Resposta da crítica[editar | editar código-fonte]

Moana recebeu críticas positivas. No site agregador, Rotten Tomatoes, o filme tem uma classificação "certificado fresco" de 96%, com base em 192 avaliações e uma classificação média de 7.8/10. O consenso dos críticos do site diz: "Com uma personagem-título tão tridimensional quanto a sua animação exuberante e uma história que acrescenta profundidade à fórmula testada da Disney, Moana é verdadeiramente uma aventura familiar para qualquer idade".[63] No Metacritic, o filme detém uma pontuação 81 de 100, baseado em 41 avaliações, indicando "aclamação universal".[64] No CinemaScore, o público deu ao filme uma nota média de "A" em uma escala de A + para F.[65]

Escrevendo para o site de Roger Ebert, Christy Lemire deu ao filme três estrelas e meia de quatro, escrevendo, "Moana teria sido muito divertido, independentemente de quando ele saiu, mas a sua chegada a este momento particular da história lhe dá um sentido adicional de significado - bem como inspiração". Joe Morgenstern, do The Wall Street Journal, proclamou que "Moana é linda em várias maneiras do que eu posso dizer, graças ao brilho de muitos animadores do que eu poderia contar".[66]

O mestre da animação, Eric Goldberg, recebeu elogios de críticos e público por sua animação desenhada à mão das tatuagens de Maui, que eles alegaram que "roubaram o show" do filme real animado por CGI.[67][68][69]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Moana tem sido criticado por perpetuar estereótipos de polinésios, descrevendo Maui com sobrepeso e intelectuais da Oceania tem chamado o filme de apropriação cultural.[70] Além disso, um traje da mershandising foi retirado pela Disney da sua loja online após queixas de ser culturalmente insensível, semelhante a blackface. O traje era uma fantasia do corpo de Maui.[71] O antropológo sociocultural da Universidade Brigham Young do Hawai, Tēvita'Ō. Ka'ili, afirmou que, "apesar da sua importante mensagem girl power, o filme tinha uma falha importante. Não tinha simetria por sua omissão de uma deusa heróica. Disney recorreu à redução do poderoso deus Māui a um unidimensional, egoísta, quase abusivo, bufão para colocar em primeiro plano a força do protagonista do filme Moana". Ele continua explicando que "a omissão de uma deusa-heroína é significativa porque a Polinésia é uma cultura com um vasto panteão de poderosas deusas heroicas. A deusa do deus Māui, não foi encontrada em nenhuma parte de Moana da Disney."[72] A jornalista do Fiji Times, Ana Madigibuli, relatou que Disney pode ter usado o Camakau sem permissão da comunidade de Korova.[73] O poeta Karlo Mila da Nova Zelândia, analisou o problema da descrição de Maui no filme, declarando que Maui parece ser a versão Shrek da Disney.[74]

A dublagem de The Rock também foi criticada por uma pronúncia excessivamente americana das palavras maori e samoanas. Embora ele seja samoano, essa crítica também estava ligada a um ponto mais geral sobre a sub-representação dos atores polinésios em Hollywood.[75]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Lista de prêmios e indicações
Premiação Categoria Recipientes Resultado Ref(s)
Alliance of Women Film Journalists Melhor Filme de Animação Ron Clements, Don Hall, John Musker e Chris Williams Indicado [76][77]
Melhor Personagem Feminina Animada Auli'i Cravalho Venceu
Annie Awards Melhor Animação Moana Pendente [78]
Melhor Efeitos Animados na produção de um longa-metragem Marlon West, Erin V. Ramos, Blair Pierpont, Ian J. Coony e John M. Kosnik
Melhor Design de Personagens na produção de um longa-metragem Bill Schwab e Jin Kim
Melhor Storyboarding na produção de um longa-metragem Normand Lemay
Melhor Voz na produção de um longa-metragem Auli'i Cravalho
Melhor Edição de uma produção longa-metragem Jeff Draheim
Chicago Film Critics Association Melhor filme de animação Moana Indicado [79]
Critics Choice Awards Melhor Animação Indicado [80]
Melhor Canção "How Far I'll Go" – Opetaia Foa'i, Mark Mancina e Lin-Manuel Miranda
Dallas–Fort Worth Film Critics Association Melhor filme de animação Moana 3º lugar [81]
Golden Globe Awards Melhor Filme de Animação Pendente [82]
Melhor Canção Original "How Far I'll Go" – Lin-Manuel Miranda
Hollywood Music in Media Awards Melhor Trilha Sonora - Filme de Animação Mark Mancina Indicado [83][84]
Melhor Canção - Filme de Animação "We Know the Way" – Opetaia Foa'i, Mark Mancina e Lin-Manuel Miranda
Houston Film Critics Society Melhor Animação Moana Indicado [85]
Melhor Canção Original "How Far I'll Go" – Lin-Manuel Miranda
NAACP Image Awards Melhor Performance de Voz Dwayne Johnson [86]
San Diego Film Critics Society Melhor Filme de Animação Moana Indicado [87][88]
San Francisco Film Critics Circle Melhor Filme de Animação [89][90]
Satellite Awards Melhor Animação ou Mídia Mista Pendente [91]
St. Louis Gateway Film Critics Association Melhor Filme de Animação [92]
Melhor trilha sonora
Melhor Canção "How Far I'll Go"
"You're Welcome"
Visual Effects Society Awards Melhores Efeitos Visuais em um Filme de Animação Hank Driskill, Ian Gooding, Nicole P. Hearon e Kyle Odermatt Pendente [93]
Melhor Performance Animada Maui – Mack Kablan, Nikki Mull, Matthew Schiller, Marc Thyng
Melhor Criação Ambiental em um Filme de Animação Ilha de Motonui – Rob Dressel, Andy Harkness, Brien Hindman, Larry Wu
Melhores Simulações de Efeitos Visuais Marc Henry Bryant, David Hutchins, John M. Kosnik, Dale Mayeda
Washington D.C. Area Film Critics Association Melhor Animação Moana Indicado [94]
Melhor Performance Vocal Auli'i Cravalho
Women Film Critics Circle Melhor Personagem Feminina Moana Venceu [95]

Referências

  1. «Moana, nova princesa da Disney, aparece ainda bebê em teaser». G1. Julho de 2016. Consultado em 1 de julho de 2016 
  2. «Walt Disney Studios Brasil». Twitter. Consultado em 10 de Junho de 2016 
  3. «Concept Art And Some Story Details For Disney's Epic, Mythic Animated Adventure, Moana – UPDATED» (em inglês). Bleeding Cool. Consultado em 4 de Dezembro de 2014 
  4. «Moana, nova princesa da Disney, será dublada por garota de 14 anos». G1. Outubro de 2015. Consultado em 1 de julho de 2016 
  5. a b «Disney contrata Dwayne Johnson para a animação MOANA». Cinema em Cena. Consultado em 4 de Dezembro de 2014 
  6. a b "Moana (2016)"Box Office Mojo
  7. a b c Truitt, Brian (July 25, 2016). "'Moana' is full of colorful South Pacific personalities"USA Today
  8. «Disney's 'Moana' Deluxe Soundtrack Tracklist - Stitch Kingdom». Stitch Kingdom (em inglês). 27 de outubro de 2016 
  9. «Alan Tudyk Confirms Voice Roles in ZOOTOPIA and MOANA». Collider 
  10. journalist, Jim Hill Entertainment; expert, Walt Disney Company (2016-09-08). "How The Makers Of Disney's 'Moana' Almost Chickened Out"The Huffington Post
  11. Rome, Emily (July 22, 2016). "Alan Tudyk revealed his 'Moana' character and gave us a sample of his voice performance"HitFix
  12. Galuppo, Mia (06 de junho de 2016). 'Hamilton' Actress Phillipa Soo Joins Disney's 'Moana'. Hollywood Reporter. Consultado em 07 de junho de 2016.
  13. a b Connelly, Brendon. «What Disney's Film Of Terry Pratchett's Mort Might Have Looked Like… And A Preview Of Things To Come» (em inglês). Bleeding Cool. Consultado em 4 de Dezembro de 2014 
  14. a b Desowitz, Bill. «Immersed in Movies: John Musker Talks 'Little Mermaid' Going Blu and 'Moana'» (em inglês). Indiewire. Consultado em 4 de Dezembro de 2014 
  15. «Moana» (em inglês). BCDB. Consultado em 4 de Dezembro de 2014 
  16. Kanai, Maria (October 13, 2015). "5 Things You Should Know About Disney's Moana Starring Auli'i Cravalho and Dwayne "The Rock" Johnson"Honolulu Magazine.
  17. Dell, Brad (October 15, 2015). "'Moana': a look into Disney's upcoming Polynesian voyage"Ka Leo
  18. Busch, Jenna. "D23: Interview with Moana's Dwayne Johnson and the Filmmakers"Welcome to the Legion!.
  19. "Taika Waititi behind Disney script 'Moana'"The New Zealand Herald.
  20. "About – Pamela Ribon"pamie.com.
  21. "Instagram video by @therock • Aug 2, 2016 at 5:46pm UTC"Instagram.
  22. Siegemund-Broka, Austin (June 16, 2015). "Veteran Animator Eric Goldberg Joins USC Film School Faculty"The Hollywood Reporter.
  23. «Walt Disney Animation Studios Sets Sail with Moana» (em inglês). Disney Insider. Consultado em 4 de Dezembro de 2014 
  24. «Did The Rock Just Hint At Dinah Jane Hansen's Involvement In 'Moana?'». MTV 
  25. Deitchman, Beth (Spring 2016). "Finding Her Way: Directors John Musker and Ron Clements Have Charted A Course For Their New Film, Moana, Which Sails Into Theatres In November 2016". Disney twenty-three. Burbank: Walt Disney Company. 8 (1): 32–33.ISSN 2162-5492OCLC 698366817.
  26. «Meet the Next Disney Princess – and Get a First Look at Her Movie, Moana!». People 
  27. http://www.ew.com/article/2015/08/14/dwayne-rock-johnson-honors-his-heritage-disneys-moana
  28. «Behind of Scenes of Disney Frozen». Hispanic Business. Consultado em 4 de Dezembro de 2014 
  29. «Disney Dates 2016 Animated Pics 'Zootopia' & 'Moana». Deadline 
  30. «"La princesa Moana en España se llamará Vaiana (y otros problemas de branding)"». El Pais 
  31. «"In Italia il nuovo film Disney si intitolerà "Oceania" e non "Moana"». il Post 
  32. Galuppo, Mia (08 de junho de 2016).Disney's 'Moana' Gets New Poster. Hollywood Reporter. Consultado em 08 de junho de 2016.
  33. "Moana to be first Disney film translated into Tahitian language"Entertainment Weekly.
  34. "Mandarin"Charguigou
  35. "From Tamma Tamma to Tamatoa, Bappi da goes Hollywood"Bollywood Hungama.
  36. "«Моана» и другие: лучшие песни из анимационных фильмов Disney по версии THR"the Hollywood Reporter (em Russo). 
  37. Thompson, Adam (8 de dezembro de 2016). "Disney Needed a Brainless Rooster for 'Moana,' So It Called Alan Tudyk"Wall Street Journal. New York: The Dow Jones Company. 
  38. Brent Lang (21 de novembro de 2016). "Thanksgiving Box Office: Disney's 'Moana' to Feast on Brad Pitt's 'Allied,' 'Bad Santa 2'"Variety. Variety Media. 
  39. Meriah Doty (21 de novembro de 2016). "'Moana' to Ride Big Box Office Wave With $75 Million-Plus"The Wrap
  40. Pamela McClintock (21 de novembro de 2016). "Holiday Box Office: Disney to Dominate, Can Awards Contenders Escape the Arthouse?"The Hollywood Reporter.
  41. Box Office Mojo (22 de novembro de 2016). "'Moana' Sets Sights on $80+ Million 5-Day Thanksgiving Debut".
  42. Anthony D'Alessandro (21 de novembro de 2016). "Will 'Moana' Slay 'Fantastic Beasts' Over The Thanksgiving Stretch?"Deadline.com. R
  43. Brent Lang (21 de novembro de 2016). "Thanksgiving Box Office: Disney's 'Moana' to Feast on Brad Pitt's 'Allied,' 'Bad Santa 2'"Variety
  44. Anthony D'Alessandro (23 de novembro de 2016). "'Moana' & 'Fantastic Beasts' Owning Thanksgiving Stretch – Midday B.O. Update"Deadline.com
  45. Scott Mendelson (23 de novembro de 2016). "Box Office: Walt Disney's 'Moana' Scores Huge $2.6 Million Tuesday Gross"Forbes
  46. Anthony D'Alessandro (24 de novembro de 2016). "Can 'Moana' Melt 'Frozen's $93.6M Thanksgiving 5-Day Record? – Early AM Update"Deadline.com
  47. Scott Mendelson (24 de novembro de 2016). "Wednesday Box Office: 'Moana' Scores Record $15.7M, 'Fantastic Beasts' Tops $100M"Forbes
  48. Scott Mendelson (November 24, 2016). "Thanksgiving Box Office: 'Moana' Tops With $10M, 'Fantastic Beasts' Scores Big China Debut"Forbes
  49. D'Alessandro, Anthony (2016-11-26). "'Moana' Rings Up $22.5M On Black Friday As She Cruises Toward Disney's 2nd Best Thanksgiving Debut – Late Night B.O."Deadline.
  50. a b Scott Mendelson (27 de novembro de 2016). «Box Office: Walt Disney's 'Moana' Sets Sail With $81M Thanksgiving Debut». Forbes. Consultado em 28 de novembro de 2016 
  51. a b Anthony D'Alessandro (27 de novembro de 2016). «'Moana' Slots 2nd Best Thanksgiving Debut; 'Allied's Fight; 'Rules' The Worst Turkey Since 'Victor Frankenstein'». Deadline.com. Consultado em 28 de novembro de 2016 
  52. Pemela McClintock (27 de novembro de 2016). «Box Office: 'Moana' Scores Huge $81M Thanksgiving Win; 'Rules Don't Apply' Bombs With $2.2M». The Hollywood Reporter. Consultado em 28 de novembro de 2016 
  53. «Moana (2016)». Box Office Mojo. Consultado em 27 de novembro de 2016 
  54. Anthony D'Alessandro (4 de dezembro de 2016). "'Moana' Keeps Fire Going In Chilly December Weekend; 'Manchester' & 'Jackie' Bask In Awards Season Rays"Deadline
  55. Brad Brevet (4 de dezembro de 2016). "'Moana' Repeats at #1, Topping Slow Post-Thanksgiving Weekend"Box Office Mojo.
  56. Brad Brevet (11 de dezembro de 2016). "'Moana' Threepeats at #1, 'La La Land' Opens Big in Limited Release"Box Office Mojo
  57. Brad Brevet (18 de dezembro de 2016). "'Star Wars: Rogue One' Debuts With Over $290 Million Worldwide, 'Collateral Beauty' Struggles". Box Office Mojo.
  58. a b Nancy Tartaglione (December 6, 2016). "'Fantastic Beasts' Bests $600M WW; 'Moana' Mints $180M; 'Doctor Strange' Ices 'Deadpool', 'Iron Man 2' – Intl Box Office"Deadline.com
  59. Patrick Frater (28 de novembro de 2016). «China Box Office: 'Fantastic Beasts' Enjoys $40 Million Opening». Variety. Consultado em 28 de novembro de 2016 
  60. a b Nancy Tartaglione (27 de novembro de 2016). «'Fantastic Beasts' Climbs To $474M Global; 'Moana' Catches $16.3M Offshore Wave – Intl Box Office». Deadline.com. Consultado em 28 de novembro de 2016 
  61. Nancy Tartaglione (6 de dezembro de 2016). "'Fantastic Beasts' Bests $600M WW; 'Moana' Mints $180M; 'Doctor Strange' Ices 'Deadpool', 'Iron Man 2' – Intl Box Office"Deadline.com.
  62. Charles Gant (6 de dezembro de 2016). "Moana and Sully bobbing in the wake of Fantastic Beasts at UK box office"The Guardian
  63. "Moana (2016)"Rotten Tomatoes
  64. "Moana"Metacritic
  65. "CinemaScore"cinemascore.com
  66. Morgenstern, Joe (23 de novembro de 2016). "'Moana' Review: The Waves Part"The Wall Street Journal
  67. Brayson, Johnny. «'Moana' In 3D & 2D Both Offer Something Special For The Viewer» 
  68. «Disney mixes classic animation, computers to create captivating 'Moana'». KTAR.com (em inglês). 23 de novembro de 2016 
  69. «Movie review: 'Moana'». NewsOK.com (em inglês). 23 de novembro de 2016 
  70. Bryce, Bindi (July 2, 2016). "Disney's Moana trailer upsets some Polynesians for portrayal of 'obese' demigod Maui". Australian Broadcasting Corporation. 
  71. "Disney has pulled its controversial Moana costume after consumer complaints"Chip and Co.
  72. Anthropologist, Tēvita O. Kaʻili Indigenous Oceanian Cultural (26 de novembro de 2016). "Goddess Hina: The Missing Heroine from Disneyʼs Moana."The Huffington Post
  73. «Disney uses our camakau - Fiji Times Online». www.fijitimes.com. Consultado em 10 de dezembro de 2016 
  74. «Karlo Mila: Why Disney's Maui is so wrong». E-Tangata - A Māori and Pasifika Sunday magazine. 10 de julho de 2016 
  75. «Hear us out: That 'brown face' Maui costume is maybe okay». The Spinoff (em inglês). 20 de setembro de 2016 
  76. Merin, Jennifer (16 de dezembro de 2016). «2016 AWFJ EDA Award Nominees». Alliance of Women Film Journalists. Consultado em 17 de dezembro de 2016 
  77. McCue, Michelle (16 de dezembro de 2016). «'Arrival', 'La La Land', 'Hell or High Water' Among The Nominees for the 2016 AWFJ EDA Awards». WeAreMovieGeeks.com. Consultado em 17 de dezembro de 2016 
  78. Flores, Terry (28 de novembro de 2016). «'Zootopia' Tops Annie Awards Nominations, 'Kubo and the Two Strings' in Close Second». Variety. Consultado em 29 de novembro de 2016 
  79. «The 2016 Chicago Film Critics Association Award Nominees». Chicago Film Critics Association. 11 de dezembro de 2016. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  80. «La La Land Leads with 12 Nominations for the 22nd Annual Critics' Choice Awards». Critics' Choice. 1 de dezembro de 2016. Consultado em 1 de dezembro de 2016 
  81. «DFW Film Critics Name 'Moonlight' Best Film of 2016». Dallas–Fort Worth Film Critics Association. 13 de dezembro de 2016. Consultado em 13 de dezembro de 2016 
  82. «Golden Globes 2017: The Complete List of Nominations». The Hollywood Reporter. 12 de dezembro de 2016. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  83. «Justin Timberlake & Alexandre Desplat Among Winners At Hollywood Music In Media Awards». Deadline. 18 de novembro de 2016. Consultado em 18 de novembro de 2016 
  84. McNary, Dave (2 de novembro de 2016). «'La La Land' Scores Three Hollywood Music in Media Nominations». Variety. Consultado em 3 de novembro de 2016 
  85. «Houston Film Critics Nominations for 2016 Films». Movie Awards Plus. Consultado em 18 de Dezembro de 2016 
  86. «Moonlight,' 'Birth of a Nation' and 'Loving' score big with NAACP Image Award nominations». Los Angeles Times. Consultado em 18 de Dezembro de 2016 
  87. «2016 San Diego Film Critics Society's Award Nominations». 9 de dezembro de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  88. «San Diego Film Critics Society's 2016 Award Winners». 12 de dezembro de 2016. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  89. Flores, Marshall (9 de dezembro de 2016). «San Francisco Film Critics Circle Nominations!». AwardsDaily.com. Consultado em 10 de dezembro de 2016 
  90. Nordyke, Kimberly (12 de dezembro de 2016). «'Moonlight' Named Best Picture by San Francisco Film Critics Circle». The Hollywood Reporter. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  91. Kilday, Gregg (29 de novembro de 2016). «Satellite Awards Nominees Revealed». The Hollywood Reporter. Consultado em 29 de novembro de 2016 
  92. «2016 StLFCA Annual Award Nominations». St. Louis Gateway Film Critics Association. 12 de dezembro de 2016. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  93. «Rogue One' Leads Visual Effects Society Feature Competition With 7 Nominations As 'Doctor Strange,' 'Jungle Book' Grab 6 Each». Hollywood Reporter. Consultado em 11 de Janeiro de 2017 
  94. «The 2016 WAFCA Awards Nominations». 3 de dezembro de 2016. Consultado em 4 de dezembro de 2016 
  95. «Women Film Critics Circle Nominations: "Hidden Figures," "13th," & More». Women And Hollywood. 19 de dezembro de 2016. Consultado em 15 de dezembro de 2016