The Jungle Book (2016)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde fevereiro de 2019).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Cinema.
Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para revisão desde fevereiro de 2019.
Translation to english arrow.svg
A tradução deste artigo está abaixo da qualidade média aceitável. É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, cine e melhore este verbete conforme o guia de tradução.
The Jungle Book
O Livro da Selva (PRT)
Mogli - O Menino Lobo (BRA)
Pôster oficial
 Estados Unidos
2016 •  cor •  105[1] min 
Direção Jon Favreau
Produção Brigham Taylor
Jon Favreau
Roteiro Justin Marks
Baseado em O Livro da Selva, de Rudyard Kipling
Narração Ben Kingsley
Elenco Neel Sethi
Scarlett Johansson
Ben Kingsley
Idris Elba
Lupita Nyong'o
Scarlett Johansson
Giancarlo Esposito
Christopher Walken
Jennifer Seguin
Género aventura
drama
fantasia
Música John Debney
Cinematografia Bill Pope
Edição Mark Livolsi
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Pictures
Fairview Entertainment
Distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures
Lançamento Estados Unidos 15 de abril de 2016
Brasil Portugal 14 de abril de 2016
Idioma inglês
Orçamento US$ 175 milhões[1]
Receita US$ 966 550 600[1]
Página no IMDb (em inglês)

The Jungle Book (bra: Mogli - O Menino Lobo[2]; prt: O Livro da Selva[3]) é um filme estadunidense de 2016, dos gêneros drama, fantasia e aventura, realizado por Jon Favreau para a Walt Disney Pictures, com guião de Justin Marks baseado no romance O Livro da Selva, de Rudyard Kipling.

Trata-se de um remake do desenho animado homônimo de 1967 e o segundo live action da Disney adaptado do mesmo romance — o primeiro é de 1994.[4]

O filme precisou de muitos efeitos de computação gráfica para representar os animais e os cenários, com as gravações sendo feitas inteiramente em Los Angeles.[carece de fontes?] Foi lançado em Disney Digital 3-D, RealD 3D, IMAX 3D, D-Box, assim como outros formatos premium, em 15 de abril de 2016 nos EUA e um dia antes no Brasil.[carece de fontes?]

Mogli: O Menino Lobo teve boa recepção por parte da crítica e do público, arrecadando mais de US$ 960 milhões mundialmente e se tornando a quinta maior bilheteria de 2016 O filme ganhou um Oscar De Melhores Efeitos Visuais em 2017.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Uma aventura épica inédita sobre Mogli, um menino criado por uma família de lobos que não é mais bem-vindo quando o temido tigre Shere Khan, que carrega cicatrizes causadas por um humano, promete eliminá-lo. Forçado a sair do bando por Akela, o líder da alcateia, Mogli começa uma viagem com a pantera negra Baguera em busca de uma aldeia de humanos para se asilar em segurança.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Personagem Original Estados Unidos Dublagem Brasil Dobragem Portugal
Mogli Neel Sethi (live action)
Kendrick Reyes (criança; live action)
Arthur Valadares[5] Daniel Moreira[6]
O pai de Mogli Ritesh Rajan (live action)
Balu Bill Murray Marcos Palmeira[7] Mário Redondo[6]
Baguera Ben Kingsley Dan Stulbach[7] Paulo B.[6]
Shere Khan Idris Elba Thiago Lacerda[7] Luís Mascarenhas[6]
Raksha Lupita Nyong'o Julia Lemmertz[7]
Kaa/Casca Scarlett Johansson Alinne Moraes[7] Rita Tristão[6]
Rei Louie/Rei Lu Christopher Walken Tiago Abravanel[7]
Akela Giancarlo Esposito
Irmão Lobo Gray/Cinza Brighton Rose
Puppeteer Allan Trautman
Mãe Nilgai Sara Arrington
Rama Ralph Ineson

Produção[editar | editar código-fonte]

A 9 de Julho de 2013, o filme foi anunciado, com Justin Marcas o escritor do filme.[8] A 5 de Novembro de 2013, foi anunciado que Jon Favreau iria realizar o filme.[9] A 6 de Março de 2014, é anunciado que Idris Elba daria voz a Shere Khan.[10] A 23 de Abril, é anunciado que Scarlett Johansson e Lupita Nyong'o dariam voz a Kaa e Raksha, respectivamente.[11] A 25 de Junho de 2014, é anunciado que Ben Kingsley daria voz ao Bagheera.[12] A 15 de Julho, é anunciado que Neel Sethi iria interpretar Mowgli.[13] A 28 de Julho de 2014, é anunciado que Christopher Walken e Giancarlo Esposito dariam voz a King Louie e Akela, respectivamente.[14] A 1 de Agosto de 2014, é anunciado que Bill Murray daria voz a Baloo.[15] Richard M. Sherman, que ao lado do seu falecido irmão Robert B. Sherman, ambos escritores de canções dos filmes originais da Disney, irá escrever novas canções para o filme,[16] e "The Bare Necessities" irá ser reciclada por ele, e cantada por Bill Murray.[17] A 13 de Janeiro de 2015,a data de lançamento foi adiada de 15 de Outubro de 2015, para 15 de Abril de 2016 nos Estados Unidos.[18]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

Até o dia 30 de maio de 2016, Mogli: O Menino Lobo arrecadou US$ 364 milhões na América do Norte e US$ 602 milhões em outros territórios para um total mundial de US$ 966 milhões. O filme foi lançado em um total de 28 000 telas RealD 3D e teve uma estréia mundial IMAX de U$ 20,4 milhões.[19]

América do Norte

As projeções para sua semana de estréia nos Estados Unidos e no Canadá foram continuamente revisto em alta a partir de US$ 60 milhões para tão elevado quanto US$ 88 milhões, com quadrantes masculinos e também do sexo feminino e para os mais velhos mais velhos, sendo o sorteio prime. Ele será lançado na 4028 cinemas dos quais 3100 cinemas será em 3D, incluindo 376 telas IMAX, 463 telas de grande formato premium e 145 D-Box locais. Ele fez US$ 4,2 milhões com previews da quinta-feira e US$ 32,4 milhões em seu dia de abertura.[20]

Fora da América do Norte

Mogli: O Menino Lobo foi lançado em cerca de 65 países. No âmbito internacional, que abriu em 15 mercados e 69 IMAX telas, uma semana antes de sua estréia nos EUA e enfrentou competições notáveis ​​do recém-chegado O Caçador e a Rainha do Gelo e o resquício Batman vs Superman: A Origem da Justiça, o último dos quais foi entrando em seu terceiro fim de semana. A razão por trás do padrão de liberação divididos foi porque a Disney queria obter algum espaço antes do próprio estúdio, para Capitão América: Guerra Civil ser liberado no início de Maio, bem como aproveitar as férias escolares e evitando concorrentes locais. Ele eventualmente arrecadou US$ 31 700 000 estreando em primeiro lugar em todos os mercados e em segundo lugar geral na bilheteria internacional, atrás de Batman vs Superman: A Origem da Justiça, que estava passando em 67 mercados. em seu segundo fim de semana, ele irá se expandir em mais 45 países.[21]

Na Índia, ele marcou o segundo maior dia de abertura para um filme de Hollywood, ganhando US$ 1,51 milhões (atrás de Os Vingadores: Era de Ultron) a partir de cerca de 1500 telas e passou a marcar a segundo maior abertura do fim de semana para um filme de Hollywood de todos os tempos com US$ 8,4 milhões de 1600 telas, atrás apenas de Velozes e Furiosos 7, em termos de local, bem como a moeda dos EUA, um desempenho melhor do que o esperado de seu inicio de US$ 5-6 milhões de projeção de abertura. a sua semana de estréia só na Índia superou a toda vida total dos outros live-action da Disney como Cinderela, Malévola, Oz - Mágico e Poderoso e Alice no País das Maravilhas, no país. em seguida, ele passou a marcar a maior abertura em uma única semana para um filme de Hollywood, com US$ 15,1 milhões. em outros lugares, que abriu com US$ 7,4 milhões na Rússia, US$ 2,8 milhões na Austrália, US$ 2,3 milhões na Argentina e na Malásia, ele marcou o maior fim de semana de abertura para um filme da Disney em live-action, com US$ 2,3 milhões.[22]


Referências

  1. a b c «The Jungle Book : Total Lifetime Grosses : Worldwide:» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 6 de novembro de 2017. Arquivado do original em 7 de novembro de 2017 
  2. «Mogli - O Menino Lobo». Brasil: CinePlayers. Consultado em 26 de fevereiro de 2019 
  3. «O Livro da Selva». Portugal: CineCartaz. Consultado em 26 de fevereiro de 2019 
  4. Nibley, Alexander (26/05/1997). "Are Films Using Names in Vain?. The Los Angeles Times.
  5. Menino que dublou Mogli no cinema quer ser biólogo quando crescer
  6. a b c d e «"O Livro da Selva": Conheça os atores portugueses que dão voz às personagens». Gralha presumida em "Daniel Moreia". SapoMag. 15 de abril de 2016. Consultado em 7 de novembro de 2017 
  7. a b c d e f Elenco estelar dubla versão brasileira de Mogli
  8. The Deadline Team. «Justin Marks To Adapt Live-Action 'Jungle Book' Reboot At Disney - Deadline». Deadline. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  9. Borys Kit. «Jon Favreau in Talks to Direct 'Jungle Book' for Disney». The Hollywood Reporter. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  10. Borys Kit. «Idris Elba to Voice Man-Eating Tiger in Disney's 'Jungle Book'». The Hollywood Reporter. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  11. Borys Kit. «Scarlett Johansson, Lupita Nyong'o in Talks for Disney's 'Jungle Book' (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  12. «Ben Kingsley, 'The Jungle Book': Actor to Voice Bagheera in Disney Pic - Variety». Variety. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  13. «Disney Finds its Mowgli in Newcomer Neel Sethi for 'The Jungle Book' - Variety». Variety. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  14. The Deadline Team. «Disney's 'Jungle Book' Adds Christopher Walken And Giancarlo Esposito - Deadline». Deadline. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  15. The Deadline Team. «Disney's 'Jungle Book' Adds Christopher Walken And Giancarlo Esposito - Deadline». Deadline. Consultado em 13 de dezembro de 2014 
  16. Pat Cerasaro. «Richard Sherman Set To Pen New Songs For Disney's THE JUNGLE BOOK Movie Remake». Consultado em 26 de dezembro de 2014 
  17. «Bill Murray will sing as Baloo the Bear in The Jungle Book». Digital Spy. Consultado em 26 de dezembro de 2014 
  18. Pamela McClintock. «Jon Favreau's 'Jungle Book' Switches Places With 'Finest Hours,' Pushed to Spring 2016». The Hollywood Reporter. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  19. «The Jungle Book (2016) (2016) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 18 de abril de 2016 
  20. «The Jungle Book (2016) (2016) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 18 de abril de 2016 
  21. «The Jungle Book (2016) (2016) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 18 de abril de 2016 
  22. «The Jungle Book (2016) (2016) - Box Office Mojo». www.boxofficemojo.com. Consultado em 18 de abril de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.