Edmundo Rodrigues

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Edmundo Rodrigues (Pará, 10 de Janeiro de 1935 - Rio de Janeiro, 10 de Setembro de 2012) foi um roteirista, desenhista e editor de histórias em quadrinhos no Brasil.

História[editar | editar código-fonte]

Nasceu no Estado do Pará, onde permaneceu até os cinco anos de idade, quando foi para o Rio de Janeiro, então capital do Brasil. Cursou vários cursos de artes, até o conceituado curso de Comics da Escola Continental de Hollywood nos Estados Unidos. No Rio de Janeiro, estudou no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro.

Em 1967, mudou-se para São Paulo e vai morar na Aclimação, trabalhando para várias editoras da cidade.

O artista hoje morou na cidade do Rio de Janeiro, no bairro do Leme, até morrer.

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

A partir de 1959 ficou conhecido no país ao desenhar Jerônimo, o Herói do Sertão, personagem principal de uma radionovela popular, depois adaptada como telenovela. Também desenhou O Falcão Negro, herói de um programa de televisão. Trabalhou na revista Calafrio, escrevendo e desenhando histórias de terror. Sua criação feminina mais famosa e conceituada é Irina, a Bruxa. Clássico dos quadrinhos de terror brasileiros, Irina foi publicada originalmente em 1967 pela editora Taíka. Nos anos 80 a editora Bloch publicou Irina em cores. Edmundo foi editor de quadrinhos na Bloch[1].

Edmundo, faleceu no dia 10 de Setembro de 2012, e a causa morte não foi divulgada[2].

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre autor ou ilustrador de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.