Roberto Guedes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Roberto Guedes
Nascimento 18 de dezembro de 1965 (52 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação jornalista, roteirista de histórias em quadrinhos, editor, tradutor
Página oficial
http://guedes-manifesto.blogspot.com/

Roberto Guedes (São Paulo, 18 de dezembro de 1965) é um jornalista, escritor, roteirista, editor, fanzineiro e tradutor brasileiro.


Biografia[editar | editar código-fonte]

Guedes iniciou sua carreira como quadrinista em 1988 pelas editoras GED, Ninja e Phenix.[1] No ano seguinte, passou a publicar o fanzine Status Quo Comics (comumente chamado Status Comics). Em 1992, após dez edições do fanzine, o nome passou a ser usado como um selo editorial independente, publicando seus próprios super-heróis: Meteoro (criado em 1987 para ser publicado pela editora Phenix em 1991)[2], Os Protetores e Força Máxima (ambos com desenhos de Joe Prado, antes de começar a desenhar para a DC Comics). Em 1995, publica a segunda série do fanzine Status Comics, que dura quatro edições[3] com os desenhistas Cal e Borges, e cria o selo Fire Comics, que também foi o nome de uma banca especializada em quadrinhos inaugurada no final de 1997.[4] Em 1998, lança um novo super-herói, Guepardo, publicado no título A Lenda Chamada Guepardo,[5] e continuou lançando fanzines como Quartel-General (1999) e Gibilândia (2001).[1] Este último chamou a atenção de Franco de Rosa, que no ano seguinte o convida para trabalhar Opera Graphica, editora, fundada por ele e seu sócio, Carlos Mann.[6]

Na Opera Graphica, atuou como editor, tradutor, entrevistador, colunista e ensaísta,[7] A Opera Graphica também atuava como um estúdio que prestava serviços para a Editora Escala,[8] Guedes também presta serviços para a Editora Escala, através da Opera Graphica, publicando o super-herói Meteoro na primeira e única edição da revista em quadrinhos Almanaque de Quadrinhos, publicada em 2002[9], além de colaborar nas revistas Curso Prático de Desenho, Série Culturas, Histórias & Mitos, Vampiros – Criaturas da Noite, entre outras.[7] Ainda pela Opera Graphica, publica seus primeiros os livros Quando Surgem os Super-Heróis (2004), e A Saga dos Super-Heróis Brasileiros (2005), em 2006, deixa a Opera Graphica e passa a colaborar com a Editora Mythos, novamente por indicação de Franco de Rosa, onde produziu alguns textos sobre cinema e traduziu O Fantasma de Lee Falk, logo em seguida, Hélcio de Carvalho o convida para ser editor na Panini Comics,[4] uma vez que, desde 2002, a própria Mythos presta serviços na publicação de quadrinhos das editoras americanas Marvel e DC, [10] na Panini, Guedes escreveu para a revista Wizmania e editou os primeiros números da Biblioteca Histórica Marvel.[4]

Em 2006 foi anunciado que Meteoro seria publicado na Revista HQM da HQM Editora,[11] editora surgida do HQ Maniacs, onde Guedes foi colunista.[7], a revista não chegou a ser lançada, em 2007, publica o fanzine Meteoro Comics pela SM Editora de José Salles, onde publica um crossover com o super-herói Raio Negro de Gedeone Malagola.[9] Em 2008, publica o livro A Era de Bronze dos Super-heróis (2008) pela HQM Editora, sobre o período conhecido como Era de Bronze dos quadrinhos, o livro ganhou o Troféu do site Bigorna.net de "Melhor Livro Teórico",[12], no mesmo ano, lançou o blog Guedes Manifesto,[13] dois anos depois, o nome do blog serviu pra nomear seu novo selo editoral, lançando a primeira edição do título Almanaque Meteoro[14] e a segunda edição de Meteoro Comics pelo selo Júpiter 2 (ex-SM Editora) de José Salles[2]

Em 2012, publicou a terceira e última edição de Meteoro Comics pela Júpiter 2[15] e lançou pela Editorial Kalaco de Franco de Rosa, o livro Stan Lee – O Reinventor dos Super-Heróis.[16] Em 2013, publicou um artigo na revista americana Alter Ego, editada pela TwoMorrows Publishing. Em 2014, publicou um artigo na revista Grandes Temas – História Viva n° 52 da Duetto Editorial.[17] Em 2016, publicou o livro Universo dos Super - Heróis - Stan Lee - A Vida e a Obra do Criador dos Heróis Marvel pela Discovery Publicações. Em 2017, publicou o livro Jack Kirby – O Criador de Deuses pela Editora Noir,[18] logo em seguida, lançou uma nova versão do fanzine Status Comics, a primeira edição foi dedicada ao Homem-Aranha.[3]

Atualmente é colaborador da revista Mundo dos Super-Heróis da Editora Europa.[19]


Guedes ganhou mais três prêmios em sua carreira: dois Angelo Agostini de "Melhor Editor", em 2002 e 2003; e o Troféu Jayme Cortez de 2004, por sua "Contribuição ao Quadrinho Brasileiro".[20]


Bibliografia parcial[editar | editar código-fonte]

Revistas independentes e fanzines[editar | editar código-fonte]

  • Status Quo Comics (1989-1991)
  • Meteoro (1992-1994)
  • Status Comics 2ª versão (1995)
  • Os Protetores (1992-1996)
  • A Lenda Chamada Guepardo (1998)
  • Quartel-General (1999)
  • Gibilândia (2001)
  • Meteoro Comics (2007-2012)
  • Almanaque Meteoro (2010 - atualmente)
  • Status Comics 3ª versão (2017)

Livros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Equipe HQM (27 de junho de 2005). «Entrevista:Roberto Guedes». HQManiacs 
  2. a b Meteoro Comics ganha segundo número
  3. a b Roberto Guedes relança fanzine Status Comics
  4. a b c Entrevista: Roberto Guedes
  5. A Lenda Chamada Guepardo disponível para download
  6. «O HQ Club». Opera Graphica 
  7. a b c «Roberto Guedes». Opera Graphica 
  8. Francisco Ucha (Junho de 2009). «Uma ópera e seu maestro». Associação Brasileira de Imprensa. Jornal da ABI (342) 
  9. a b Meteoro ganha edição especial de 20 anos
  10. equipes do Universo HQ e do Omelete. «Marco Lupoi, o homem-forte da Panini, abre o jogo». Universo HQ 
  11. HQM Editora lançará a Revista HQM
  12. Marcio Baraldi (10 de outubro de 2008). «Resultado do Troféu Bigorna 2008». Bigorna.net 
  13. Marcelo Naranjo (10 de novembro de 2008). «Roberto Guedes lança blog com informações e curiosidades sobre quadrinhos». Universo HQ 
  14. Sidney Gusman (18 de março de 2010). «Roberto Guedes lança, por selo próprio, o Almanaque Meteoro». Universo HQ 
  15. Revista relembra antigas histórias do herói Meteoro
  16. Thiago Colás (23 de maio de 2012). «Lançamento da biografia brasileira de Stan Lee». HQManiacs 
  17. Marcelo Naranjo (17 de outubro de 2014). «Especial da revista História Viva com os super-heróis está nas bancas». Universo HQ 
  18. Editora Noir lança O Criador de Deuses, biografia de Jack Kirby
  19. Marcelo Naranjo (16 de março de 2015). «O lado obscuro do Aranha em destaque na revista Mundo dos Super-Heróis». Universo HQ 
  20. Worney Almeida de Souza (16 de dezembro de 2005). «Tudo sobre o Dia do Quadrinho Nacional e o Troféu Angelo Agostini». Bigorna.net 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre autor ou ilustrador de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.