Editora Mythos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Editora Mythos é uma editora brasileira que iniciou suas atividades em 1996 e surgiu a partir do Estúdio Art & Comics[1], responsável pelo agenciamento de vários desenhistas de quadrinhos no exterior[2].

Breve história e leque de publicações[editar | editar código-fonte]

Fundada em 1996, por Dorival Vitor Lopes, Hélcio de Carvalho e Franco de Rosa (que pouco tempo depois fundou a Opera Graphica[3] e atualmente a frente da Editorial Kalaco[4]), é especializada em histórias em quadrinhos[5].

A Editora Mythos iniciou o leque de suas publicações com a revista de quadrinhos Tex, cowboy criado pelos italianos Giovanni Luigi Bonelli e Aurélio Gallepini. Hoje publica, da linha Bonelli Comics, 2000 AD (revista em quadrinhos), Dynamite Entertainment as revistas Zagor, Martin Mystère, Mágico Vento, Dylan Dog, Dampyr, Júlia, Cassidy & Demian, J Kendall, Juiz Dredd, O Sombra, O Aranha, Besouro Verde e já publicou Ken Parker, Mister No e Nick Raider.

Da mesma editora, revistas que enfocam o tema saúde, a conhecida revista Sexto Sentido, e também Espiritismo & Ciência, Ufo e Mad. A Mythos também atua no Brasil como parceira da Panini Comics, produzindo revistas da linha DC Comics, Marvel, Dark Horse e Top Cow.

A Mythos tem como sócios-proprietários os Editores Dorival Vitor Lopes e Hélcio de Carvalho, que trabalharam na Editora Abril por mais de 15 anos e atua como parceira do estúdio Art & Comics International, estúdio de criação que conta com ilustradores dos mais variados estilos, e agencia desenhistas para o mercado norte-americano.

Após o tratamento desleixado que algumas outras editoras fundaram, a equipe comandada por Dorival, Hélcio e João Paulo Martins, buscaram implantar um alto grau de profissionalismo na edição dessas revistas.

Em 1986, Dorival e Hélcio saíram da Editora Abril para fundar o Estúdio Art&Comics, que passou a produzir a maioria das revistas de super-heróis da editora (antes, em 1985, Dorival teve uma passagem pela Maurício de Sousa Produções).

Posteriormente, diversificaram suas atividades fundando a Art&Comics International, que é uma agência de representação de artistas brasileiros de histórias em quadrinhos no mercado norte-americano.

Finalmente, Hélcio e Dorival deram o último passo, criando a Mythos Editora e passando a publicar seus próprios títulos, sem prejuízo das atividades anteriores. Assim, além de editar suas próprias revistas, a Mythos Editora faz trabalho de produção para outras editoras, sendo responsável pela produção dos Quadrinhos Marvel e DC publicadas no Brasil pela Panini Comics[6].

Publicações da Mythos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Carlos Costa (11/01/2010). «Leo Pulp: nova minissérie Bonelli pela Mythos». HQManiacs. 
  2. Nuno Pereira de Sousa (Julho/Agosto de 2005). «Mythos Editora em Portugal». Portal TexBR. 
  3. Andréa Pereira (29/06/2009). «Chico Xavier em quadrinhos pela Ediouro». HQManiacs. 
  4. Carlos Costa sobre release (09/06/2011). «HQs de guerra de Rodofo Zalla ganham álbum». HQManiacs. 
  5. José Carlos Pereira Francisco. «Mythos Editora, o Templo das Publicações Tex no Brasil». Portal TexBR. 
  6. Érico Borgo (08 de Fevereiro de 2002). «Panini Comics Brasil - Estratégias e objetivos». Omelete. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]