2000 AD (revista em quadrinhos)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
2000 AD (revista em quadrinhos)
1651º Colecção
2000 AD.jpg
País de origem Inglaterra
Editora(s) IPC Magazines, Fleetway Publications, Rebellion Developments
Primeira edição 1977
Autor(es) John Wagner, Alan Grant, Pat Mills, Grant Morrison, Mark Millar, Ian Edginton, Alan Moore
Desenho Mike McMahon, Carlos Ezquerra, Dave Gibbons, Massimo Belardinelli, Jock, Frank Quitely, Frazer Irving, Dom Reardon, Ian Gibson
Tema Ação, aventura, ficção científica
Personagens principais Judge Dredd, Tharg the Mighty, Strontium Dog, Rogue Trooper, Nikolai Dante, Halo Jones, Sinister Dexter, Zenith, Sláine, ABC Warriors

2000 AD é uma revista em quadrinhos britânica semanal de ficção científica. Como uma antologia de quadrinhos, serializa histórias em cada edição (conhecidas como "progs") e foi publicada pela primeira vez pela IPC Magazines em 26 de fevereiro de 1977. Desde 2000, passou a ser publicada pela Rebellion Developments.

A 2000 AD é mais conhecida pelas histórias de Juiz Dredd e tem recebido a contribuição de vários artistas e escritores que se tornaram renomados no campo internacionalmente, como Alan Moore, Dave Gibbons , Grant Morrison , Brian Bolland , Mike McMahon , John Wagner , Alan Grant e Garth Ennis. Outras séries da revista incluem Rogue Trooper, Sláine, Strontium Dog, ABC Warriors, Nemesis the Warlock e Nikolai Dante.

Adaptações para TV e cinema[editar | editar código-fonte]

Adaptações para videogames[editar | editar código-fonte]

Os jogos da 2000AD para computadores de 8 bits incluem aqueles baseados em Strontium Dog feitos pela Quicksilva para o ZX Spectrum em 1984, Nemesis the Warlock e Sláine da Martech em 1987, Rogue Trooper escrito pela Design Design e publicado pela Piranha em 1986 e Judge Dredd pela Virgin Games em 1990, todos lançados para as plataformas Amstrad CPC, Commodore 64 e ZX Spectrum. A Krome studios Melborne também lançou um jogo de Juiz Dredd para o Commodore 64 e o ZX Spectrum em 1987. Os jogos de Dredd e Halo Jones para o ZX Spectrum estavam sendo desenvolvidos pela Piranha, mas nunca foram lançados.[2]

A Krisalis Software lançou uma adaptação de Rogue Trooper para o Amiga e o Atari ST em 1991, e o merchandising que acompanhou o filme Judge Dredd de 1995 incluiu jogos para IBM PC (MS-DOS), Game Boy, Game Gear, PlayStation, Sega Genesis e Super Nintendo Entertainment System.

Um jogo de fliperama de Judge Dredd foi criado, mas nunca foi concluído nem lançado. Ele pode ser encontrado online, onde está disponível gratuitamente, mas requer um emulador. [3] O jogo apresenta Mean Machine e outros membros da Angel Gang.

Judge Dredd Pinball foi lançado para o MS-DOS em 1998. No mesmo ano foi lançado um videogame do juiz para o PlayStation da Sony, desenvolvido pela Gremlin Interactive e publicado pela Activision.

Com a compra da 2000 AD pela Rebellion Developments, uma empresa de jogos de computador, vários outros jogos vinculados foram lançados ou estão em desenvolvimento. Juiz Dredd: Dredd vs. Morte foi lançado em 2003, seguido de Rogue Trooper em 2006 para Xbox, PlayStation 2 e Microsoft Windows.[4] Uma versão atualizada para o Wii intitulada Rogue Trooper: Quartz Zone Massacre foi lançada em dezembro de 2009.[5]

Um jogo de aventura licenciado do juiz Dredd, intitulado "Judge Dredd: Countdown Sector 106", foi lançado em 2012 pela Tin Man Games para iOS na Austrália e no Reino Unido, sendo posteriormente liberado para Google Play e Steam.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

As histórias da revista foram publicadas pela primeira vez no país em 1979 pela EBAL na revista Capitão Z Apresenta: Ano 2000, a revista durou apenas dez edições.[6] Na década de 1990, a Editora Abril publica crossovers de Dredd e Batman e na década de seguinte, a Pandora Books publica títulos solos de Dredd, Sláine, O Deus Guerreiro, Skizz,[7] A Balada de Halo Jones entre outros.[8]

Em 2013, a Editora Mythos lançou um novo mix baseado na revista: Juiz Dredd Megazine,[9] a revista foi cancelada na edição 24, publicada em setembro de 2015.[10] Em julho de 2018, a Mythos anuncia uma nova revista com histórias da 2000 AD, com nome de Heavy Metal, mas sem nenhuma ligação com a revista americana de mesmo nome.[11]

Referências

  1. McMillan, Graeme; McMillan, Graeme (15 de julho de 2018). «Duncan Jones Teases 'Rogue Trooper' Movie». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2021 
  2. «BARNEY -- news zone». www.2000ad.org. Consultado em 2 de julho de 2021 
  3. «The Judge Dredd Arcade Game That Never Was». Den of Geek (em inglês). 12 de março de 2018. Consultado em 2 de julho de 2021 
  4. «2000 AD licensees». MobyGames. Consultado em 2 de julho de 2021 
  5. «Rogue Trooper: Quartz Zone Massacre». Metacritic (em inglês). Consultado em 2 de julho de 2021 
  6. Delfin (21 de março de 2007). «Resenha Capitão Z Apresenta: Ano 2000 Programa #2». Universo HQ 
  7. Callari, Alexandre; Zago, Bruno; Lopes, Daniel. Quadrinhos no Cinema 2. [S.l.]: Editora Évora, 2012. ISBN 978-8-563-99339-7
  8. Samir Naliato (2 de junho de 2015). «A Balada de Halo Jones, de Alan Moore, será republicado pela Mythos». Universo HQ 
  9. Samir Naliato (25 de abril de 2013). «Juiz Dredd e outros personagens da 2000AD de volta ao Brasil». Universo HQ 
  10. Mythos cancela a revista em quadrinhos Juiz Dredd Megazine
  11. Mythos anuncia revista Heavy Metal e causa confusão entre os fãs

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

(em inglês)Sítio oficial

Ícone de esboço Este artigo sobre editoras ou revistas de banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.