Universidade Camilo Castelo Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Unicastelo)
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade Camilo Castelo Branco
Unicastelo
Fundação 1989
Localização Brasão da cidade de São Paulo.svgSão Paulo

Brasaofer.pngFernandópolis

Descalvado.PNGDescalvado

Brasao sertaozinho.pngSertãozinho

Reitor(a) Gilberto Luiz Moraes Selber
Página oficial Site oficial da Unicastelo

A Universidade Camilo Castelo Branco (Unicastelo) é uma universidade particular brasileira com sede em São Paulo cuja história remonta ao ano de 1968. Foi fundada em 1989 por meio da Portaria 374 do Ministério da Educação. Contou com cerca de 9.000 alunos em 2006.[1]

A universidade é mantida por uma associação, o Circulo dos Trabalhadores Cristãos do Embaré (CTCE), com sede no campus São Paulo (bairro Itaquera) e campi em Fernandópolis, Descalvado e Sertãozinho.

Disponibiliza vários cursos, entre os quais Medicina, Medicina Veterinária, Agronomia e Engenharia Civil, além de outros como Odontologia, Direito, Administração, Fisioterapia, Educação Física.

Conforme noticiado em 27 de Agosto de 2008, o Ministério da Educação, com base em dois critérios objetivos – o da nota no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e o percentual de alunos aprovados no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – eliminou 54% das vagas oferecidas em várias instituições de ensino superior. Na Unicastelo foram eliminadas mais de 80% das vagas ofertadas (497 vagas de um total de 600) em São Paulo, enquanto foram eliminadas 624 vagas das 800 ofertadas em Fernandópolis.[2]

Em 2005 a Unicastelo passou por problemas financeiros, demitindo mais de 1.300 empregados do seu campus em Itaquera.[3]

Conforme noticiado em 27 de Agosto de 2008, o Ministério da Educação, com base em dois critérios objetivos – o da nota no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e o percentual de alunos aprovados no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) – eliminou 54% das vagas oferecidas em várias instituições de ensino superior. Na Unicastelo foram eliminadas mais de 80% das vagas ofertadas (497 vagas de um total de 600) em São Paulo, enquanto foram eliminadas 624 vagas das 800 ofertadas em Fernandópolis.[4]

Em 2010, durante o trote estudantil, calouros da unidade de Fernandópolis foram obrigados a fumar, tirar as roupas íntimas, pedir dinheiro em semáforos e até beber álcool combustível.[5] [6]

Em 2010 saiu a listagem com O Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC) - indicador de qualidade de instituições de educação superior, que analisa a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação. A Unicastelo obteve o 319º lugar, ficando a frente de universidades conceituadas como UNIP em 322º, PUC Minas em 338º e UNIBAN em 457º. [7]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.