Wikipédia:Comunicado sobre vinte anos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

A Wikipédia de Língua Portuguesa comemora vinte anos



Wikipedia, a enciclopédia livre – Imagem comemorativa

A versão em língua portuguesa da Wikipédia começou no dia 11 de maio de 2001, quatro meses depois da versão original em língua inglesa, lançada em 15 de janeiro. Os fundadores da Wikipédia foram Jimmy Wales e Larry Sanger. Originalmente era um projeto complementar à Nupedia, uma enciclopédia online com revisão por pares tradicional. No final do ano a Wikipédia já possuía cerca de 20 mil artigos. O crescimento da Wikipédia foi tal que a Nupedia foi desativada em 2003 e seu conteúdo incorporado à Wikipédia, que já tinha então versões em 46 idiomas.

Desde então, não paramos de crescer e evoluir, aperfeiçoando cada vez mais nossos métodos de trabalho, mas mantendo firme nossa missão de capacitar e engajar pessoas ao redor do mundo a fim de coletar e desenvolver conteúdos educacionais e disseminá-los globalmente, e nosso compromisso de compartilhar com todos os seres humanos, livremente, a soma de todo o conhecimento.

Quem somos

Monumento à Wikipédia em Słubice, Polônia, projetado pelo escultor armênio Mihran Hakobyan.

A Wikipédia é uma enciclopédia aberta à participação de qualquer interessado em colaborar, mas não é um repositório de informação indiscriminada e desorganizada. Temos políticas e regras para assegurar a construção de um conteúdo útil, coerente, fidedigno, informativo e educativo.

Todas as suas versões são escritas por voluntários espalhados pelo mundo inteiro, e seus servidores são mantidos por uma fundação sem fins lucrativos, a Fundação Wikimedia. O corpo de editores é diverso, difuso, voluntário e não tem qualquer ligação profissional com a Fundação Wikimedia, que é mantida com doações, não solicita dados pessoais e respeita rigorosamente a privacidade de leitores e editores. Isso favorece a escrita neutra, imparcial e isenta de interferência externa e de interesses comerciais ou propagandísticos.

Todo o texto da Wikipédia está publicado sob as licenças livres Creative Commons Attribution/Share-Alike License 3.0[1] e GNU Free Documentation License[2] (GFDL), permitindo que os colaboradores acrescentem e modifiquem o trabalho um do outro e dando a terceiros os direitos de modificar e reutilizar os verbetes da Wikipédia, desde que deem crédito aos autores e utilizem a mesma licença.

Os verbetes têm melhorado continuamente, tornaram-se mais completos, mais bem formatados e apresentam mais fontes. A verificabilidade, a imparcialidade e a proibição de inclusão de pesquisa inédita formam as bases do processo editorial. O trabalho de reciclagem é constante, e artigos que não satisfazem os critérios mínimos são reescritos ou eliminados.

Somos uma comunidade

Formamos uma comunidade aberta da qual todos podem participar. Referimo-nos a nós mesmos como usuários, editores, wikipedistas ou voluntários e não existe hierarquia editorial. Incentivamos o trabalho colaborativo.

Em um projeto inédito, tivemos de redefinir o conceito moderno de enciclopédia, delimitamos seu escopo e elaboramos o conjunto de regras que permitiu manter a qualidade dos verbetes e a comunidade coesa.

Os editores mais assíduos se reconhecem, colaboram e participam de diversos espaços internos de discussão e resolução de problemas, formando uma comunidade pujante. Também organizamos palestras, encontros e congressos. Nosso objetivo é escrever e melhorar artigos, mas também estamos constantemente patrulhando as mudanças recentes e as páginas recém-criadas, de forma que edições mal-intencionadas sejam detectadas e desfeitas.

O controle de qualidade exigiu a criação de grupos de usuários com direitos de acesso diferentes, como eliminar e restaurar páginas, bloquear contas de usuário e impedir que uma página seja alterada. Isso não significa que essas ferramentas possam ser usadas indiscriminadamente, e todo conflito de interesses é vedado.

Fomentamos iniciativas com vistas à diversificação e à qualificação do corpo de editores, apoiando atividades de aprendizado que visem à melhoria do conteúdo junto a diversas universidades e outras instituições de ensino, bem como campanhas para aumentar o número de voluntárias mulheres, que representam apenas 11% no corpo de editores.[3][4] Dentre os muitos eventos relacionados ao 20.º aniversário da Wikipédia, o Desafio das Mulheres é especial pois ele também celebrou o Dia Internacional da Mulher.[5] Atualmente a Fundação Wikimedia conta com o auxílio de 179 grupos afiliados que promovem nossos valores.

Esperamos que as Wikipédias contem cada vez com mais voluntários, de forma a impulsionar a construção de conteúdo e fazer com que a cada dia a informação livre e gratuita para todos esteja mais completa e confiável. Este trabalho é contínuo, expansivo e jamais se encerra. Nas palavras da última diretora-executiva da Fundação Wikimedia, Katherine Maher, trata-se de "um esforço global de voluntários que elevam o conhecimento e a colaboração acima do conflito e dos interesses pessoais. Nós estamos comprometidos a preservar a integridade e o valor da informação em um momento em que o mundo mais precisa disso."[6]

Estamos orgulhosos

Enfrentamos o ceticismo e as críticas de muitos que não acreditavam que um projeto desta natureza pudesse prosperar,[7] e nos tornamos a maior e mais meticulosamente indexada coleção de conhecimento jamais reunida,[8] uma das mais importantes vias de conexão entre a literatura especializada e o público leigo,[9] o primeiro lugar onde o grande público vai buscar informação científica,[10] e um dos maiores e mais influentes repositórios de artigos sobre temas científicos, até mesmo ajudando os cientistas a repensar as formas como discutem e contextualizam seu trabalho.[11] Nosso projeto tem sido crescentemente reconhecido pela sua utilidade pública e pelo seu caráter inovador e transformador, sendo distinguido com vários prêmios internacionais. A Wikipédia também vem sendo objeto de uma grande atenção acadêmica, e uma vasta bibliografia já foi publicada em várias línguas estudando seus variados aspectos e seu impacto cultural.[12][13] Além disso, muitos projetos educativos de escolas e universidades têm inserido a Wikipédia nas salas de aula como forma de fomentar o ensino e desenvolver as habilidades e o espírito crítico dos alunos.

Hoje, o domínio wikipedia.org é o quinto mais visitado no mundo,[14] o décimo segundo mais visitado no Brasil,[15] o oitavo em Portugal,[16] o sétimo em Angola,[17] Guiné Equatorial,[18] Macau,[19] Moçambique,[20] e Timor-Leste,[21] e o décimo quarto em Cabo Verde,[22] com semelhante destaque em todos os países de língua portuguesa. A versão em português da Wikipédia tem cerca de 350 milhões de visitas por mês, sendo cerca de metade desses acessos feitos a partir de dispositivos móveis. Atualmente há versões da Wikipédia em quase 300 idiomas, totalizando mais de 50 milhões de artigos, disponibilizados para acesso livre e gratuito.

Comemore conosco

Torne-se editor(a) da Wikipédia, seja audaz, esse é o nosso lema. Se é professor(a) ou coordenador(a) pedagógico(a), entre em contato.

Deixe uma mensagem, compartilhe nas redes sociais e faça parte da nossa história!


Atenciosamente,
Editores da Wikipédia em português

Mais informações

Donativos

NOTA: Todo o texto desta página está em domínio público: os autores não irão reclamar nenhum direito autoral e autorizam qualquer uso do texto.

Referências

  1. «GNU Free Documentation License» (em inglês). GNU Operating System. Consultado em 26 de junho de 2018 
  2. Costa, Pedro. «Perfil dos editores da Wikipédia em língua portuguesa.» (PDF). Consultado em 12 de maio de 2021 
  3. «Viés de gênero na Wikipédia». Wikipédia, a enciclopédia livre. 22 de agosto de 2020. Consultado em 17 de janeiro de 2021 
  4. Batepapo, Super (8 de março de 2021). «Wikipédia lançou o Desafio das Mulheres». SBP - Super Bate Papo. Consultado em 21 de maio de 2021 
  5. «Wikipedia celebrates 20 years of free, trusted information for the world». Wikimedia Foundation (em inglês). 14 de janeiro de 2021. Consultado em 17 de janeiro de 2021 
  6. Jemielniak, Dariusz & Aibar, Eduard. "Bridging the Gap Between Wikipedia and Academia". In: Journal of the Association for Information Science & Technology, 2016; 67 (7):1773–1776
  7. Ibrahim, M.; Danforth, C. M.; Dodds, P. S. "Connecting every bit of knowledge: The structure of Wikipedia's First Link Network". In: Journal of Computational Science, 2016; (19):21–30
  8. Groom, Quentin et al. "Wikipedia, a Tool for Knowledge Dissemination on Invasive Species". In: Biodiversity Information Science and Standards, 2019; 3: e37386.
  9. Teplitskiy, Misha; Lu, Grace; Duede, Eamon. "Amplifying the impact of open access: Wikipedia and the diffusion of science". In: Journal of the Association for Information Science & Technology, 2017; 68 (9)
  10. Thompson, Neil C. & Hanley, Douglas. "Science is Shaped by Wikipedia: Evidence From a Randomized Control Trial". In: MIT Sloan Research Paper, 2018 (5238-17)
  11. Okoli, Chitu et. al. "Wikipedia in the eyes of its beholders: A systematic review of scholarly research on Wikipedia readers and readership". In: Journal of the Association for Information Science & Technology, 2014; 65 (12)
  12. Jullien, Nicolas. "What We Know About Wikipedia: A Review of the Literature Analyzing the Project(s)". Hal archives-ouvertes, 2012
  13. «The top 500 sites on the web» (em inglês). Alexa. Consultado em 26 de junho de 2018 
  14. «Alexa Internet - Topsites Brasil» (em inglês). Alexa. Consultado em 26 de junho de 2018 
  15. «Alexa Internet - Topsites Portugal» (em inglês). Alexa. Consultado em 26 de junho de 2018 
  16. «Top Sites in Angola» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018 
  17. «Top Sites in Equatorial Guinea» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018 
  18. «Top Sites in Macao» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018 
  19. «Top Sites in Mozambique» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018 
  20. «Top Sites in Timor-Leste» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018 
  21. «Top Sites in Cape Verde» (em inglês). Alexa. Consultado em 6 de julho de 2018