Yavanna Kementári

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Yavanna)
Ir para: navegação, pesquisa
Yavanna
Personagem da Terra Média
Raça Ainur
Divisão Valië, Aratar
Família Irmã de Vána, mulher de Aulë
Tiítulos "Rainha da Terra"
Outros Nomes Yavanna Kementári, Palúrien
Arma Poderes dos Valar
Data de Nascimento Antes da criação de Arda
Data de Falecimento Imortal
Primeira aparição
em Livro
O Silmarillion (1977)
Personagems Criados por J.R.R. Tolkien

Yavanna Kementári é uma personagem fictícia da obra O Silmarillion, de J. R. R. Tolkien. Yavanna — a Rainha da Terra — é uma Valië, um espirito divino criado pela vontade de Eru Ilúvatar e, consequentemente, irmã mais velha de Vána e esposa de Aulë. No panteão de Tolkien, é a deusa de Kelvar (Fauna) e Olvar (Flora).[1][2] Criou todas as árvores e todos os animais. Suas mais belas obras foram as árvores que posteriormente dão origem ao Sol e à Lua. Destas árvores veio a luz das Silmarils. Em uma das línguas criadas por Tolkien, seu nome significa "Doadora de Frutos".

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome Yavanna em Quenya, uma das línguas criadas pelo autor, significa "Doadora de Frutos". O nome é um composto das palavras élficas (Quenya) "Yavé", que significa 'Fruta' e "anna", que significa 'Presente'.[1] Seu sobrenome Kementári é traduzido como "Rainha da Terra". O nome de Yavanna em Sindarin seria Ivan.[3] Outra versão para seu nome seria Palúrien, que aparece somente em The Book of Lost Tales, de 1990.[4]

Literatura[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.
Representação de Telperion e Laurelin, as Duas Árvores de Valinor, que foram criadas por Yavanna e Nienna.

"[...] Yavanna, a Provedora de Frutos. Ela ama todas as coisas que crescem na terra; e guarda na mente todas as suas incontáveis formas, das árvores semelhantes a torres nas florestas primitivas ao musgo sobre as pedras ou aos seres pequenos e secretos que vivem no solo. Em reverência, Yavanna vem logo após Varda entre as Rainhas dos Valar. Na forma de mulher, ela é alta e se traja de verde; mas às vezes assume outras formas. [...] Kementári, Rainha da Terra, é seu sobrenome na língua eldarin."

O Silmarillion, Capítulo 2, "Valaquenta"
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Criação e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

J. R. R. Tolkien mencionou Yavanna pela primeira vez na "Música dos Ainur", versão original de "Ainulindalë",[5] que foi incluída em The Book of Lost Tales após sua composição entre novembro de 1918 e a primavera de 1920. A história contada, além da criação de Arda por Ilúvatar e os Ainur, uma descrição destes últimos, e sua descida para o mundo inclui dar-lhe forma e se preparar para a chegada dos elfos e homens, que estava a tornar-se "Valaquenta" e os primeiros capítulos de "Quenta Silmarillion".[6]

Dentro da passagem dedicada à entrada dos Valar no mundo e não mantida posteriormente, Tolkien diz que Yavanna veio ao mundo para acompanhar o marido Aulë e que eles eram os espíritos das árvores, dos vales, das encostas das florestas e montanhas, que recebem outros nomes como goblins, fadas ou leprechauns. Esta série de espíritos menores mais tarde se tornariam os Maiar, eliminando o elemento de fadas. Seu nome original aqui é Palúrien, em vez de Kementári. Outra diferença notável é o aparecimento de Oromë como seu filho.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Fauskanger, Helge K. «English - Quenya» (PDF) (em inglês). ambar-eldaron.com. Consultado em 9 de janeiro de 2015 
  2. Tolkien, J. R. R. (1977). «"Valaquenta: Of the Valar"». In: Tolkien, Christopher. The Silmarillion (em inglês). Boston: Houghton Mifflin. ISBN 0-395-25730-1 
  3. Tolkien, J. R. R. (1996). Tolkien, Christopher, ed. The People of Middle Earth (em inglês). Boston: Houghton Mifflin. p. 404 
  4. a b Tolkien, J. R. R. (1990). Tolkien, Christopher, ed. The Book of Lost Tales (em inglês). 1. Boston: Houghton Mifflin 
  5. Lee Eden, Bradford (2014). The Hobbit and Tolkien's Mythology: Essays on Revisions and Influences. Jefferson, NC: McFarland. p. 115. ISBN 0786479604 
  6. Harvey, Greg (2011). The Origins of Tolkien's Middle-earth For Dummies (em inglês). Hoboken, NJ: John Wiley & Sons. ISBN 111806898X 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]