Zadiel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
São Zadkiel
Sanctus Zadkiel, vitral na Igreja anglicana de São Miguel e Todos os Anjos, Brighton, Inglaterra.
Arcanjo
Veneração por Judaísmo, Anglicanismo
Festa litúrgica 29 de setembro
Atribuições Adaga
Gloriole.svg Portal dos Santos

Zadiel ou Zadkiel (em hebraico צדקיאל Tzadqiel, "Justiça do Senhor") é o arcanjo da liberdade, benevolência, misericórdia, e o patrono de todos os que perdoam. Também conhecido como Sachiel, Zedekiel, Zadakiel, Tzadkiel, Zedekul e Hesediel. A tradição rabínica considera-o o anjo patrono da misericórdia.[1]

Zadiel seria o anjo que impediu Abraão de sacrificar seu filho, Isaque.

Segundo trabalhos rabínicos, o anjo Zadiel pertence à ordem dos Hashmallim (equivalente a ordem dos domínios ou dominações) e, segundo algumas fontes, seria o chefe dessa ordem.[2] Outros dizem ainda, no Maseket Azilut, um texto cabalístico do século XIV, que ele seria o corresponsável pela ordem angelical dos Shinanim junto com o anjo Gabriel, onde segundo outras fontes ele é chamado de Hashmal e Zacariel.[3]

Como o anjo da misericórdia, alguns textos dizem que ele é o anjo anônimo(anjo do Senhor) que na Bíblia impede o patriarca Abraão de sacrificar o seu filho, Isaque ao Senhor, e por isso é usualmente pintado na iconografia empunhando uma adaga.

Outros textos citam Miguel ou Tadhiel ou algum outro anjo como o anjo dessa passagem, enquanto que outros interpretam o anjo do Senhor como sendo um caso de teofania.[1]

Zadiel é um dos anjos porta-estandartes, com o outro sendo Jofiel, que carregam estandartes seguindo atrás de Miguel quando este arcanjo entra em batalha. Zadiel é associado com a cor amarela.

No misticismo judaico e nos rituais mágicos ocidentais, Zadiel é associado com o planeta Júpiter.[4] A posição do anjo no Sephirot é a quarta, que corresponde a misericórdia.[5]

Transliteração do nome[editar | editar código-fonte]

O nome do anjo em hebraico é צדקיאל, o que acarreta em várias dificuldades na transliteração. A primeira dificuldade se deve a sua primeira letra(já que o hebraico escreve e lê da direita para a esquerda), צ(Tsadi), essa letra têm o som de Ts, o mesmo som dos dois zz italianos em pizza, da letra cirílica Ц (tsé) em Tsar ou da letra árabe ص (Tsad). A segunda dificuldade se deve ao fato do alfabeto hebraico ser consonantal e utilizar diacríticos para criar os sons vocálicos, portanto é muito fácil confundir os sons que se cria. Devido a isso exitem vários nomes derivados para esse anjo como Zadkiel, Tzedkiel, Zedikiel, Tsadkel, Zedekul, Sachiel entre vários outros nomes.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Lewis & Oliver 2008, p. 388.
  2. «Os 12 Passos!». Consultado em 25.jan.2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. «Becoming Jewish - Angels» (em inglês). Consultado em 29.jan.2012  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. Lewis & Oliver 2008, p. 304.
  5. Davidson 1967.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.