Zoltán Kocsis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zoltán Kocsis
Nascimento 30 de maio de 1952
Budapeste
Morte 6 de novembro de 2016
Budapeste
Cidadania Hungria
Alma mater Academia de Música Franz Liszt
Ocupação pianista, maestro, compositor, professor de música
Prêmios Prêmio Kossuth, Franz Liszt Prize, Meritious Artist of Hungary, Q458868, Corvin Chain, Ordre des Arts et des Lettres

Zoltán Kocsis (30 de maio de 1952 - 6 de novembro de 2016[1]) foi um pianista[2], maestro, e compositor húngaro.

Nascido em Budapeste, iniciou seus estudos musicais aos cinco anos de idade e continuou-os no Conservatório Béla Bartók em 1963, estudando piano e composição. Em 1968 foi admitido no Franz Liszt Academy of Music, onde foi aluno de Pál Kadosa e Ferenc Rados.

Atuou junto das orquestras mais famosas do mundo, como a Chicago Symphony Orchestra, a Staatskapelle Dresden, a San Francisco Symphony Orchestra, a New York Philharmonic, a Philharmonia de Londres, a Wiener Philharmoniker.

Harold Schonberg, crítico americano, elogiou-o[3]. Kocsis gravou os seis volumes de piano Béla Bartók Mikrokosmos.

Nos últimos anos, assumiu o papel de maestro, da Orquestra Filarmônica Nacional da Hungria, onde era diretor musical.

Referências

  1. «Zoltán Kocsis, diretor da Orquestra Húngara, morre aos 64 anos». G1. 6 de novembro de 2016. Consultado em 6 de novembro de 2016 
  2. 88 notes pour piano solo,Jean-Pierre Thiollet, Neva Ed., 2015, p. 52. ISBN 978 2 3505 5192 0
  3. Harold C. Schonberg, The Great Pianists from Mozart to the Present, Second Edition, Simon & Schuster, 1987

Ligações externas[editar | editar código-fonte]