Ácido urónico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Um ácido urônico é um ácido (ácido carboxílico) derivado por oxidação de uma aldose,[1] sendo chamado de "ácido de açúcar" ou "ose ácida".

Uma aldose é um açúcar de fórmula química genérica Cn(H2O)n, que "começa" com um grupo carbonila (-CHO) (característico do aldeído), nos carbonos 2 a n-1 tem uma hidroxila secundária (-OH) e terminam com uma hidroxila primária. O ácido urônico é obtido ao se oxidar o carbono n para uma carboxila (-COOH).[1]

Em um ácido urônico, em sua forma acíclica, tanto há um grupo carboxila quanto um grupo carbonila.

Exemplo[editar | editar código-fonte]

Projeção de Fischer da glucose e do ácido glucorónico, mostrando que a diferença é a oxidação de um grupo hidroxila terminal a ácido carboxílico

A partir da glucose, uma aldo-hexose, oxidando-se a hidroxila terminal (do carbono 6), obtém-se o ácido glucurónico.

Referências

  1. a b Victor Gold, IUPAC Gold Book, uronic acids
Ícone de esboço Este artigo sobre um composto orgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.