Alphonse Elric

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde maio de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Alphonse Elric
アルフォンス・エルリック
Primeira aparição Capítulo 1 ("Os Dois Alquimistas")
Episódio 1 ("Aqueles que Desafiam o sol")
Vozes Rie Kugimiya, Rodrigo Andreatto (Brasil)
Perfil
Idade 10-11-12-13-14 anos
Título de Alquimista Federal Não possui
Vida no animangá
Classe Não possui
Família Van Hohenheim (pai)
Trisha Elric (mãe)
Edward Elric (irmão)
Personagem de Fullmetal Alchemist
Portal Animangá

Alphonse Elric (アルフォンス・エルリック, Arufonsu Erurikku?), ou simplesmente Al é um personagem fictício do anime/mangá Fullmetal Alchemist, sendo um dos protagonistas, juntamente com Edward Elric.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É o irmão mais novo de Edward Elric, filho de Hohenheim e Trisha Elric. É um alquimista talentoso, como seu pai e seu irmão são. Por tentar quebrar um tabu, perdeu seu corpo, e agora sua alma vive numa armadura. É calmo, bondoso, paciente, contrastando com seu irmão, apressado e impaciente. Acaba agindo como um pai para Ed, o vigiando toda noite por não conseguir dormir. Por essa tentativa e o sacrifício que os dois irmãos fizeram, o laço entre eles é muito forte, podendo superar todas as crises. Sempre tenta parar o complexo de Ed de ser pequeno, mas só piora, por ser grande. Sua maior paixão são os gatos, pedindo sempre ter um quando o acha a Edward (que sempre lhe nega isso).

Alquimia[editar | editar código-fonte]

Inteligente, entende alquimia rapidamente. Pode criar teorias, formular hipóteses. Sua alquimia é diversificada, podendo criar o que ele quiser, porém precisa de um círculo da alquimia. Bastante talentoso, criando objetos muito detalhados. Mais tarde, consegue se lembrar de um pedaço da Verdade Absoluta e aprende alquimia sem círculo.

História[editar | editar código-fonte]

O Início[editar | editar código-fonte]

Quando eram pequenos, Hohenheim, o pai dos irmãos Elric, saiu de casa sem razões aparentes, deixando os dois sob o cuidado de Trisha Elric. Os dois foram registrados com o nome Elric que vem da mãe porque o pai não quis colocar seu nome. Os dois, quando tinham 7 e 6 anos, começaram a estudar alquimia com os livros de seu pai. Assim, os dois aprenderam a fazer alquimia. Um dia, voltando para casa, encontram Trisha no chão. Ela estava doente, e morreu. Pinako Rockbell, com pena, deixou a casa deles em pé, e os dois comeriam na casa dela. Os dois irmãos decidiram quebrar o maior do tabu, fazer a transmutação humana e reviver a mãe deles. Eles começaram a estudar, mas nunca conseguiam a teoria certa. Foi quando apareceu na cidade deles uma alquimista talentosa, Izumi Curtis. Se declarando uma dona-de-casa, não os aceitou de início, mas fez um teste com eles. Eles passaram, e ela os ensinou alquimia e luta.

Ao voltar, eles começaram a preparar espaço para a transmutação humana. Na hora de criar o corpo, algo deu errado. Mãozinhas apareceram e levaram Alphonse embora. Edward se viu em frente a um portão enorme, com um homem branco sem mais nada no corpo, apenas com um sorriso. Ele se apresentou como Deus, Verdade Absoluta, Universo, Tudo, Nada, e Você. Abriu o portão e Edward viu o Verdadeiro Conhecimento, mas foi interrompido de ver mais, porque a passagem que ele tinha era muito pouco. A passagem era sua perna esquerda. Ele se vê na sala onde está a "mãe" deles, uma pilha de ossos, carnes e órgãos que tossia sangue. Ele, sem hesitar, usou esse conhecimento para prender a alma de Alphonse em uma armadura. Ele voltou ao portão, onde o homem sorridente disse que ele não aprendia, e dessa vez Edward perdeu o braço direito. Alphonse, já dentro da armadura, pegou seu irmão e saiu correndo para a casa da Winry Rockbell. Pinako sentia pena dos dois. Ela foi até a casa onde estava o corpo, o matou e o enterrou num túmulo sem nome.

Roy Mustang, é mandado para recrutar Edward Elric. Roy se espanta ao ver a idade do Ed. Roy oferece para Ed virar um Alquimista do Estado, trabalhando pro exército, com acesso a arquivos confidenciais. Edward resolveu virar um Cão do Exército. Assim ele buscaria um jeito de deixar o corpo dele e do seu irmão do jeito que era antes, e esse jeito seria a Pedra Filosofal. Pagou por duas Automails, uma no seu braço e outra na perna. Passou no teste sem problemas, virando o Alquimista de Estado mais novo. Com esse título, ele começou suas andanças pelo mundo afora, atrás da Pedra Filosofal.

A Conspiração Começa[editar | editar código-fonte]

Numa dessas viagens ele parou em Lior. Ele viaja muito, encontrando Rose Thomas numa de suas andanças. Ele descobre e mostra para todos a falsidade de Cornello, o líder de uma religião, que usava uma Pedra Filosofal falsa, dada por Lust. Em outra viagem ele encontra Yoki, que usava sua patente para receber altos impostos da mina de Rockwell, porém Ed o enganou e conseguiu a escritura do lugar, dando para os mineiros.

Voltando para a Central do Leste, eles querem informações sobre alquimia biológica. Roy dá para eles o nome Shou Tucker, um alquimista que fez uma Quimera falante. Na casa, eles encontram Nina Tucker. Shou se lembra que está chegando o dia da entrega da sua pesquisa nesse ano. Então ele decide algo inimaginável. Ele pega Nina e o cachorro dela e os transforma numa quimera que fala. Ele acha que está pronto. Quando os irmãos Elric percebem que a primeira Quimera de Tucker era a esposa dele, eles foram tirar satisfação com ele, mas ele estava morto, junto com a quimera. Scar os matou. Os boatos sobre Scar se espalham rapidamente, um assassino que mata Alquimistas do Estado. Andando pela rua, Edward e Alphonse encontram Scar. Os dois lutam, mas Scar usa sua alquimia para destruir a armadura de Alphonse e o braço de Edward. Roy Mustang, Riza Hawkeye, Alex Louis Armstrong e outros membros do exército chegam e Scar revela ser um Ishvarite, fugindo.

Por estarem destruídos, eles tem que reconstruir tudo. Logo eles vão voltar para a cidade natal deles, Rizenpool, junto com Armstrong, que vai para protegê-los do Scar. No meio do caminho, eles encontram o doutor Tim Marcoh, pesquisador da Pedra Filosofal. Eles conversam sobre a Pedra, e descobrem que Marcoh conseguiu criar a Pedra, e ele a tem. Ele mostra um líquido num frasco, que quando jogado na mesa vira sólido. Edward quer ver as pesquisas do doutor. Ele recusa, mas diz onde ele pode encontrar, na biblioteca da Central. Ele diz que talvez Edward descubra a verdade atrás da verdade. Ao voltar para casa, Lust aparece e diz que a pesquisa que Marcoh começou continua bem, e se ele tentar qualquer coisa, a cidade onde ele mora será destruída. Chegando em Rizenpool, Winry Rockbell recebe os dois nervosa por eles não terem ligado. Ela reconstrói o braço de Edward, que reconstrói o corpo do Alphonse. Eles decidem voltar para a Central.

Na Central, Edward conhece Maria Ross e Denny Brosh, subordinados do Major que vão ficar de olho neles. Quando eles chegam na biblioteca, ela estava queimada. Procurando informações ele descobriu a Sceska, uma bibliotecária que pode ler algo e se lembrar palavra por palavra. Ela leu o livro do doutor, logo ela copia tudo. O código que o livro tinha era muito difícil, mas eles descobriram a verdade: a Pedra Filosofal é criada com pessoas vivas. Armstrong acabou descobrindo, e eles começaram a pensar onde isso poderia ser pesquisado. Edward chegou na conclusão de que o Laboratório 5 seria o lugar perfeito: é abandonado, é perto de uma prisão (onde poderia pegar humanos) e tem risco de desabar, expulsando possíveis intrusos. Eles entraram lá na surdina, porém dois guardiões os viram: o número 48 e o 66, ou Barry.

Edward entra por um caminho estreito, e Alphonse fica para trás. Edward luta contra o 48, que na verdade é uma armadura divida em duas partes, no mesmo estilo do Alphonse. Barry também é uma alma presa na armadura. Barry pergunta se Alphonse realmente é o Alphonse. Ele pergunta se eles não invetaram essa história, se o Alphonse realmente existiu. Enquanto isso, Edward derrotou o 48. Ele decidiu contar tudo, porém Envy e Lust chegaram. Eles disseram que era um problema Edward ter chegado até ali, porém isso não importava. Edward era um excelente sacrifício, e por isso ele sobreviveria. Eles estavam tão próximos do objetivo. O laboratório foi destruído, e Barry fugiu. Envy leva Edward pro lado de fora.

No hospital, Edward leva uma bronca da Maria Ross e do Denny Brosh. Ele liga para a Winry, pedindo para ela ir consertar a automail dele. Ela chega e começa a consertá-lo. Winry fica na casa do Tenente Coronel Maes Hughes. No dia seguinte, ao entrar, Winry presencia Alphonse dizendo que ele não existiu de verdade e que Edward, a Winry, a Pinako,eram falsos com relação ao passado de Alphonse. Winry grita com Alphonse e diz para ele ir atrás de Edward. Edward e Alphonse lutam, e Edward sai vencedor. Al se convence que ele é de verdade. De volta ao quarto, Hughes, Armstrong, Al e Ed pensam no que pode acontecer, quando entra King Bradley que diz saber dessa organização e quer ajudá-los. Por isso, ninguém mais além desse grupo deve saber dos acontecimentos.

Os Viajantes[editar | editar código-fonte]

Assim, eles decidem ir visitar a mestra deles, Izumi Curtis. Winry quer ir com eles, já que o caminho passa por Rush Valley, o paraíso dos mecânicos. Os três viajam. Nessa noite, Hughes começa a pensar. Discutindo com um companheiro seu, ele fica sabendo da rebelião em Lior, e em algumas no norte e no oeste. Hughes liga isso com os acontecimentos em Ishval, porém Lust aparece. Hughes foge. Ele liga para Roy Mustang, porém Envy vira a esposa de Hughes, e o mata. Roy decide investigar a morte de Hughes, e pede informações para Armstrong, que diz por meio de enigmas que uma organização está atrás da Pedra Filosofal, e que por ordens superiores, do King Bradley, ele não pode falar nada.

Em Rush Valley, eles encontram um torneio de mão de ferro. Edward decide entrar depois que o chamam de nanico. Para derrotar o oponente, ele usa alquimia, destruindo o braço do oponente. Todos ficam maravilhados com a habilidade de sua Automail e ficam em volta dele. Tiram sua roupa e roubam seu relógio de Alquimista de Estado. A ladra era a Panynia, que usava duas pernas de automail com um míssil. Winry se apaixonou pelas pernas e pediu para conhecer o mecânico dela. Panynia devolve o relógio e os leva para a casa do seu mecânico, Dominic, que não quer alunos enchendo o saco. Nessa noite, uma chuva cai. A filha dele, que estava grávida, entra em trabalho de parto. Winry ajuda o parto, enquanto o mecânico sai pela chuva atrás de um outro caminho, já que o principal tinha uma ponte quebrada, já que ela precisava de um médico. O bebê nasce. Dominic, agradecido, sugere que ela estude com Garfiel, um mecânico homossexual declarado que adora se insinuar para seus visitantes, usando blush, batom e roupas coladas.

Edward e Alphonse seguem caminho e vão se encontrar com sua mestra, Izumi Curtis. Quando pede para eles fazerem alquimia, vê que Edward pode fazer somente com as mãos e percebe o som de seu braço mecânico. Ela descobre que eles fizeram Transmutação Humana, e pede que eles expliquem. Ela entende a história, e diz que eles não são mais alunos dela. O marido dela, Sig Curtis, diz que eles podem voltar a hora que quiserem. É aí que Edward se lembra do que veio perguntar para sua mestre. Eles voltam. Eles perguntam se existe um jeito deles recuperarem seus corpos.

Enquanto isso, Roy Mustang vai fazer sua mudança para a Central definitivamente. Ele leva algumas pessoas de sua confiança: Kain Fuery, Vato Falman, Heymans Breda, Jean Havoc e Riza Hakweye. Izumi pergunta o que Alphonse viu atrás do Portão, mas ele diz não se lembrar de nada. Então Izumi sugere que ele tente se lembrar de algum jeito. Edward e Alphonse, andando, encontram um homem que chuta a cabeça de Alphonse. Ele mostra ser uma espécie de lagarto, escalando paredes com um rabo gigante. Edward se lembra que tem que mostrar suas pesquisas do último ano, assim ele vai para Central do Sul.

Alphonse é sequestrado por alguns homens, amigos desse homem-lagarto. Todos eles são quimeras, e trabalham sob o comando de Greed. Greed quer que Alphonse trabalhe para eles, só que Alphonse recusa, perfurando o corpo de Greed. É quando ele percebe que ele é um homunculus. Nesse meio tempo, Izumi descobre onde está Alphonse. Ela vai resgatá-lo, porém Al diz para ela ir embora, já que o Greed concordou em ceder o segredo dos Homunculus se o Ed ensinar para eles o segredo da armadura de Al. Ed chega em Dublith, e é seguido por Armstrong e Bradley. Edward fica sabendo de Greed e vai até lá, prometendo matá-lo. Os dois lutam, enquanto as quimeras de Greed fogem com Al. Marta, uma das quimeras, é posta na armadura de Al, enquanto os outros vão lutar. Eles queriam que ela vivesse. Ed, enquanto isso, percebeu a fraqueza da técnica do Greed, e o Homunculus fugiu. Bradley, comandando um ataque, conseguiu matar quase todo mundo, e chegou no Greed, junto com Al e Marta. Ele enfia as espadas no Greed antes dele poder reagir. Ele revela ser um Homunculus. Depois ele mata Marta. Ela, como último suspiro, passa sua mão no selo do Al, e ele se lembra de sua visita ao portão.

Ed acha estranho a ideia do Führer ir pessoalmente para matar todos do lugar, não deixar ninguém para soltar informação. Enquanto isso, Riza se encontra com Barry na rua. Ao saber que ela conhece Alphonse, ele decide ajudá-la. Ele conta para Roy Mustang o que ele sabe sobre o laboratório 5. Enquanto isso, embaixo da terra, King Bradley, ou Wrath, leva Greed para seu Pai, que pergunta se Greed quer obedecê-lo. Greed recusa. O Pai o queima e bebe a Pedra Filosofal dele.

Ed e Al vão para Rush Valley para ver Winry. Ela reconstrói a automail do Ed. Andando pela cidade, eles encontram um andarilho, Ling Yao, que busca a Pedra Filosofal, e usa seus dois subordinados para obter informação sobre ela dos irmãos Elric. Os dois lutam contra os subordinados dele, Ran Fan e Fu. Eles são vencidos. Ao voltar para a casa de Garfield, eles encontram Ling, e ele decide viajar com Ed, porém ele se separa do grupo e é preso por não ter passaporte. Enquanto isso, Scar e Yoki viajam juntos.

Contra a Conspiração[editar | editar código-fonte]

Roy começa a investigar o caso de Hughes e do Laboratório 5. Ele descobre que Maria Ross foi acusada do assassinato dele. Roy arma um plano: enviar Barry para salvá-la da prisão. Barry chega na prisão e salva Ling, fazendo o mesmo com Maria Ross, e os três fogem. Roy, com um plano armado, finge carbonizar Maria Ross. Ele conseguiu fazê-la fugir, e colocou no lugar um corpo falso. Edward chega e entende mal, brigando com Roy. Enquanto isso, Winry descobre que Hughes morreu. Ela, Al e Ed visitam a casa dele. Enquanto isso, Envy descobre o plano de Barry e quer achá-lo, então ela usa o verdadeiro corpo dele para encontrá-lo. No hotel, o Major Armstrong aparece, finge quebrar a automail de Ed e o leva embora.

Na casa onde está Farman e Barry, o corpo desse aparece, e eles lutam. Havoc chega e expulsa o corpo de Barry, e depois é salvo pela Riza Hawkeye, porém ela, que está escondida, é atacada pelo Gluttony. Enquanto isso, Ran Fan percebe que Envy está no telhado, e vai atrás dele. Ling avisa Alphonse que o contra-ataque começou, e Al decide ajudar. Riza está com problemas, e Kain Fuery chega para ajudá-la, mas não é suficiente. É quando aparece Roy Mustang que derruba Gluttony. Ling e Al chegam, encontra Ran Fan e Envy, aparecendo depois o Gluttony. Enquanto isso, Roy avista o corpo de Barry fugindo. Barry segue seu corpo, chegando num hospital. Dentro do hospital, eles se separam, depoies de entrar num lugar secreto: Roy e Havoc por um lado e Riza e Al por outro.

Na sala onde está Roy e Havoc, Lust aparece, dizendo que Havoc a namorou nos últimos dias. Lust mostra para eles a Pedra Filosofal, explicando o que é um Homunculus. Lust molha Roy, o impossibilitando de usar alquimia. Roy pensa e decide usar o oxigênio da água no chão com o isqueiro do Havoc para queimá-la, o que ele consegue. Ao entrar na sala, Lust aparece e machuca seriamente Havoc, e depois Roy. Do lado de fora, King Bradley aparece. Envy luta contra Ran Fan, enquanto Ling contra Gluttony. No meio da luta, os dois começam a se transformar, mas aparece Pride, que briga com os dois. Eles vão embora. Lust se encontra com Al e Riza, e fala que é uma pena ter que matar dois sacrifícios humanos no mesmo dia. Ela usa sua lança e mata Barry. Al se prepara para a batalha, mas Roy chega e a queima por trás. Ele decide queimá-la até ela morrer de verdade. Ela morre, feliz por ter sido morta por um homem valente. Do lado de fora da sala, Wrath escuta tudo e vai embora, dando a ordem de chamar duas ambulâncias.

Enquanto isso, em Rizembool, Ed e Armstrong encontram Heymans Breda. Os três vão até um oficial de imigração e emigração. Eles dizem que vão para o Leste. Ed decide ouvir o que eles têm a dizer. Na sala do Pai dos Homunculus, todos ficam nervosos com Wrath, mas ele diz ter deixado Roy vivo porque ele pode abrir o Portão. O Pai deixa tudo nas mãos do Wrath, apesar do protesto de seus filhos. No hospital onde está Roy, Riza tem uma ideia: com um mapa, traçar mais ou menos onde está a sala secreta onde eles estavam. como eles não sabem a direção que tomaram, traçaram um círculo em volta do 3° Laboratório. Roy achou estranho o fato da sala do King Bradley estar exatamente no círculo. Depois, Havoc diz não sentir as pernas por causa das garras da Lust.

Edward anda no meio do deserto com uma caravana. Eles chegam na Ruínas de Xerxes, onde encontram Fu, o subordinado de Ling. Ed, andando pelo lugar, encontra um círculo de alquimia destruído. É quando aparece Maria Ross. Roy explica o seu plano de como salvou a vida de Maria. Agora, o destino dela é seguir para Xing, onde vai ficar escondida. Ed vai embora, mas antes ele visita o círculo. Lá ele encontra Ishvarians, que conversam com ele. Edward descobre que Scar matou os pais de Winry, um casal de doutores que estavam na guerra salvando qualquer pessoa ferida.

Em Rizempool, Hohenheim aparece e vai para casa de Pinako Rockbell. Ao voltar para Risempool, Ed decide ir prestar respeito pro túmulo dos pais da Winry, e lá ele encontra Hohenheim. Ed briga com seu pai, dizendo que ele é um pai desnaturado, o xingando. Hohenheim diz que Ed só queimou a casa para esconder as lembranças dela, não por causa para abandonar o passado dele. De volta a casa da Pinako, Hohenheim pergunta para ela se a Trisha criada por alquimia era realmente a Trisha. Edward escuta a conversa. Ao ir embora, Honheim avisa Pinako "Fuja desse país. Algo horrível vai acontecer", e vai embora.

Pensamentos e Ações[editar | editar código-fonte]

Na Central, Al descobre da chegada do pai dele. Ling conta que é filho do imperado de Xing, e que o plano dele de pegar a Pedra Filosofal é um jeito de salvar o clã dele da guerra iminente que vai acontecer entre os clãs pelo direito do trono, já que ele tem 39 filhas. No hospital, Brenda tem uma ideia de salvar Havoc: usar os ensinamentos do doutor Marcoh, a Pedra Filosofal. Envy e Gluttony chegam na casa do doutor Marcoh, e o levam embora. Ed acorda e começa a pensar na ideia que seu pai havia dito. Ele e Pinako vão até onde está enterrado o corpo da Trisha criada por ele. Ao ver que o que eles criaram era uma coisa diferente da original, ele se lembrou de uma regra básica. Pensando mais um pouco, ele disse que o Al pode ter seu corpo de volta. Mei Chang, uma viajante de Xing, que quer encontrar Edward achando que ele é alto e bonito, é salva por Yoki. Enquanto isso, Jolliot Comanche, um Alquimista do Estado, é morto por Scar.

Edward, pensando na sua teoria, liga para Izumi, perguntando se a criança que ela transmutou era realmente o filho dela, porém ela não responde. Quando Ed chega, ele encontra Al quebrado, e o reconstroi, só que a armadura vai ficar mais fina. Eles começam a conversa, e Ed diz que a ligação entre alma e corpo, a mente, pode atrair os dois pedaços do Al junto. Naquela hora, o corpo do Al foi usado como pedágio. Ele entrou no corpo da "mãe" deles, mas aconteceu uma rejeição e ele saiu. Usando o braço, Ed achou a alma do Al. Logo, achar o corpo seria bem fácil, pela ligação natural da mente e do corpo: a alma. Izumi liga para Ed, e diz que aquele não era o filho dela, e ela agradece pela informação. Ed teoriza mais um pouco: o corpo de Al não morre já que a alma dos dois se cruzaram, logo os dois concluem que um faz algo pelo outro. Ed come e dorme pelos dois, e o corpo de Al cresce pelo Ed. Ed percebe que eles precisam de pistas. É quando aparece Denny Brosh, que avisa que Scar está vivo.

Querendo arranjar informações, eles pensam nos Homunculus. Eles percebem que se algo acontecer com eles, como dois sacrifícios humanos, eles serão salvos por eles. Logo, eles vão chamar Scar para que os Homunculus apareçam e eles consigam o que querem. É quando aparece Ling Yao e Ran Fan, que decide ajudá-los. Para chamar o Scar, Edward decide chamar a atenção para ele, usando sua alquimia e ganhando fama. Roy aparece e pede para os dois trocarem informações. Depois de conversarem, Scar chega. Roy, para despistar, faz várias ligações avisando que Scar está em todos os lugares da cidade. Wrath envia Gluttony até eles. Ran Fan atrasa Gluttony, mas Wrath machuca seriamente seu braço. Em algum lugar, um trem é atacado por bandidos. Dentro está Hohenheim. Os bandidos atiram nele, mas as balas não fazem efeito. Hohenheim se chama de monstro. Enquanto isso, Ling luta contra Wrath, e tenta fugir com Ran Fan. Winry escuta que Ed está lutando contra Scar, e vai atrás dele. Ed pergunta porque Scar usa alquimia para matar alquimistas, e pergunta se ele matou os pais da Winry. Winry escuta, e pega uma arma, apontando-a para Scar. Scar ameaça matá-la, mas Ed a protege, e Scar se lembra do seu irmão. Ling e Ran Fan fogem. Para fugir, Ran Fan corta seu braço e o amarra num cachorro, despistando Wrath. Ed convence Winry a recuar, e vai ajudar Al na luta contra Scar. É quando aparece Gluttony. Ling põe uma granada na boca dele. Depois de explodido, Ed cria um cabo de aço, usado para amarrar Gluttony. Riza aparece e leva Ling e Gluttony embora. Mei Chang aparece e salva Scar, fugindo com ele. Só que o panda dela, Xiao Mei, ficou para trás, com Al. Winry decide ficar mais forte, e vai voltar para Rush Valley, fazer a sua parte. Havoc decide andar, treinando seu corpo por causa da fé depositada nele por Roy.

O Encontro[editar | editar código-fonte]

Ed e Al encontram Winry, ela confessa seu amor por Ed, e Ed, por sua vez, ficou com vergonha mas tambám confessa que sente o mesmo, e que vai com eles ajudar Ran Fan numa cabana escondida. O doutor, companheiro de Roy na guerra, aceita. Ling conta que o Führer é um Homunculus. Ao ouvir o nome Mustang, Gluttony fica irado pela morte da Lust, abrindo sua barriga, saindo das cordas.

Wrath, andando, encontra Pride atrás de uma porta. Os dois conversam sobre as ações de Wrath. Envy e Marcoh conversam, e Marcoh teoriza que o plano deles é fazer uma Pedra Filosofal gigante com as pessoas de Amestris, com um círculo gigante usando todo país. Pensando assim, o último elemento do círculo seria o norte. Envy diz que ele está quase lá. Wrath manda Envy ajudar Gluttony.

O Gluttony, com sua barriga aberta, cria uma espécie de feixe de luz que suga tudo para dentro da sua barriga. Ele quer Roy. Mustang, ferido, foge no carro do doutor Nox com Riza e Ran Fan. Ling, Al e Ed dizem que vão ficar para limpar a sujeira deles. É quando Envy aparece. Ed, Al e Ling lutam contra os dois Homunculus. Eles tentam se dividir, mas a luta é complicada. Até a hora em que o Gluttony, tentando engolir Ling, engole Envy, Ed e um braço do Al.

Enquanto isso, Roy decide ir falar com King Bradley para ver a verdade. Ele entra e encontra um oficial. Ele solta como uma brincadeira o fato do Führer ser um Homunculus. O oficial ri, e pede para ele contar essa piada para todo mundo de uma sala. O King Bradley entra na sala e pede para Roy repetir a piada.

Dentro do Gluttony, Ed se vê num lugar cheio de sangue e objetos. Ele encontra Ling. Os dois começam a andar, mas não acham nada. É quando eles acham um pedaço de pedra, e Ed se lembra o que ela é: o pedaço que falta do círculo de transmutação da ruína de Xerxes. Ele deduz que Xerxes foi destruída pelos Homunculis. É quando aparece Envy. Como ele está chateado, ele conta que foi ele quem começou a guerra em Ishvaaru, que eles destruíram Xerxer. Envy diz que seu verdadeiro corpo tem os corpos do povo de Xerxes. Ele volta pro seu corpo original, uma besta com seis pernas, seis braços e várias cabeças de pessoas saindo de seu corpo. A luta começa, porém Ed para que Envy pare, já que ele pensou num jeito de sair de lá. Como Gluttony é um falso portão, se o portão for aberto de verdade, eles vão sair.

Do lado de fora, Al segue Gluttony até o esconderijo do Pai dos Homunculus. Scar e Mei Chang os seguem. Al encontra o Pai dos Homúnculos. Al explica para Envy que se ele pegar um membro do corpo e transmutá-lo mas sem mudar nada, não precisa pagar o pedágio. Ele percebe isso depois de visualizar o círculo inteiro de Xerxes na sua cabeça. Envy dá sua Pedra Filosofal para ele fazer a transmutação. Ele consegue, e aparecem no Portão. Em frente a ele está o corpo verdadeiro de Al, porém o corpo de Ed é puxado para dentro do Portão. Ele pede para Al voltar com ele, mas Al recusa, o corpo de Ed não é o dele. Ed, Envy e Ling saem em frente ao Pai dos Homunculus.

Wrath explica para Roy o que ele sabe, o seu passado, como foi criado: era uma criança criada no meio de várias outras. Todas elas aprenderam desde pequeno teorias sobre como ser o Führer de Amestris, junto com técnicas de luta. Somente um deles conseguiria esse posto. Na verdade, o corpo de quem aceitasse a Pedra Filosofal subiria de vida. Ele conseguiu, e recebeu uma família, um posto e um nome: King Bradley. Ele explica que todos os subordinados de Roy foram expalhados por Amestris.

Al vê que o Pai é a cara de seu pai, Hohenheim. Ao citar esse nome, o Pai fica surpreso por ele ter filhos. Ele vê o braço destruído de Al e o reconstrói sem usar nenhum elemento como troca. Ao ver Ling, ele manda Envy matá-lo. Ed tenta impedir, mas Gluttony e Envy o param. O Pai fica surpreso pela habilidade de Ling e decide usar o corpo dele: coloca a Pedra Filosofal do Greed dentro dele. Ling aceita o poder, e Greed renasce, mas sem memórias. Ed e Al tentam lutar contra o Pai, mas o Pai bloqueia qualquer alquimia de Ed e Al. É quando entram Scar e Mei Chang. Ed diz que Envy começou a guerra em Ishbar. Scar se enfurece e tenta matar o Pai, mas nada acontece. O Pai quase mata Scar. Ed fica e luta contra Greed, o que é difícil, sem alquimia. Mei Chang consegue usar seu Retanjutsu, e ela, Scar e Al fogem junto. Scar coloca Mei dentro de Al e foge. Ed e Al se entregam.

Na superfície, Ed explica para Al o que ele viu: o corpo de Al. Eles são levados até Wrath, que diz que se eles quiserem a Winry viva, Ed deve continuar como estava, como Alquimista do Estado viajando, sem fazer besteira, esperando a hora certa. Greed encontra os dois do lado de fora e entrega uma mensagem de Ling para Ran Fan escrita na língua deles. Ed entrega, e Ran Fan avisa que ele tem a Pedra Filosofal, o que a deixa feliz. Ed começa a pensar em aprender Retanjutsu com Mei, que está na casa do doutor Nox. Enquanto isso, Scar se esgueira no esgoto e encontra numa sala o doutor Marcoh. Marcoh inicialmente diz ser o doutor Maulo, mas fica feliz ao ver Scar, dizendo seu nome, pedido para morrer. Scar diz que isso só vai acontecer depois, quando souber tudo a que tem direito.

Ran Fan não gosta de ser inútil, e pede para Al uma automail. Mei Chang entra, e as duas decidem lutar, para eliminar mais sucessores ao trono de Xing. O doutor Knox bate nelas, e elas param. Roy conta a verdade para Alex Louis Armstrong, que decide parar o King Bradley com suas próprias mãos. Edward encontra a arma que Riza deu para ele, e decide encontrá-lo. Ela sai do banho, exibindo uma tatuagem: um símbolo de alquimia.

Edward conversa com Riza, e pergunta se ela pode explicar para ele o que aconteceu na Guerra de Ishbal. Riza começa a contar como tudo aconteceu.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

O nome de Alphonse Elric em japonês inclui um jogo de linguagem sobre a natureza do personagem. Em japonês, seu apelido (br: sobrenome) é escrito com o katakana "Aru" (アル) para imitar a pronúncia de "Al". O hiragana "Aru" (ある, pronunciada exatamente da mesma forma que é escrita), representaria o verbo "existir". O japonês tem dois verbos para "existir" - uma para animar objetos como pessoas (iru), e um para objetos inanimados (aru). Um dos temas principais da série é se Alphonse continua a existir como uma pessoa com sua alma fixada em uma armadura, e o seu próprio nome conduz a discussão a respeito desta luta para definir o que ele se tornou.[1]

Referências

  1. Trivia Anime News Network. Página visitada em 2008-03-22.