Andar sobre fogo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

http://pessoas.hsw.uol.com.br/caminhada-sobre-o-fogo.htmAndar sobre fogo é uma prática religiosa comum a vários pontos do planeta, como a Índia, Malásia, China, Japão, Tahiti, Fiji, Bulgária e Espanha. A prática também existia na Grécia Antiga.

Predefinição:Como funciona a caminhada sobre o fogo[editar | editar código-fonte]

Imagine a seguinte situação: um dia você recebe uma ligação e alguém lhe oferece a chance de ganhar 1 milhão de dólares. É um novo reality show que pega pessoas comuns e pede que façam coisas extraordinárias. Tudo o que você precisa fazer para ganhar um milhão de dólares é caminhar um pouquinho sobre o fogo, simplesmente passear com prazer por uma cama de brasas, ao vivo na TV.

Você faria isso? Caminhar sobre o fogo é uma daquelas coisas estranhas que muitos de nós vivemos nos perguntando a respeito, impressão que temos é que as pessoas não se queimam ao fazer isso. Mas qualquer um pode fazer isto? Existe algum truque que torna isto possível?

Neste artigo, você vai aprender como pessoas que caminham sobre o fogo atravessam uma cama com brasa ardente, sem se queimar!

Se você já assistiu a uma caminhada sobre o fogo na TV ou em um filme, você sabe que o que está na sua frente é uma enorme e ardente cama de brasas. A cama pode ter uns 3 m de comprimento. E as brasas ardentes são verdadeiras. As pessoas realmente atravessam as brasas ardentes com os pés descalços. A pessoa atravessa as brasas como em um passe de mágica. Como isso é possível? Qualquer pessoa pode fazer o mesmo com tanta facilidade?

Não há truques. A pessoa não molha os pés antes de atravessar a brasa. Seus pés também não ficam extremamente suados a ponto de ficarem ensopados de repente. Seus pés descalços realmente tocam as brasas ardentes.

O que torna isto possível é uma combinação de fatores que modificam algumas características das brasas.

Pense nisso: suponhamos que você pegue uma chapa de ferro de 3 m de comprimento e a esquente bastante com maçarico. Então você a atravessa. O que aconteceria?

Atravessar uma chapa de metal ardente parece loucura. Pense em um hambúrguer ao tocar uma frigideira de ferro quente. Pés descalços em metal ardente poderia causar queimaduras de terceiro grau em milésimos de segundos.

Observe algumas coisas a respeito de qualquer caminhada sobre o fogo:

•essas pessoas não são especialistas em andar sobre o fogo. Elas são especialistas em andar sobre brasas; o fogo é aceso com bastante antecedência para que a madeira queime até se transformar em brasas sem chamas; O fogo é aceso bem antes do início do espetáculo



•O evento sempre ocorre à noite; se fosse realizado durante o dia, a cama de brasas teria a aparência de uma cama de cinzas; sempre há uma camada de cinzas cobrindo a brasa; à noite, a luz brilhante ainda é visível através desta camada de cinzas. As brasas quentes são cobertas por uma camada de cinzas



•a pessoa nunca anda devagar; nenhum especialista em andar sobre o fogo atravessaria as brasas correndo, isso seria pouco digno; mas com certeza, elas andam rapidamente; nunca vemos pessoas de pé, paradas sobre as brasas. Então, o que está acontecendo aqui? As caminhadas sobre o fogo dependem de uma combinação de má condução, isolamento térmico e um curto intervalo de tempo. As brasas começam como pedaços de madeira. A madeira consiste de muito carbono, algumas moléculas orgânicas voláteis e água.

Uma molécula orgânica volátil é uma molécula de carbono que evapora ao ser aquecida. Gasolina é um produto químico orgânico volátil. Encontramos estas moléculas orgânicas voláteis da madeira quando a fumaça sai do fogo. O calor do fogo evapora todos os orgânicos voláteis, assim como toda a água. Como elas já haviam sido acesas bem antes do espetáculo, as brasas já queimaram até quase chegar a carbono puro.

Se você pegar uma destas brasas de carbono puro, você vai perceber que é extremamente leve. Carbono é um elemento muito leve, é por isso que bicicletas e raquetes de tênis feitas de fibra de carbono não pesam muito. Uma brasa é quase toda feita de átomos de carbono leves e espaços de ar, ela contém outros elementos, como potássio e cálcio, que ficam nas cinzas.

A estrutura leve do carbono é um mau condutor de calor. Leva bastante tempo para o calor passar da brasa ardente para sua pele. Se a brasa fosse feita de metal ardente, a transferência de calor por condução seria quase instantânea, você sofreria uma queimadura grave.

Agora, acrescente a isso o fato de que as cinzas são ótimos isolantes térmicos. Cinzas eram usadas para isolar caixas de gelo. As brasas ardentes cobertas por cinzas transferem seu calor ainda mais lentamente, porque as cinzas agem como uma camada de isolante térmico.

Agora, chegamos ao curto intervalo de tempo. A transferência de calor de uma brasa ardente é lenta, mas acontece. Se você ficasse parado sobre as brasas por vários segundos, com certeza se queimaria. Andando rapidamente, seu contato com brasas individuais ocorre em um intervalo bem curto. E atravessando a cama de brasas rapidamente, você limita o tempo total de contato com as brasas. Desta forma, seu pé nunca fica quente o suficiente para queimar.

1

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas falta adicionar a predefinição {{referências}} no final da página