Antoninho da Rocha Marmo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antonio da Rocha Marmo, consagrado pela devoção do povo como o santinho Antoninho

Antônio da Rocha Marmo (São Paulo, 19 de outubro de 1918 - São Paulo, 21 de dezembro de 1930) foi uma criança católica paulista a quem se atribuia o dom de predizer acontecimentos futuros. Teria inclusive previsto a própria morte.

Antoninho tornou-se objeto de veneração e passou a ser conhecido como Santo Antoninho. Hoje em dia, é conhecido como Servo de Deus.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Desde pequeno, Antoninho brincava de fazer altares e simular missas, era um grande amigo da mãe e muito inteligente quanto a assuntos polêmicos. Foi considerado um santo pela população de São Paulo, por agraciar os pedidos de curas.

Faleceu de tuberculose aos 12 anos. Sepultado no Cemitério da Consolação, seu túmulo, localizado na quadra 80, terreno 6 (Q.80, T.6), é constantemente visitado por devotos que lhe pedem auxílio.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Marília Schneider. Memória e História: Antoninho da Rocha Marmo - Misticismo, Santidade e Milagres em São Paulo. São Paulo: T.A. Queiroz, 2001. 218p. ISBN 85-71820-72-4.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]