Arquelau da Capadócia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Arquelau foi um rei da Capadócia, na época um reino vassalo do Império Romano.

Ele era neto ou bisneto de Arquelau, que foi general de Mitrídates VI do Ponto.1 Ele era parente de Arquelau, o segundo marido de Berenice IV do Egito, possivelmente seu sobrinho, filho ou neto.1 Nota 1

Historiadores modernos [carece de fontes?] o identificam com Sisina, que disputou o trono da Capadócia com Ariarates; Marco Antônio decidiu-se por Sisine, por causa da beleza de sua mãe, Glafira.2

Sua filha, Glafira, casou-se com Alexandre, filho de Herodes, o Grande, e teve três filhos,3 dos quais conhece-se o nome de Alexandre e Tigranes.4 Glafira também se casou com Juba II, rei da Líbia, 5 e com Arquelau, outro filho de Herodes.3

Notas e referências

Notas

  1. De acordo com Estrabão, um Arquelau foi avô do Arquelau, rei da Capadócia, mas não está claro se este avô era Arquelau, o general de Mitridates, ou o Arquelau, rei do Egito.

Referências

  1. a b Estrabão, Geografia, Livro XVII, Capítulo 1, 11 [fr] [en] [en] [en]
  2. Apiano, As Guerras Civis, Livro V, 1.7 [em linha]
  3. a b Flávio Josefo, Antiguidades Judaicas, Livro XVII, Capítulo 13 Como Arquelau, após uma segunda acusação, foi banido para Roma, 1 [em linha]
  4. Flávio Josefo, Antiguidades Judaicas, Livro XVIII, Capítulo 5, Herodes, o Tetrarca, guerreia contra Aretas, rei da Arábia, e é derrotado por ele. Sobre a morte de João Batista. Como Vitélio foi a Jerusalém. Um relato de Agripa e os descendentes de Herodes, 4 [em linha]
  5. Flávio Josefo, As Guerras dos Judeus, Livro II, Capítulo 7 A história do Alexandre espúrio. Arquelau é banido e Glafira morre, após o que seria feito deles é mostrado em sonho, 4