Arquitetura vernacular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cabanas de colmo típicas na Ilha de Rügen, na Alemanha

Denomina-se arquitetura vernacular a todo o tipo de arquitetura em que se empregam materiais e recursos do próprio ambiente em que a edificação é construída. Desse modo, ela apresenta caráter local ou regional.

A cidade brasileira de Ouro Preto é um exemplo desse tipo de arquitetura[carece de fontes?], uma vez que foi erguida aproveitando as pedras de sua região. Em outros locais ou regiões, ao longo da história, foram empregadas, também por exemplo, a madeira, as taipas de mão e de pilão, e o adobe, que aproveitam os recursos do próprio terreno para erguer as edificações.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O termo "vernacular" deriva do latim vernaculus, que significa doméstico, nativo, indígena.[1] [2] Surgiu a partir da palavra "verna" , que significa "escravo nativo" ou "escravo nascido em casa". A palavra deriva provavelmente de um antigo vocábulo etrusco. Em arquitetura, refere-se a um tipo de arquitetura indígena própria de uma época ou local específicos (não importada ou transcrita de qualquer outro local). É mais frequentemente aplicada a edifícios residenciais.[3] [4] [5]

Referências

  1. Vernacular online etymology dictionary. Visitado em 2007-12-24.
  2. Vernacular(noun) yourdictionary.com. Visitado em 2007-12-24.
  3. Dictionary.com definition
  4. Cambridge advanced learner's dictionary definition
  5. Merriam–Webster definition

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.