Arquivo de computador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um arquivo (português brasileiro) ou ficheiro (português europeu) de computador é um recurso para armazenamento de informação, que está disponível a um programa de computador e é normalmente baseado em algum tipo de armazenamento durável. Um arquivo é durável no sentido que permanece disponível aos programas para utilização após o programa em execução ter sido finalizado. Arquivos de computador podem ser considerados como o equivalente moderno dos documentos em papel que tradicionalmente são armazenados em arquivos de escritórios e bibliotecas, sendo esta a origem do termo.

As unidades de armazenamento, por exemplo os discos rígidos, possuem detalhes complexos de implementação, o arquivo esconde estes detalhes para que o usuário possa manipular de maneira mais simples as informações. Um arquivo pode ser considerado como um objeto, possuindo um nome que o identifica, atributos e valores. [1]

Os arquivos podem conter dados estruturados ou não. Os arquivos não estruturados possuem uma sequência de bytes, já os estruturados podem vir organizados em registros ou em árvore (estrutura de dados). [2] A implementação do sistema de arquivos, incluindo o formato de arquivo, é de responsabilidade do sistema operacional, ou seja, cada arquivo depende da decisão do projetista do sistema operacional.

Alguns sistemas operacionais como o UNIX não ligam para extensão do arquivo ou sua estrutura interna[3] , simplesmente tratando cada arquivo como uma sequência de bytes não estruturados, deixando a responsabilidade de interpretar seu significado ao programa que o abriu.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Um arquivo de cartão perfurado.
Os arquivos do disco duplo de um sistema IBM 305.

A palavra "arquivo" foi usada publicamente no contexto de armazenamento de computador desde fevereiro de 1950. Em um anúncio da RCA (Radio Corporation of America) na revista Popular Science[4] descrevendo um novo canal de vácuo de "memória" que ela tinha desenvolvido, a RCA afirmou:

"...os resultados de inúmeros cálculos pode ser armazenados "em arquivo" e extraídos novamente. Esse "arquivo" agora existe em um tubo de "memória" desenvolvido nos laboratórios da RCA. Eletronicamente ele mantém figuras alimentadas em máquinas de calcular, guarda-as em armazenamento enquanto memoriza novas - acelera soluções inteligentes através de labirintos de matemática."

Em 1952, "arquivo" foi usado em referência a informações armazenadas em cartões perfurados.[5]

Nas primeiras utilizações, as pessoas consideravam o hardware subjacente (em vez do conteúdo) como o arquivo. Por exemplo, as unidades de disco IBM 350 eram chamados de "arquivos do disco".[6]

Sistemas como o Compatible Time-Sharing System introduziram o conceito de um sistema de arquivos, que gerenciava vários "arquivos" virtuais em um dispositivo de armazenamento, dando ao termo o seu significado atual. Nomes dos arquivos em CTSS teve duas partes, um "nome principal" legível ao usuário e um "nome secundário", indicando o tipo de arquivo.[7] [8]

Esta convenção continua em uso por vários sistemas operacionais de hoje, incluindo o Microsoft Windows.

Apesar do termo atual "arquivo de registro" mostrar o conceito inicial de arquivos, ele tem desaparecido rapidamente.

Referências

  1. Ferraz 2003, pp. 4
  2. Tanenbaum 2008, pp. 448
  3. Tanenbaum 2008, pp. 448
  4. Popular Science Magazine, February 1950, page 96
  5. Robert S. Casey, et al. Punched Cards: Their Applications to Science and Industry, 1952.
  6. Martin H. Weik. Ballistic Research Laboratories Report #1115. March 1961. pp. 314-331.
  7. Fernando J. Corbató et al. "An Experimental Time-Sharing System." May 3, 1962.
  8. Jerome H. Saltzer CTSS Technical Notes. Project MIT-LCS-TR016

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre computação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Arquivo de computador