Ashikaga Yoshimasa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ashikaga Yoshimasa
Túmulo de Ashikaga Yoshimasa, Kyoto

Ashikaga Yoshimasa (足利义政, 20 de janeiro de 1435 - 27 de janeiro, 1490?) foi o oitavo shogun do shogunato Ashikaga que reinou entre 1449 e 1473 durante o período Muromachi do Japão. Yoshimasa era filho do sexto shogun, Ashikaga Yoshinori.[1]

Em 16 de agosto de 1443 (Kakitsu 3, 21 º dia do mês 7), dez anos após a morte do seu irmão, Ashikaga Yoshikatsu, Yoshimasa tornou-se shogun. Foi shogun por apenas três anos, quando o bakufu elegeu o irmão mais novo.

Durante o mandado de Yoshimasa, o país observou o surgimento da cultura Higashiyama, com a prática da cerimónia do chá, da ikebana, da poesia japonesa e a pintura com tinta nanquim; esta cultura foi bastante influênciada pelo budismo zen e pelo aparecimento da estética japonesa como o wabi-sabi e a harmonização das culturas da Corte Imperial e dos samurais.[1]


Em 1464, Yoshimasa não tinha qualquer herdeiro, assim adoptou o seu próprio irmão como seu sucessor. Não obstante, no ano seguinte Yoshimasa teve um filho, iniciando-se assim uma disputa de sucessão entre os irmão. Em 1467 o conflito converteu-se na Guerra Ōnin, a qual duraria por onze anos e dando lugar ao período Sengoku da história japonesa, que permaneceu por um século.[2] Por motivos desta hostilidade, Yoshimasa abdicou em 1473 do seu estatuto, beneficiando o seu filho Ashikaga Yoshihisa com o título de shogun.[2]

Em 1489 foi construído o templo Ginkaku-ji em Kyoto enquanto sitio de retiro para Yoshimasa. Este morreria no ano seguinte.

Precedido por
Ashikaga Yoshikatsu
Ashikaga mon.svg -- 8°Shogun Muromachi
1449 -- 1473
Sucedido por
Ashikaga Yoshihisa

Referências

  1. a b Siyun-zai Rin-siyo (Titsingh, Isaac.) (1834). Annales des empereurs du Japon.
  2. a b Ackroyd, Joyce. (1982) Lessons from History: The Tokushi Yoron, p. 331.