Ashoka Empreendedores Sociais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético.
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{spam}}, regra n° 6 da eliminação rápida.

Ashoka Empreendedores Sociais [1] é uma organização internacional sem fins lucrativos, com foco em empreendedorismo social, fundada na Índia por Bill Drayton em 1980. A Ashoka atua desde 1987 no Brasil. Investe em empreendedores sociais, conhecidos como “fellows”. São pessoas que através de suas idéias geram uma mudança dentro da sociedade, por exemplo, diminuição da desigualdade social.

Missão[editar | editar código-fonte]

A missão da Ashoka é contribuir na criação de um setor cidadão empreendedor, eficiente e globalmente integrado. Sua rede conta com 360 empreendedores sociais no Brasil e mais de 3.000 internacionalmente, divididos por 80 países que atuam em diversas áreas, tais como saúde, educação, juventude, meio ambiente, direitos humanos, desenvolvimento econômico e participação cidadã.

A empresa busca alcançar uma melhoria social para todos, fazendo propaganda de seus trabalhos e cada vez mais, dando investimento naqueles interessados em uma mudança positiva de alto impacto social no mundo.

Visão[editar | editar código-fonte]

Para atingir sua visão [2] de que "todo mundo pode mudar o mundo", a Ashoka se baseia em três pilares: empreendedorismo social, empreendedorismo de grupo e infra-estrutura para o setor social.

O primeiro pilar é voltado para o investimento em empreendedores sociais, por acreditar que eles são capazes de gerar ampla transformação social.

O segundo pilar é o do empreendedorismo de grupo. A Ashoka reúne grupos de Empreendedores Sociais. Para a Ashoka, se um empreendedor é capaz de promover vasto impacto social, juntos e em grupos essas transformações atingem escala ainda maior.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Organizações não governamentais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.