Astrid Cabral

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Astrid Cabral Félix de Sousa (Manaus, 25 de setembro de 1936) é poetisa , contista, professora e funcionária pública brasileira. Viúva do poeta Afonso Felix de Sousa.

Diplomada em Letras Neolatinas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e em língua inglesa e literatura norte-americana pelo Teacher's Training Course do IBEU.

Atuação profissional[editar | editar código-fonte]

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • Alameda, 1963;
  • Ponto de cruz, 1979;
  • Torna-viagem, 1981;
  • Zé Pirulito, 1982;
  • Lição de Alice, 1986;
  • Visgo da terra, 1986;
  • Rês desgarrada, 1994;
  • De déu em déu, 1998;
  • Intramuros, 1998.
  • Rasos d`água, 2003.
  • Jaula, 2006.
  • Ante-sala, 2007.
  • Antologia Pessoal, 2008.
  • 50 Poemas escolhidos pelo autor, 2008.
  • Les doigts dans l'eau, 2008.
  • Cage, 2008.

Traduções[editar | editar código-fonte]

  • Walden, ou a vida nos bosques, 1984
  • A desobediência civil, 1984

Prêmios literários[editar | editar código-fonte]

Referência externa[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.