Batalha de Forte Washington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha de Forte Washington
Guerra da Independência dos Estados Unidos da América
View of the Attack Against Fort Washington.jpeg
Data 16 de Novembro de 1776
Local Washington Heights, Nova Iorque
Resultado Vitória britânica
Combatentes
US flag 13 stars – Betsy Ross.svg Estados Unidos Union flag 1606 (Kings Colors).svg Grã-Bretanha
Hesse Landegrave de Hesse
Forças
3000[1] 8000[2]
Baixas
59 mortos
96 feridos
2837 capturados[3]
84 mortos
374 feridos[3]

A Batalha de Forte Washington teve lugar em Nova Iorque no dia 16 de Novembro de 1776, durante a Guerra da Independência dos Estados Unidos da América, entre os Estados Unidos e a Grã-Bretanha. O resultado foi uma vitória decisiva britânica, com toda a guarnição de Forte Washington, perto da região norte da ilha de Manhattan, a render-se.

Depois de derrotar o Exército Continental, liderado pelo comandante-em-chefe, general George Washington, na Batalha de White Plains, o Exército Britânico, sob o comando do tenente-general William Howe planeou capturar Fort Washington, a última fortificação americana em Manhattan. O general Washington enviou uma ordem ao general Nathanael Greene para abandonar o forte e retirar a sua guarnição de 3000 homens para Nova Jérsia. O coronel Robert Magaw, comandante do forte, recusou sair do forte, acreditando que o podia defender contra as forças britânicas. As tropas de Howe atacaram o forte antes de Washington lá chegar para avaliar a situação.

Howe lançou o ataque a 16 de Novembro, à frente de uma força de assalto dividida em três grupos – norte, leste e sul. As ondas do rio Harlem impediram algumas tropas de desembarcar, e atrasaram o ataque. Quando os britânicos foram de encontro ao forte, as defesas oeste e sul dos americanos cederam rapidamente. As forças patrióticas do lado norte ofereceram uma dura resistência contra o ataque dos soldados alemães de Hesse, mas também acabaram por ser derrotados. Com o forte cercado tanto por terra como po mar, o coronel Magaw decidiu-se pela rendição. Morreram 59 americanos e 2837 foram feitos prisioneiros.

Depois da derrota, grande parte do exército de Washington foi perseguido desde Nova Jérsia até à Pensilvânia, e as forças britânicas consolidaram o seu controlo de Nova Iorque e a zona leste de Nova Jérsia

Notas

Referências

  1. Lengel p.165
  2. McCullough p.241
  3. a b Ketchum p.130

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Fischer, David Hackett. Washington's Crossing. [S.l.]: Oxford University Press, 2006. ISBN 0-19-518121-2
  • Ketchum, Richard. The Winter Soldiers: The Battles for Trenton and Princeton. [S.l.]: Holt Paperbacks; 1st Owl books ed edition, 1999. ISBN 0-8050-6098-7
  • Lengel, Edward. General George Washington. New York: Random House Paperbacks, 2005. ISBN 0-8129-6950-2
  • McCullough, David. 1776. New York: Simon and Schuster Paperback, 2006. ISBN 0-7432-2672-0
  • Weigley, Russell. The Age of Battles: The Quest For Decisive Warfare from Breitenfeld to Waterloo. [S.l.]: Indiana University Press, 1991. ISBN 0-7126-5856-4.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.