Beyond the Grave

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Beyond the Grave
De Além Túmulo (PT)
Além do Túmulo (BR)
Autor (es) Jude Watson
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Género Fantasia
Série The 39 Clues
Editora Scholastic
Lançamento 2 de junho de 2009
Páginas 192
ISBN 978-0-545-06044-8
Edição portuguesa
Tradução Dito e Certo
Editora Edições Gailivro
Lançamento 2011
Páginas 168
ISBN 9789895577835
Edição brasileira
Tradução Rafael Mantovani
Editora Ática
Lançamento 2010
Páginas 208
ISBN 9788508128129
Cronologia
Último
Último
The Sword Thief
The Black Circle
Próximo
Próximo

Beyond the Grave (Além do Túmulo (título no Brasil) ou De Além Túmulo (título em Portugal)) é o quarto livro da série The 39 Clues. Foi escrito por Jude Watson e publicado pela Scholastic em 4 de junho de 2009. O livro sucede O Ladrão de Espadas, escrito por Peter Lerangis, e precede O Círculo Negro, escreito por Patrick Carman. Assim como a maioria dos livros da série, Além do Túmulo foi um best-seller pelo The New York Times.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A história começa com Amy e Dan Cahill tentando descobrir mais sobre a deusa Sakhet no mercado do Cairo. Lá, Irina Sparky tenta matar Dan com sua agulha venenosa presa à unha, mas Amy consegue impedí-la. Um guia turístico chamado Theo Cotter ajuda Dan e Amy a fugir de Irina. Logo eles encontram Nellie Gomez, que tinha se separado deles durante a confusão do ataque da ex-espiã russa. Nellie sente-se atraída por Theo.

Juntamente com Theo, o trio vai para a Casa Sennari, um museu onde moravam arqueólogos e estudiosos trazidos por Napoleão Bonaparte durante a invasão ao Egito. Eles resolvem investigar lá, pois Napoleão era um Cahill, um Lucian, e ele podia ter se encontrado com algum Ekaterina, o clã principal deste livro, no Egito. Dan destrói umas paredes da Casa Sennari para conseguir uma pista. Há uma perseguição, em que eles fogem dos seguranças do museu, mas o trio consegue fugir (eles se perdem Theo durante a fuga).

A pista que eles acharam no museu é uma carta indicando que a próxima pista está no palácio do L. A carta é assinada por B. D. Amy, Dan e Nellie resolvem proveitar o Egito e se hospedam no Hotel Excelsior, dizendo que são da família Oh. No quarto, Amy e Dan descobrem a base secreta dos Ekaterina, enquanto Nellie toma banho, e encontram três estátuas de Sakhet. a primeira e a terceira estátua contém um mapa num compartimento secreto, porém a segunda é sólida. Bae Oh entra na base e conta para eles a história de Sakhet. Eles descobrem que B. D. são as iniciais de Bernardino Drovetti, um arqueólogo italiano. Bae trancafia-os, pois eles se recusaram a dizer onde estava Alistair Oh, o sobrinho de Bae. Nellie acaba achando eles e o trio foge do hotel, que na verdade é de Bae. Uma senhora chamada Hilary Vale ajudá-os na fuga e eles descobrem que ela era a melhor amiga de Grace, a avó deles.

Hilary e Theo, seu neto, entragam a eles uma coisa que Grace tinha deixado: uma Sakhet. A segunda, a verdadeira, com um compartimento secreto. Na Sakhet, eles encontram uma charada em forma de poema e mais um mapa. Através da leitura dos mapas, eles descobrem que devem procurar alguma coisa na tumba de Nefertari, que fica no Luxor. No aeroporto, eles encontram rapidamente Jonah Wiazard e seu pai, que se mostram desiludidos em descobrir que no Egito ninguém conhece o nome Wizard. Um guia deixado por Grace diz que o templo de Hatshepsut