Braquiação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Primatas braquiadores posseum dedos longos e curvados.

A braquiação (do latim brachium, que significa braço) é uma forma de locomoção arborícola em que os primatas vão de galho em galho, utilizando apenas os braços. Durante a braquiação, o corpo é alternadamente suportado por cada membro anterior. Os gibões são exemplos braquiadores típicos. Alguns platirrinos, como o macaco-aranha e o bugio, têm uma forma de locomoção semibraquiadora, pois frequentemente saltam, além de utilizar os braços.1

Algumas características que permitem animais braquiar são a presença de uma curta e estável coluna vertebral lombar, unhas curtas (ausência de garras), dedos longos e curvados, polegares reduzidos e até ausentes, longos braços, e articulação do pulso que permite movimentos rotacionais.1 O homem retém características de braquiadores, apesar de não ser, o que sugere um ancestral com esse meio de locomoção. A anatomia humana sugere que a braquiação foi uma pré-adaptação ao bipedalismo nos seres humanos, que também podem braquiar.2

Referências

  1. a b Jurmain, Robert; Kilgore, Lynn; Trevathan, Wenda. In: Robert. Essentials of Physical Anthropology. 7 ed. [S.l.]: Cengage Learning, 2008. 109 p. ISBN 9780495509394
  2. Rice, Patricia C.; Moloney, Norah. In: Patricia C.. Biological Anthropology and Prehistory: Exploring our Human Ancestry. [S.l.]: Pearson Education, Inc., 2005. 178–179, 192 p. ISBN 0-205-38196-0
Ícone de esboço Este artigo sobre Primatas, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.