Cátodo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O cátodo (ou catódio) é a designação atribuída ao eléctrodo positivo de uma fonte eléctrica de alimentação. Em química, corresponde ao eléctrodo positivo na electrólise (célula electrolítica), para o qual os íons negativos(Ânion) normalmente são atraídos.É, aliás, a partir do ânodo que no interior destes instrumentos os elétrons fluem. Os instrumentos eletrônicos podem ser válvulas termoiônicas, onde os elétrons são produzidos pelo efeito calorífico de uma corrente aplicada.

O cátodo é positivo, já que em relação ao ânodo, possui menos elétrons livres, logo um potencial maior.

Na produção de raios x, o Cátodo é o eletrodo de carga negativa. Na verdade, sua carga é tão ínfima que pode ser considerada nula. Os elétrons desprendem-se do cátodo e rumam em direção ao ânodo, onde colidirão e produzirão ondas eletromagnéticas. Tais ondas são os raios x.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.