Callisto Caravario

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Callisto Caravario
Caravario.jpg
Nascimento 18 de Junho de 1903 em Cuorgnè (Turim)  Itália
Morte 25 de Fevereiro de 1930 em Li-Thau-Tseul (Guangdong)  China
Veneração por Igreja Católica Romana
Beatificação 15 de Maio de 1983, Vaticano por Papa João Paulo II
Canonização 1 de Outubro de 2000, Vaticano por Papa João Paulo II
Festa litúrgica 25 de Fevereiro
9 de Julho (com os 120 mártires chineses)
Gloriole.svg Portal dos Santos

Callisto Caravario SDB, (Cuorgnè, Turim; 18 de Junho de 1903Li-Thau-Tseul, 25 de Fevereiro de 1930), também grafado Calixto Caravario, foi um sacerdote católico italiano e missionário salesiano em Linchow (ou Lianzhou), na província de Guangdong, na China. Em 1930, foi martirizado a caminho de Linchow, juntamente com o seu bispo e vigário apostólico de Shiu Chow D. Luigi Versiglia. No dia 1 de Outubro de 2000, ambos foram canonizados e proclamados santos da Igreja Católica Romana, juntamente com os outros 118 mártires chineses, por decisão do Papa João Paulo II. A sua festa litúrgica comemora-se em 25 de Fevereiro, aniversário da sua morte, e em 9 de Julho, que se celebra a memória dos 120 mártires chineses.

Biografia[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de Junho de 1903, Callisto Caravario nasceu em Cuorgnè, em Turim (Itália). Em 1908, ele e sua família foram viver para Turim, perto do oratório de Porta Nuova. Em 1922, já como salesiano, entrou em contacto com o vigário apostólico de Shiu Chow D. Luigi Versiglia, S.D.B., que estava em Turim com o objectivo de atrair missionários para a China e, mais concretamente, para a sua missão em Shiu Chow. Tendo mostrado bastante interesse e insistência, foi por fim mandado para Macau, onde chegou em 1925. Depois de dois anos, a sua terra de missão passou a ser a colónia portuguesa de Timor. Voltando à China, ele foi ordenado sacerdote no dia 18 de Maio de 1929 por D. Luigi Versiglia, que lhe confiou a missão católica de Linchow (ou Lianzhou), na altura dependente do Vicariato Apostólico de Shiu Chow.

Num ambiente crescentemente influenciado pela propaganda comunista e ultra-nacionalista que incitava ao velho ódio anti-cristão e anti-ocidental, as missões católicas no vicariato estavam em perigo. Em Fevereiro de 1929, o padre Caravario partiu com o seu bispo D. Luigi Versiglia e com alguns leigos de Shiu Chow (ou Shaoguan) para uma visita pastoral com destino em Linchow. Durante a viagem para Linchow, foram todos apresados por piratas que exigiram o pagamento de um resgate para os deixarem prosseguir. O padre Caravario e monsenhor Versiglia tentaram proteger as jovens leigas que viajavam com eles, para que os piratas não se aproveitassem delas. Os bandidos chineses, influenciados pela propaganda comunista, es­pancaram os dois missionários salesianos, obrigaram-lhes a abandonar o barco e levaram-nos para uma mata perto da aldeia de Li-Thau-Tseul, onde acabaram por ser abatidos a tiro no dia 25 de Fevereiro de 1930.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Callisto Caravario