Camuloduno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Camuloduno ou Camaloduno[1] (em latim: Camulodunum) era uma cidade romana, capital da província da Britânia, onde se situava o templo de Cláudio, que, por sua vez, foi totalmente destruído, junto com o resto da cidade, pela revolta de Boadiceia. Os romanos não se preocuparam em defender a cidade com muros, o que se mostrou fatal na defesa diante da revolta. Mesmo quando foi reconstruída, segundo Tácito, não foi totalmente rodeada de pedra. Atualmente, pode-se encontrar vestígios romanos em Colchester, tendo a cidade este nome desde a Idade Média, em vez de Camuloduno (que supostamente era o nome céltico dela, referindo-se a divindade da guerra, Câmalo).

A cidade de Londínio foi igualmente destruída na revolta de Boadiceia, e se tornou capital da província devido ao fato de ser um ponto comercial mais privilegiado que Camuloduno. Atualmente podemos nos referir ao seu local como a cidade de Londres.

Era chamada ainda de Colonia Claudia Victricensis.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Camuloduno