Catedral de Ruão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Catedral de Rouen)
Ir para: navegação, pesquisa
Catedral de Ruão
Cathédrale de Rouen
Fachada e torres da catedral
Estilo dominante Gótico
Construção 1145 - séc. XIX
Diocese Arquidiocese de Ruão
Local Ruão,  França

A Catedral de Notre-Dame de Rouen ou Nossa Senhora de Ruão (em francês Cathédrale Notre-Dame de Rouen) é uma catedral católica, em estilo gótico, situada em Ruão (Rouen), na antiga região da Normandia, no noroeste da França. É a sede da Arquidiocese de Ruão.

História[editar | editar código-fonte]

Há evidência de uma catedral em Ruão (chamada então Rotomagus) desde fins do século IV.[1] O predecessor do atual edifício foi uma igreja em estilo românico consagrada em 1063, da qual resta apenas a cripta sob a atual catedral. À sagração da igreja românica assistiu o duque da Normandia Guilherme, o Conquistador, assim chamado por haver conquistado a Inglaterra em 1066.[1]

Em 1145, o arcebispo Hugo III de Amiens começa a construção de uma nova catedral, em estilo gótico, em substituição ao antigo edifício. Os trabalhos sofreram um sobressalto em 1200 quando um incêndio destruiu parte da nave. Em 1204 a igreja foi palco da recepção a Filipe II de França, que anexou a Normandia ao reino francês.[2]

Os trabalhos da catedral foram em grande parte realizados ao longo do século XIII, mas obras menores continuaram nos séculos seguintes. Na fachada principal, a torre da esquerda - chamada Torre de São Romão (Tour Saint Romain) - data da segunda metade do século XII, assim como os dois portais laterais da fachada.[3] Já as fachadas do transepto, com os portais da Livraria[4] e das Calendas[5] , foram realizadas a partir de 1280 e só foram completados em meados do século XIV. No século XV foi construído o coroamento da Torre de São Romão e toda a torre da direita, conhecida como Torre de Manteiga (Tour de Beurre), assim chamada porque parte do seu custo foi pago com doações para o uso de manteiga consumida durante a quaresma.[6] [7] A construção desta torre desestabilizou a estrutura da fachada da igreja,[8] o que levou a uma reconstrução do portal principal entre 1508 até aproximadamente 1520.[6] [8]

O portal central foi completado entre 1509 e 1521[6] . Na obra da catedral trabalhou o escultor João de Ruão (Jean de Rouen), que mais tarde instalou-se em Coimbra e foi um dos escultores mais importantes do renascimento português[9] .

No século XIX houve outra campanha de obras no edifício. A agulha sobre a torre-lanterna do cruzeiro foi construída entre 1825 e 1876, para substituir a anterior do século XVI, destruída num incêndio em 1822.[10] Com essa nova agulha, a igreja foi o edifício mais alto do mundo entre 1876 e 1880.

Referências

  1. a b Histoire page 1 (cathedrale-rouen.net)[1]
  2. Histoire page 2 (cathedrale-rouen.net)[2]
  3. La façade occidentale (cathedrale-rouen.net)[3]
  4. Portail des libraires (rouen-histoire.com)[4]
  5. Portail de la Calende (rouen-histoire.com)[5]
  6. a b c Histoire de Rouen: Du 16ème au 18ème siècle[6]
  7. Tour de Beurre (rouen-histoire.com)[7]
  8. a b Portail Central (rouen-tourisme.com)[8]
  9. Jean de Rouen (actif de 1510 à 1572). Encyclopædia Universalis France
  10. Histoire de Rouen: Du 18ème à aujourd'hui[9]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este(a) artigo sobre capela, igreja ou catedral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catedral de Rouen